Pular para o conteúdo principal

MINHAS CONSIDERAÇÕES SOBRE AS ELEIÇÕES EM CABO FRIO


Gostaria de comentar com meus leitores um pouco sobre o resultado das eleições aqui em Cabo Frio.

Obteve mais votos o candidato impugnado Marquinho Mendes. O segundo lugar ficou com Dr. Adriano, sem dúvida a maior surpresa dessa eleição. 

Mais uma vez, temos a decisão final pendente de julgamento dos tribunais, porém dessa vez a situação é bem mais complicada, pois os motivos da impugnação são graves se levarmos em conta o recente entendimento do STF. Segundo tal entendimento, a Câmara de Vereadores é o órgão competente para julgamento das contas dos prefeitos, e a lei da Ficha Limpa aponta como inelegíveis os candidatos que tiverem suas contas rejeitadas. A Câmara Municipal rejeitou as contas de Marquinho Mendes do ano de 2012. Além disso, o candidato possui contra si declaração de inelegibilidade emitida em outros processos, porém houve interposição de recursos. O candidato possui algo em torno de cem condenações processuais. Só nos resta agora aguardar o julgamento dos recursos e a decisão final do Judiciário.

Eu, pessoalmente, não consigo entender por que, por exemplo, um candidato a concurso público, além de ter que preparar-se muito tecnicamente, ainda tem que apresentar nada consta e ter seu nome limpo, sem o qual não pode assumir o cargo, enquanto o candidato ao cargo político, com contas rejeitadas e tantas condenações, pode ter seu nome nas urnas. Não dá pra entender, só mesmo no Brasil. Também não entendo uma população, que diz querer justiça e clamar por mudança, votar neste mesmo candidato.

Quanto à votação para vereador, o meu candidato não entrou, ficou como 1º suplente. Algo que lamento muito, pois Marcello estaria politicamente em posição estratégica para fazer uma oposição fiscalizadora e com a sabedoria da experiência, além de ser uma pessoa íntegra e de caráter. Mas, vida que segue! Marcello terá agora um tempo para respirar, e depois recomeçar sua trajetória política no caminho que escolher. Que Deus o abençoe, torço por ele e tenho certeza de que poderá ainda dar grandes passos, se assim for da sua vontade.

Para finalizar, gostaria de comentar sobre as críticas que alguns candidatos vitoriosos vêm fazendo ao governo atual, candidatos estes que buscaram se beneficiar politicamente (e conseguiram) desta grave crise em que vivemos. Quero dizer que lamento que uma situação tão crítica tenha sido utilizada com o visível intuito de derrubar politicamente o prefeito Alair. Nunca percebi por parte destas pessoas uma atitude verdadeiramente colaborativa, um interesse realmente de sentar e propor sugestões para ajudar o governo e a população. Muito poderia ter sido evitado ou minimizado se a postura dessas pessoas tivesse sido mais de colaboração do que de ataque. O próximo governo também não será fácil, pois a realidade financeira da cidade mudou. Isso é fato. Reconheço que há sérios problemas, e, claro, podem ter havido equívocos, porém nada, eu digo nada mesmo, justifica o interesse de destruir politicamente uma pessoa que tanto realizou pela cidade como é o caso do prefeito Alair Corrêa. Não devemos esquecer que foi este homem que construiu tudo que temos hoje. Se eu moro no Braga, um bairro urbanizado e lindo, é porque foi este homem que o construiu e retirou dele os horríveis valões. Se a cidade hoje está entre as que obtiveram classificação "A" no turismo, é porque este homem a dotou da infraestrutura necessária para que ela assim fosse classificada. inclusive com aeroporto internacional, abertura de vias de acesso e avenidas. A cidade já foi classificada como a cidade mais limpa do Brasil, e isso foi devido ao projeto de setorização cromática implantado em seu governo passado, o que trouxe uma organização da limpeza sem precedentes. Só quem conheceu Cabo Frio antes dos primeiros governos de Alair é que sabe do que estou falando, a cidade se transformou, ganhou hospitais e escolas, e tornou-se a "capital da Região dos Lagos". Isso tudo e muito mais foi realizado por Alair Corrêa, então não acho justo estas pessoas terem aproveitado essa fase em que vivemos a amarga realidade da queda da arrecadação para simplesmente esquecer o que de bom foi feito e desconstruir politicamente o governante. Atitude muito mais digna teria sido a de adotar uma postura mais colaborativa e respeitosa com quem tanto realizou por Cabo Frio.

Fica aqui este meu desabafo, e meu desejo de que a população e essas pessoas a que me referi possam no futuro ter um pensamento político mais maduro e coletivo.

Luciana G. Rugani

Comentários

  1. Ótimo!!! Um texto que diz tudo que uma pessoa que tem amor e respeito pela cidade de Cabo Frio e quer ver o bem desta cidade. Que tem respeito e consideração por um gestor que muito fez por essa mesma cidade.

    ResponderExcluir
  2. Texto claro de quem realmente contribui com sua observação, ama, reconhece e é grata! Gratidão seria o mínimo pela cidade, pelo governo que realmente ajudou a erguer Cabo Frio! Quero reconhecer e ser grata, vi esta cidade se modernizar, ser limpa e crescer bastante aos olhos estrangeiros, vi crescer economicamente no setor imobiliário ao se modernizar, vi se acessibilizar, e, digo, uma cidade acessível é para todos, e, quem sempre conheceu Cabo Frio há de não se esquecer disso!O que mais me chamou atenção foi a grande abstenção tanto aqui qto no Rio. É preciso ler esses dados e entender que o povo não está satisfeito com a classe política, o povo exige respeito e que se cumpra o prometido, pelo qual foi eleito. O voto não deveria de ser obrigatório, haveria respeito ao cidadão eleitor!

    ResponderExcluir
  3. Boa Tarde Luciana G. Rugani! Verdadeiramente correta sua crônica. Alair Correa, foi e sempre será lembrado por esta população como um político visionário, o homem que transformou Cabo Frio na "capital da Região dos Lagos". Assino em baixo suas palavras...Mas, fidelidade, companheirismo e, sobretudo, honestidade, não se atribuem a determinados políticos.

    ResponderExcluir
  4. Finalmente alguém consegue expressar em linhas toda a realidade dos verdadeiros acontecimentos.
    Parabéns!!
    Concordo plenamente!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto. A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice , não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste,

TEXTO EXCELENTE SOBRE RESILIÊNCIA

Como se forma um gênio como o escultor Auguste Rodin?   por Regis Mesquita   Blog www.psicologiaracional.com.br Em 1840 nasceu um gênio chamado Auguste Rodin? Não, ele se tornou um gênio , nasceu com potencialidades, vocações e plano de vida. A sua genialidade foi o fruto final de um longo processo de estudos, tentativas, erros, treinamentos, aprimoramentos, fracassos. Para cada obra bem feita, ele deve ter tido pelo menos uns 400 fracassos. Olhando pelo lado da proporção, o genial Rodin foi um fracassado. O pior vem agora: para cada obra Genial, para cada "obra prima", ele deve ter tido pelo menos uns mil fracassos (obviamente, estes números são projeções minhas). Rodin era pobre, foi rejeitado três vezes ao tentar entrar em escolas de artes. Mas, ele tinha uma arma infalível: ele brincava com a arte. Em nossa sociedade nós dizemos: "isto não é brincadeira, vamos fazer as coisas com seriedade. Se seguisse este preceito, Rodin teria si