sexta-feira, 14 de outubro de 2016

PREFEITO ALAIR CORRÊA ANUNCIA REFORMAS ADMINISTRATIVAS PARA REDUÇÃO DE FOLHA SALARIAL

Por Luciana G. Rugani - Seguem medidas para tentar minimizar a grave situação financeira da cidade. Agora só nos resta assistir e aguardar os efeitos de mais essa tentativa. Apoiei o governo em todas suas ações de enxugar a máquina, inclusive sempre postei em meus textos, desde o início dessa crise, a mensagem e o desejo de que "seja feito o que deve ser feito, sem medo", pois aquele era o momento de rever toda a máquina, tomar todas as medidas necessárias, ainda que duras, pois somente assim a situação crítica poderia ser contornada. Então mais uma vez, agora no final do governo, temos o anúncio de algumas medidas. Só lamento que as medidas necessárias não tenham sido tomadas, em toda sua extensão, desde a primeira reforma administrativa, em abril de 2013. Remédio amargo se dá rapidamente em dose única, pois aí resta tempo para recuperar o doente. A situação do governo hoje poderia estar melhor, e inclusive o prefeito, quem sabe, poderia até estar reeleito.

Na manhã de hoje (14) o Prefeito de Cabo Frio, Alair Corrêa, reuniu todos os Secretários e Coordenadores no gabinete da Prefeitura de Cabo Frio para apresentar reformas administrativas.


O Governo passa por uma crise que afeta todos os setores e algumas medidas foram anunciadas, como a redução no quadro pessoal. As Secretarias de serviços essenciais como Saúde, Educação, Assistência Social e Limpeza Pública continuarão trabalhando com o número normal de pessoas, com servidores efetivos, contratados e comissionados que sejam fundamentais para o trabalho. As outras Secretarias, que são tão importantes como estas, mas não são essenciais, vão funcionar apenas com os servidores efetivos.

“A nossa folha de pessoal em dezembro de 2012 era de R$ 21 milhões, hoje custa R$ 37 milhões com o Plano de Cargo e Salários. A nossa despesa cresceu e a receita caiu. Deixamos de ter R$ 35 milhões de reais para investir na cidade. Faremos o último enxugamento da máquina para ver se conseguiremos melhorar um pouco a nossa condição de administrar, reduzindo a despesa”, afirma o Prefeito Alair Corrêa.



A arrecadação continua caindo. O ICMS - Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços diminuiu para pouco mais de seis milhões. O FUNDEB- Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação já foi R$ 12 milhões e chegou a R$ 7,5 milhões. Os Royalties do Petróleo eram R$ 25 milhões e agora chegou a R$ 7 milhões.

“Não era o meu pensamento fazer qualquer medida nesse momento. Muito me preocupa a situação de Cabo Frio. Isto passa por cima da minha vontade e da minha experiência. Quem assumir a Prefeitura ano que vem irá encontrar este quadro, que é muito ruim”, finaliza o atual Prefeito.

Texto: Marianne Rodrigues
Fotos: Ari dos Santos

Um comentário:

  1. Definir esse caos que a cidade atravessa nesse momento em uma única palavra: "Irresponsabilidade".
    Parabéns por suas considerações.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...