Pular para o conteúdo principal

ALERTA SOBRE O AUMENTO DE GABARITO EM CABO FRIO

Edição 32 da revista da ASAERLA (MAR/ABR - 2017)
Na edição 32 da revista da ASAERLA (mar/abr - 2017), vi uma fala do prefeito reafirmando o posicionamento que tem manifestado em diversas ocasiões sobre aumento de gabarito na cidade.

O prefeito mostra não ser contra o aumento de gabarito e utiliza o argumento de que grandes redes hoteleiras teriam condicionado suas vindas para a cidade ao aumento do número de andares a ser permitido nas construções. Acontece que temos exemplos de muitas cidades turísticas que possuem excelentes hotéis de poucos andares. Inclusive em Búzios, há ótimos hotéis e pousadas, e o gabarito seria de apenas dois andares. 

Este assunto foi tratado em entrevista do atual presidente da câmara em outubro passado, logo que ganhou a eleição. Sobre isso postei no face na época, e houve um debate interessante (clique aqui para ler).

Sempre fui e sou totalmente contra o aumento de gabarito. A circulação de ar na cidade fica prejudicada, o sol vai embora bem mais cedo nas praias, sem falar que as cidades se descaracterizam completamente.

Ontem houve outro debate interessante no facebook, e algumas pessoas mencionaram exemplos como as cidades de Niterói e Guarujá, onde aumentaram o gabarito. Niterói perdeu a característica de cidade turística, e em Guarujá a luz do sol não chega na praia, prejudicando os organismos naturais que ali existem e a vegetação, além do que, nem por isso a cidade tornou-se referência em desenvolvimento (clique aqui para ler o post com os comentários).

Cidade turística praiana não combina com gabarito alto. As cidades praianas que tomaram essa atitude tiveram perdas irreparáveis. Essa questão só beneficia construtores, e, muitas vezes, agentes políticos que aprovam o aumento. As cidades praianas que tomaram essa atitude tiveram perdas irreparáveis.

Luciana G. Rugani

Comentários

  1. Posicionamento correto de quem sonha e quer ver Cabo Frio Muito Melhor. E isso somente acontecerá se não cedermos a pleitos como este de aumentar o gabarito dos prédios, exemplo Leblon Rio De Janeiro, Barra da Tijuca ,orla que não autorizaram e se valorizaram mais permitindo IPTUS mais elevados compensatórios. Quantidade Nunca Foi Qualidade pense nisso com isenção e desinteresse como sempre em prol da sua cidade , dos seus eleitores e do futuro . Certamente já viajou a Marbela , Saint Tropez e outros paraísos turísticos... Cabo Frio Muito Melhor não pode e deve querer ser igual a Copacabana e ou Las Vegas.

    ResponderExcluir
  2. Enloqueceram...mais gente...mais lixo...mais carros...mais esgoto...por metro quadrado em uma cidade praina turística que quase não tem infraestrutura...quem lucra ???...com certeza não é a população...!!!...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto.
A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos problemas …

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice, não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste, lame…

POESIA "COM LU", DE HAIRON HERBERT DE FREITAS

Linda, maravilhosa poesia!!

Com Lú
O amor não acaba, o amor só aumenta. Experimente uma frase, Espere mais e comente.
Seja velho, seja jovem, Esqueça o tempo que passou. O momento é agora, Aproveite tudo com amor.
Não chore, não clame, Seja firme, seja honesto. Não viva mau seus sentimentos, Aos restos estranhos, acalento.
Contudo o amor revigora, Mesmo no atrapalho da hora, Volta sempre sem demora.
O amor é sem fim, É eterno em mim, Consciente estou, Quando estou com amor.
Hairon H. de Freitas 15/7/2019