Pular para o conteúdo principal

CONSIDERAÇÕES SOBRE AS CONSTANTES GREVES NA CIDADE

A Constituição Federal garante direito de greve e direito de livre expressão e manifestação. E é saudável para uma sociedade que assim seja.

O problema que vemos em Cabo Frio é que infelizmente a política (não a "Política", com P maiúsculo, mas sim a "política" que visa disputa por interesses personalistas) impregnou e tomou conta de tal forma de movimentos e instituições, que abusos se fazem visíveis e acabam manchando movimentos antes legítimos.

Ter bom senso é fundamental na busca de soluções. A luta por direitos é legítima, direitos devem ser respeitados. Mas várias ações já deixaram clara a influência política opositora. O governo expôs a situação financeira do município em diversas oportunidades, seja em entrevistas, seja em reuniões com os sindicatos. E não se viu, nessas reuniões, a presença de nenhum destes pré-candidatos oposicionistas (frequentemente vistos nas manifestações) para propor soluções e colaborar efetivamente para a resolução dos problemas. Comparecem às manifestações para incentivar, sem pudor, a violência e destruição do patrimônio público; aos movimentos em dia de votação da Câmara; mostram sua presença também através do patrocínio dos movimentos, mas nos momentos de apresentação de ideias e busca de soluções eles desaparecem.

Isso tudo que temos observado nos leva a lamentar a situação, pois ver os alunos irem para as ruas e, na ilusão de estarem lutando por seus direitos, serem manipulados em função dos interesses políticos dessas pessoas  é muito triste e deprimente para a Educação, área que merece amplo e total respeito, que conta em sua maioria com profissionais íntegros e competentes, porém reféns das decisões deste pequeno grupo de profissionais que controla o sindicato segundo as diretrizes de pré-candidatos da oposição.

Luciana G. Rugani

Comentários

  1. É lamentável que políticos dessa natureza sem escrúpulos,que na verdade não amam sua cidade,porque não pensão em soluções e sim tentar derrubar um prefeito que faz acontecer e transformou essa cidade em paraízo,hoje passa por uma crise que não é dele e sim de todo o país,não existindo compreensão e apoio dos opositores que almejam ver sua queda,mas,nosso prefeito pode envergar,porém,jamais caíra.
    Eu sou professora aposentada pelo estado do RJ e em 42 anos nunca fiquei sem pagamento e décimo terceiro,esse ano,aconteceu,não temos datas para o pagamento,décimo em 5 parcelas e a crise da Petrobrás deixou municípios e estados numa situação péssima.
    Porque massacrar nosso prefeito se o roubo veio do mais alto escalão,afetando,indústrias,comércios,empresas,havendo fechamento das mesmas e o desemprego a cada dia aumenta.
    É difícil ficar sem sálario,claro que é,temos compromissos,contas que não podem esperar,mas,o que fazer?
    Ter esperança,compreender a situação política que estamos atravessando e nos ajeitar na medida do possível.Somos capazes,é uma questão de paciência e fé.
    Somos formadores de opinião,não vamos nos deixar influenciar pelos opositores,o interesse deles são outros,que não beneficiam Cabo Frio.
    Atenciosamente,
    Eliane Campelo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto.
A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos problemas …

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice, não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste, lame…

POESIA "COM LU", DE HAIRON HERBERT DE FREITAS

Linda, maravilhosa poesia!!

Com Lú
O amor não acaba, o amor só aumenta. Experimente uma frase, Espere mais e comente.
Seja velho, seja jovem, Esqueça o tempo que passou. O momento é agora, Aproveite tudo com amor.
Não chore, não clame, Seja firme, seja honesto. Não viva mau seus sentimentos, Aos restos estranhos, acalento.
Contudo o amor revigora, Mesmo no atrapalho da hora, Volta sempre sem demora.
O amor é sem fim, É eterno em mim, Consciente estou, Quando estou com amor.
Hairon H. de Freitas 15/7/2019