Pular para o conteúdo principal

CABO FRIO É NOTA 10 EM TURISMO

 PALAVRAS DO PREFEITO ALAIR CORRÊA:




"Todos sabem o que tenho passado enfrentando uma verdadeira tempestade para administrar uma cidade que perdeu quase a metade de seus recursos. Contudo, uma notícia encheu o meu CORAÇÃO DE ALEGRIA E ORGULHO. A confirmação que Cabo Frio está entre as melhores cidades turísticas do país e entre as cinco melhores do estado do Rio com a classificação "A". Ou seja: Cabo Frio recebeu a NOTA MÁXIMA. O estudo técnico é do Ministério do Turismo e referendado pelo Tribunal de Contas da União e do Senado Federal. A turbulência político-econômica que afeta nosso país ficou mais grave com a queda na arrecadação do petróleo. É preciso esforço redobrado para manter os serviços essenciais funcionando. Isso todos sabem e estão vivenciando. Estados com pagamentos atrasados e até parcelando o salário dos servidores. Entre tantas notícias desanimadoras, sempre aparece uma injeção de ânimo para que possamos continuar trabalhando pelo bem de nossa Cabo Frio. Essa notícia, repito, encheu o meu coração de alegria!

Ora, não se faz uma cidade da noite para o dia. É preciso muita dedicação e olhar atento para o futuro. Foi exatamente o que eu fiz como um homem público visionário e comecei a trabalhar incansavelmente! Tanto na infraestrutura, quanto na divulgação. Calçamos ruas, asfaltamos e urbanizamos quase toda a cidade. Construímos Hospitais, Postos de Saúde, Escolas. Limpamos a cidade e a transformamos em orgulho para os cabo-frienses ao vê-la classificada como “A CIDADE MAIS LIMPA DO BRASIL”. Construímos a Nova Ponte, as Novas Entradas, o Boulevard Canal, o Shopping da Rua dos Biquínis, tapamos os valões, urbanizamos todas as orlas.

NOSSO SONHO (que muitos julgavam loucura) foi realizado ao construirmos o AEROPORTO INTERNACIONAL. Brigamos muito, mas conseguimos colocar Cabo Frio na rota dos Navios de Luxo. Não paramos por aí, organizamos e colocamos no mapa turístico o maior RÉVEILLON do Estado (depois de Copacabana) e um dos maiores do país. Investimos muito em Feiras de Turismo, Workshops e Famtour com jornalistas especializados e agentes de turismo. Lamento que nosso projeto de desenvolvimento tenha sido interrompido por oito anos quando nenhuma construção foi realizada. Um retrocesso!

A classificação revelada agora pelo Ministério do Turismo comprova que todo nosso trabalho sempre esteve no rumo certo. Cabo Frio é cidade classe "A" em Turismo. Número de estabelecimentos de hospedagem, número de empregos formais ligados ao turismo, estimativa de turistas de demanda doméstica e internacional, entre outros fatores formam a categorização. A população e os empresários do TRADE turístico podem comemorar.

Bem, o resultado de nossa "loucura" lá atrás é certificado agora e temos uma cidade com potencial turístico enorme para trabalhar. A infraestrutura está pronta. Cabe agora à sociedade, moradores, empresários e hoteleiros também arregaçar as mangas e focar o trabalho na conquista de turistas e visitantes de qualidade. A beleza natural e a generosa geografia Deus nos deu. O Poder Público fez a sua parte e já foi reconhecido. Apesar de, atualmente, o povo demonstrar que esqueceu tudo o que fiz e me culpar pelo que não consigo fazer motivado por uma CRISE que não criei. Contudo, é hora de todos trabalharem muito mais por Cabo Frio".



Alair Corrêa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto. A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice , não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste,

TEXTO EXCELENTE SOBRE RESILIÊNCIA

Como se forma um gênio como o escultor Auguste Rodin?   por Regis Mesquita   Blog www.psicologiaracional.com.br Em 1840 nasceu um gênio chamado Auguste Rodin? Não, ele se tornou um gênio , nasceu com potencialidades, vocações e plano de vida. A sua genialidade foi o fruto final de um longo processo de estudos, tentativas, erros, treinamentos, aprimoramentos, fracassos. Para cada obra bem feita, ele deve ter tido pelo menos uns 400 fracassos. Olhando pelo lado da proporção, o genial Rodin foi um fracassado. O pior vem agora: para cada obra Genial, para cada "obra prima", ele deve ter tido pelo menos uns mil fracassos (obviamente, estes números são projeções minhas). Rodin era pobre, foi rejeitado três vezes ao tentar entrar em escolas de artes. Mas, ele tinha uma arma infalível: ele brincava com a arte. Em nossa sociedade nós dizemos: "isto não é brincadeira, vamos fazer as coisas com seriedade. Se seguisse este preceito, Rodin teria si