Pular para o conteúdo principal

BATE PAPO COM O LEITOR



A quem interessar possa e aos meus queridos leitores!

Caríssimos,

Nosso blog aproxima-se da casa dos 390 mil acessos (vide contador com números do Blogger que mantenho na página principal). Tenho grande satisfação por isso, não por me ligar muito em números, pois minha tarefa aqui não visa competir por acessos e sim divulgar, como consta no cabeçalho, notícias da cidade, mensagens de reflexão, artigos meus e de terceiros, informações, poesias, etc., mas sim porque faço aqui o que gosto e me sinto bem em fazê-lo.

Nosso blog já passou por muitas fases. Começou sendo somente meu espaço para artigos e poesias, depois passou pela política local, incorporou notícias e divulgação de Cabo Frio e hoje volta a ser, prioritariamente, meu espaço para textos, notícias e divulgação da cidade.

No tempo da política, apoiei o governo passado até o fim porque a isso me propus. Nunca fui funcionária, nem nunca tive portaria. E sempre mantive minha própria linha de textos e postagens, como podem ver nos textos aqui do blog, de abster-me de ofensas e ataques pessoais. Nesse tempo de apoio ao governo passado, houve períodos críticos, principalmente a partir do início do ano passado em que aumentaram as dificuldades e começaram conflitos com servidores e sindicatos. Quanto a isso, sempre achei que deveria haver negociações. Manifestei essa minha opinião ao então prefeito, em fevereiro passado, por e-mail, onde inclusive disse que não participaria de nenhuma ação combativa como as que estavam dando o tom em textos e movimentos encabeçados por alguns de seus funcionários. Não obtive resposta, mas certamente foi lido.

Meu apoio político foi por vontade própria e no meu próprio estilo, e deu-se, até a saída dele, em função de sua pessoa, a quem eu sempre dediquei minha amizade. Não me cabe falar aqui em relação a ele, mas sim somente de minha parte. Sempre o enxerguei principalmente como um amigo querido, em função do tratamento cordial que ele nos dispensou, a mim e a meu marido, nos anos de politica. Por isso eu queria vê-lo em paz superando aqueles problemas, que infelizmente só se agravaram. Mas chegou o fim do governo, e não nos foi possível ter mais nenhum encontro presencial com o mesmo, portanto não consegui ter notícias de qual seria seu caminho ao sair do governo, ou seja, se permaneceria ativo na política ou não. Assim acabamos deixando de nos contatar, e resolvi seguir no blog com minhas ações de divulgação da cidade e de suas notícias, como sempre fiz, e ainda poesias e artigos para reflexão.

Em relação à política, sigo e seguirei divulgando somente ações, tanto de Cabo Frio quanto de outras cidades e também de cunho nacional, que representem ganhos para a cidade ou para nossa reflexão enquanto cidadãos. Não tenho hoje nenhuma vinculação política com A ou B, mas minha ligação com a cidade existe e sempre existirá, por isso eu não ficaria inerte em relação a ela. Continuarei postando tudo que eu perceber como conquista para o município, independente se tenha origem no governo ou na oposição (inteligente e ética).

Essa minha opção deu-se, primeiro, em função do meu estilo pessoal de escrita buscando sempre valorizar conquistas. Segundo, em função dos acessos e feedbacks positivos que já obtive de pessoas de nosso país e do exterior, vindos de países como Portugal e EUA, por exemplo. Além disso, recebo mensagens através do blog de pessoas que querem conhecer nossa cidade e me solicitam informações. Meus textos já foram reproduzidos em blogs de outros estados brasileiros e também já escrevi artigos sobre a cidade em revistas e jornais, portanto penso que a mim não cabe divulgar pontos negativos que possam prejudicá-la, pois nossa cidade vive do turismo e tem grande potencial nesse sentido. 

Enfim, caros leitores, resolvi hoje falar um pouco, resumidamente, sobre este espaço que também é de vocês. Tenho meu estilo, minha linha de pensamento, mas o espaço é nosso, é interativo, aberto a debates e comentários construtivos. Fiquem à vontade, sintam-se em casa!

Aproveito para agradecer o carinho e apoio de vários leitores que deixaram aqui suas mensagens e que apreciam nossas postagens. Agradeço também à web rádio Lagos on line pela parceria "letras e música". A presença de todos vocês e esse carinho que recebo é que são a mola propulsora para essa minha caminhada. Muito obrigada e contem sempre com este espaço para divulgação.

Luciana G. Rugani

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto. A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos

TEXTO EXCELENTE SOBRE RESILIÊNCIA

Como se forma um gênio como o escultor Auguste Rodin?   por Regis Mesquita   Blog www.psicologiaracional.com.br Em 1840 nasceu um gênio chamado Auguste Rodin? Não, ele se tornou um gênio , nasceu com potencialidades, vocações e plano de vida. A sua genialidade foi o fruto final de um longo processo de estudos, tentativas, erros, treinamentos, aprimoramentos, fracassos. Para cada obra bem feita, ele deve ter tido pelo menos uns 400 fracassos. Olhando pelo lado da proporção, o genial Rodin foi um fracassado. O pior vem agora: para cada obra Genial, para cada "obra prima", ele deve ter tido pelo menos uns mil fracassos (obviamente, estes números são projeções minhas). Rodin era pobre, foi rejeitado três vezes ao tentar entrar em escolas de artes. Mas, ele tinha uma arma infalível: ele brincava com a arte. Em nossa sociedade nós dizemos: "isto não é brincadeira, vamos fazer as coisas com seriedade. Se seguisse este preceito, Rodin teria si

PARA HENRY BOREL

Não mais o riso fácil de criança! Os bonecos a lutar, Impulsionados por frágeis mãozinhas, Agora estão inertes Como inerte está  O seu corpinho sofrido. Não mais a alegria E o gosto da liberdade Dos dias fora do calabouço, O seu cárcere de dor. Quantos gritos mudos Em abraços silenciosos. Quantas dores caladas Gritadas em olhar de pavor. Quantos pedidos no choro fácil, No rostinho escondido no ombro No colo de sua algoz. Uma criança somente, E somente só. Única! Seu riso só seu, Seu olhar, sua identidade. Sua voz, seu abraço Únicos! Sua voz agora é silêncio, A mesma voz  Que animava brinquedos A mesma voz  Que implorava socorro na fala curta. Pai, me deixa ficar contigo! A luz aqui Pra sempre se apaga. Ficarão a saudade, E consciências sem paz. Mas a luz vive além Resplandece linda entre anjos. O anjo venceu o leão da arena E em outras esferas foi sorrir, Foi brincar, Foi viver. Liberto está, Para sempre, Das mãos frias de duros golpes, Dos abraços fortes de ódio E da tortura, Que dói