Pular para o conteúdo principal

PLANO DE GOVERNO DE ALAIR CORRÊA - PRINCIPAIS TEMAS - PARTE I






A partir de hoje, falarei sobre algumas propostas que destaquei do plano de governo de Alair Corrêa para Cabo Frio/Tamoios. Para abrir essa série de publicações, escolhi os projetos sociais, e, em destaque, o principal deles: o maravilhoso projeto da "Setorização da Dignidade".

Trata-se de projeto que contempla medidas destinadas a promover ampla valorização da vida e erradicação, ou pelo menos amenização, da condição de extrema necessidade em que vive grande parcela da população. 

Será organizado um cadastro das residências baseado nos seguintes critérios:

- casas sem banheiro;
- casas de um só cômodo;
- casas em que residem deficientes sem atenção ou cuidados devidos;
- casas em que residem doentes crônicos, sem atendimento;
- casas onde residem dependentes químicos;
- casas cujos moradores são portadores de talentos para as artes em geral (música, artes plásticas, artes cênicas), sem oportunidade de desenvolvê-los;
- casas onde residem jovens com talento para os diversos esportes, também sem os meios necessários para praticá-los.

Segundo levantamento feito, estas residências seriam uma quantidade em torno de 40 mil. Assim, este cadastro será dividido em 80 setores, e cada setor possuirá 500 casas. Cada setor terá uma equipe de pessoas responsáveis pelos cuidados e providências a serem tomados nas residências. Paralelo a este atendimento, serão construídos:

- moderno complexo de artes com salas para aula de música, teatro, artes plásticas e outras atividades artísticas;
- três centros esportivos destinados ao aprendizado e aperfeiçoamento de diversas modalidades esportivas;
- clínica/aldeia para tratamento de dependentes químicos, com consultórios, dormitórios, refeitório, quatro carros de 6/8 lugares, salão terapêutico, academia, horta, quadras esportivas e oficina de artes.

Ônibus serão destinados ao transporte de jovens de todos os cantos da cidade para o complexo e para os centros esportivos.

É um projeto social inovador com ação em duas frentes: solução dos problemas imediatos, por meio do trabalho das equipes junto às residências cadastradas,com acompanhamento familiar e melhoria das casas da população que vive em extrema carência, e o incentivo e valorização de aptidões, promoção de talentos e oportunidades, através do complexo de artes, dos centros esportivos e da clínica de tratamento.

Não tenho nenhum receio em afirmar que este projeto tem tudo pra se tornar referência em todo o país na área de assistência social, pois é um projeto diferenciado que, além de suprir necessidades urgentes, contempla oportunidades de desenvolvimento de talentos, ou seja, faz jus ao ditado de que não basta dar o peixe, mas é preciso ensinar a pescar. É, sem dúvida nenhuma, um projeto grandioso que poderá atacar de frente o problema da miséria extrema em que ainda vive grande parcela da população erradicando, ou pelo menos minimizando, a penúria social em que vivem muitos moradores da cidade e, ao mesmo tempo, proporcionando-lhes esperança na forma de oportunidades de aprendizado e desenvolvimento. 

Juntamente com o grandioso projeto da Setorização da Dignidade, serão mantidos os projetos sociais já existentes, e outros projetos serão implementados ou aperfeiçoados para propiciar uma vida mais digna à população. São eles:

- criação do "Cartão da Dignidade", que fará com que o preço da passagem de ônibus municipal seja de R$0,50 (cinquenta centavos), com o restante do valor subsidiado pelo governo;

- ampliação do já existente programa "Café do Trabalhador", expandindo para Célula Mater e Cidade de Tamoios;

- ampliação do programa cesta básica, passando a cerca de 5.000 cestas por mês para população de baixa renda.

Luciana G. Rugani

Comentários

  1. Eu fico impressionado que em pleno século 21, ainda encontramos no Brasil pessoas e/ou famílias vivendo de uma forma totalmente desumana sem as mínimas condições de higiene básica devido a sua triste condição de pobreza.
    E que os governos sequer olham para essas pessoas com o mínimo de compaixão. Mas temos a certeza que no governo de Alair Correa isso tudo vai mudar!

    ResponderExcluir
  2. Esse é o meu Prefeito, o Prefeito que vai ficar na história de Tamoios!!! é 11 é ALAIR!!!

    ResponderExcluir
  3. Gostaria muito de poder ver, essas pessoas que no momento vivem dessa forma absurda (sobrevivem), a ter uma fonte de renda através de um trabalho digno, e assim poder comprar sua alimentação, educar seus filhos, as condições básicas no mínimo saneadas.O importante é começar o trabalho!!!!!!!!!!!!! Almejo uma cidade com dignidade a todos!!

    ResponderExcluir
  4. Tenho certeza que Alair vai fazer tudo isso, ele é homem de palavra...volta Alair. cabo frio precisa voltar a sorrir!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto. A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice , não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste,

PARA HENRY BOREL

Não mais o riso fácil de criança! Os bonecos a lutar, Impulsionados por frágeis mãozinhas, Agora estão inertes Como inerte está  O seu corpinho sofrido. Não mais a alegria E o gosto da liberdade Dos dias fora do calabouço, O seu cárcere de dor. Quantos gritos mudos Em abraços silenciosos. Quantas dores caladas Gritadas em olhar de pavor. Quantos pedidos no choro fácil, No rostinho escondido no ombro No colo de sua algoz. Uma criança somente, E somente só. Única! Seu riso só seu, Seu olhar, sua identidade. Sua voz, seu abraço Únicos! Sua voz agora é silêncio, A mesma voz  Que animava brinquedos A mesma voz  Que implorava socorro na fala curta. Pai, me deixa ficar contigo! A luz aqui Pra sempre se apaga. Ficarão a saudade, E consciências sem paz. Mas a luz vive além Resplandece linda entre anjos. O anjo venceu o leão da arena E em outras esferas foi sorrir, Foi brincar, Foi viver. Liberto está, Para sempre, Das mãos frias de duros golpes, Dos abraços fortes de ódio E da tortura, Que dói