Pular para o conteúdo principal

CRISE DOS ROYALTIES: MEDIDAS DE AJUSTE PARA O ENFRENTAMENTO DA CRISE







  



O prefeito de Cabo Frio (RJ), Alair Corrêa, comunicou hoje, em coletiva à imprensa, as medidas que serão tomadas no enfrentamento da queda de arrecadação dos royalties. São medidas duras, mas necessárias para a adequação dos gastos públicos à arrecadação mensal.

Abaixo seguem as medidas anunciadas:

"- Assinatura do decreto n º 5.334, de 27/3/15, que exonera cerca de 4 mil funcionários entre cargos comissionados e contratados para equilibrar a folha de pagamento. 
- Ato seguinte, foram nomeados apenas os secretários de Administração, Fazenda, Saúde, Educação e o Procurador Geral do Município, para que seja mantida a máquina pública funcionando.
- Foi extinta a autarquia COMSERCAF, com anúncio de que todos os servidores concursados serão mantidos e distribuídos para outros setores da Prefeitura.
- O valor da passagem urbana do ônibus dentro do município subsidiada pela Prefeitura passará de R$ 0,50 para R$ 1,50 para os portadores do Cartão Dignidade. 
- Suspensão dos contratos com empresas para o recolhimento de entulhos na cidade;
-Teto máximo de salário para servidores que não ultrapasse o salário do prefeito que foi reduzido de R$ 12 mil para R$ 7 mil mensal;
- Reforma administrativa do 1º e 2º escalão do governo municipal;
- Redução do número de secretarias;
- Nomeação de comissão especial formada por quatro secretários e procurador para comandar a reforma administrativa;
- Comissão formada por Secretários de Administração, Fazenda, Saúde, Educação e Procurador Geral do Município;
- Redução do salário do prefeito de R$ 12 mil para R$ 7 mil mensal;
- A Secretaria de Fazenda passa a ser a ordenadora de todas as despesas da Prefeitura;
- Subsídio do transporte público com passagem de ônibus urbano passando de R$ 0,50 para R$ 1,50 para possuidores do programa social Cartão Dignidade;
- Realização de Audiência Pública".

E ainda:

"- O valor para as vagas de estacionamento no município aumentará para R$ 10, para placas de veículos de outros municípios;
- Com estudo de geo-processamento a Prefeitura vai começar a cobrar Imposto predial de cerca de 90% dos imóveis de Tamoios, que hoje já passam de 30 mil imóveis que não contribuíam.
- A nova planta de valores vale para os imóveis do município que fizeram melhorias e benfeitorias, cerca de 40 mil imóveis terão o IPTU ajustado de acordo com as novas medidas.
- Processo de licitação para empresas especializadas adquirirem a divida ativa do município, que gira em torno de R$ 542 milhões, a empresa de cobrança especializada que comprar a divida poderá cobrar a divida ativa. O dinheiro resgatado da dívida ativa será aplicado na revitalização de todos os pontos turísticos da cidade para fomentar o setor turístico um dos principais propulsores da economia local.

A previsão do prefeito Alair Corrêa é que dentro de 90 dias as contas públicas estejam normalizadas e a cidade retome o crescimento dentro da normalidade."

Fonte das informações e fotos http://www.cabofrio.rj.gov.br/sala-de-imprensa/noticia/Prefeito+de+Cabo+Frio+anuncia+medidas+para+enfrentar+queda+na+arrecadacao/6c047ae7-7825-4c0c-8581-faeea47dec62

http://www.cabofrio.rj.gov.br/sala-de-imprensa/noticia/%E2%80%9CQuero+ver+nossa+cidade+e+os+trabalhadores+sorrindo+novamente%E2%80%9D++diz+Alair+Correa+durante+coletiva/cc39eedb-7a10-4bf1-a50a-f2abc90655ad 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto. A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice , não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste,

TEXTO EXCELENTE SOBRE RESILIÊNCIA

Como se forma um gênio como o escultor Auguste Rodin?   por Regis Mesquita   Blog www.psicologiaracional.com.br Em 1840 nasceu um gênio chamado Auguste Rodin? Não, ele se tornou um gênio , nasceu com potencialidades, vocações e plano de vida. A sua genialidade foi o fruto final de um longo processo de estudos, tentativas, erros, treinamentos, aprimoramentos, fracassos. Para cada obra bem feita, ele deve ter tido pelo menos uns 400 fracassos. Olhando pelo lado da proporção, o genial Rodin foi um fracassado. O pior vem agora: para cada obra Genial, para cada "obra prima", ele deve ter tido pelo menos uns mil fracassos (obviamente, estes números são projeções minhas). Rodin era pobre, foi rejeitado três vezes ao tentar entrar em escolas de artes. Mas, ele tinha uma arma infalível: ele brincava com a arte. Em nossa sociedade nós dizemos: "isto não é brincadeira, vamos fazer as coisas com seriedade. Se seguisse este preceito, Rodin teria si