sexta-feira, 2 de junho de 2017

CABO FRIO - FIQUE POR DENTRO DAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA

DESTAQUE

- Neste fim de semana acontecerão muitos eventos na cidade, com destaque para o Festival Aloha Spirit na Praia do Forte, o maior evento de esportes aquáticos da América Latina. 
- O Museu José de Dome (Charitas) receberá a exposição de pintura “Artes e Cores” da artista Vilma Guimarães, com 23 obras com pinturas diversificadas. 
- Além disso, acontecerá também o mutirão para recolhimento de lixo e microlixo na Praia do Peró, evento do qual participarão voluntários conscientes da importância de cuidar, preservar e de usufruir de nossas praias de maneira mais consciente. É a união da sociedade civil com o poder público em apoio à conquista da certificação Bandeira Azul para a Praia do Peró. A certificação internacional Bandeira Azul é um programa que visa a preservação e uso sustentável das praias através de ações que conduzam à solução dos problemas existentes e da promoção de maior conscientização dos cidadãos e dos gestores sobre a necessidade de proteger os ambientes costeiros. A luta pela certificação começou em janeiro do ano passado e segue na fase piloto do projeto. A obtenção da Bandeira Azul será uma grande conquista para a cidade, principalmente no turismo, e ajudará e muito na promoção de maior consciência ambiental.
Participem!
Abaixo seguem as notícias completas e maiores informações sobre os eventos:

Notícias do dia de nossa cidade - repassadas pela SECOM da prefeitura. Fique por dentro, comente, debata, compartilhe, interaja. Nosso blog é divulgação e interação:

Começa o Festival Aloha Spirit na Praia do Forte
Cerimônia de abertura contou com show e mostra de cinema
 

Foi dada a largada para o Festival Aloha Spirit em Cabo Frio. O maior evento de esportes aquáticos da América Latina acontece na Praia do Forte, principal cartão postal da cidade, e teve sua abertura nesta sexta-feira (2).
Neste primeiro dia de evento não houve competições. Foi feito o credenciamento dos atletas e quem se inscreveu antecipadamente pela internet pôde retirar seu kit de competição. Também foi realizada a pesagem das canoas que vão competir.
A cerimônia de abertura contou com show da cantora cabo-friense Juliana Gorito, que animou a festa ao som de música pop, reggae e MPB. A cantora falou sobre a emoção de se apresentar em um evento desse porte na sua terra natal.
"Estou muito feliz de poder cantar na minha cidade. O carinho do público tem sido sensacional, isso me motiva ainda mais pra continuar cantando", disse ela, que se destacou na última edição do programa The Voice Kids, da Rede Globo.
Ainda na noite desta sexta haverá exibição de filmes que contam a história de algumas modalidades de esportes aquáticos como canoa havaiana e surfe. Entre os títulos estão: Correnteza, A Origem do Surf, Expedição ao Fim do Mundo, Linhas Insanas, Jonas Letieri, e Balls Pyramid.

Acessibilidade

A organização do Festival Aloha Spirit provou que o esporte é para todos. Tanto que disponibilizou um piso de madeira na areia, traçando um caminho para todos os pontos da estrutura do evento, para os deficientes físicos se locomoverem.
A prática dos esportes aquáticos para os deficientes físicos também foi lembrada. Foram disponibilizadas duas cadeiras anfíbios para os deficientes físicos que quisessem entrar na água, além de pranchas de surf adaptadas, para pessoas com dificuldade de locomoção e deficientes visuais.
__________________
Conheça as modalidades em disputa no Aloha
Veja a história de cada esporte e entenda como será a disputa
A segunda etapa do Aloha Spirit, o maior Festival de Esportes Aquáticos da América Latina, vai movimentar a Praia do Forte desta sexta-feira (2) até o próximo domingo (4). Sete modalidades serão disputadas por atletas brasileiros e estrangeiros. Entre as atividades estão Canoas Havaianas, Stand Up Paddle, Natação em Águas Abertas, Paddleboard, Surfski, Triathlon Waterman e Apnéia.

Stand Up Paddle - O Stand Up Paddle também é conhecido como SUP, surgiu no Havaí por volta da década de 1940, na Praia do Waikiki. No local, os "beachboys" (professores de surfe da região), usavam pranchas de madeira naval para acompanhar de perto os alunos, que davam os primeiros passos no surfe, no qual o praticante em pé em uma prancha usa um remo para se mover através da água. O SUP no Brasil chegou por intermédio de dois surfistas: Jorge Pacelli e Haroldo Ambrósio. Os dois trouxeram equipamentos mais modernos e fizeram o Stand Up Paddle virar uma febre. Logo, esse esporte se difundiu e começou a ser praticado nas praias do Rio de Janeiro, no Litoral de São Paulo, no Sul do país, e em lagos e rios em Brasília.

Canoa Havaiana - Canoa Havaiana ou Canoa Polinésia são nomes nacionalizados para denominar o esporte, que surgiu na região do triângulo polinésio e originalmente é conhecido como Va'a ou Wa'a. A cultura da Canoa existe há mais de 3 mil anos e as canoas foram inicialmente usadas pelos povos polinésios com a necessidade de colonizar novas terras na Região da Polinésia, que é um conjunto de ilhas no Oceano Pacífico localizado entre Austrália e Estados Unidos, incluindo Havaí e Taiti, este faz parte da Polinésia Francesa. Hoje no Brasil e no mundo, muitas competições são realizadas entre as diferentes modalidades como OC1, OC2 ou OC6, que são canoas remadas por uma pessoa, duas ou seis.

Apnéia - conhecido também como o mergulho livre, é um esporte radical que envolve a cessação voluntária da respiração na água. Embora muitos possam ver este desporto como um treinamento físico, ele é baseado no relaxamento mental do indivíduo que o pratica, acrescentado também uma boa nutrição, hidratação e condicionamento do corpo em ambientes hipóxicos.

Surfski - o surfski é um caiaque de cockpit aberto (sit-on-top), longo, estreito e leve, geralmente com pedais controlando o leme. Surfskis são usados em todo o mundo para salvar vidas de surfistas, surfe em alto mar e Kayaksurf, também para treinamento e competição em corridas de água plana ou oceano. Eles são mais populares em regiões costeiras mais quentes como Austrália, Califórnia, Havaí e África do Sul.

Paddleboard - As competições com Paddleboard (Prancha de Remada) já existem há anos no exterior. No início, as pranchas eram utilizadas como meio de locomoção dos nativos entre diversas ilhas do arquipélago havaiano. Com o passar do tempo, ele continuou sendo utilizado pelos salva-vidas como equipamento para auxiliar no resgate e hoje é considerado uma modalidade esportiva como surfe, canoagem e etc. Para praticar o Paddleboard, o participante é impulsionado pelo movimento de natação usando os braços enquanto está deitado ou de joelhos em uma prancha específica. Esta modalidade já conta com grandes competições mundiais de curta ou longa distância, que geralmente são realizadas em mar aberto. Travessias entre ilhas ou viagem de uma área costeira para outra são muito comuns.

Natação - A natação existe há milênios, praticada na Grécia Antiga e pelos romanos, entre outros povos, a natação embora popular, demorou muito para se transformar em uma competição organizada, tendo seus estilos se desenvolvendo de diferentes formas ao longo da história. Hoje a natação é a modalidade aquática mais praticada no Brasil. Ela se transformou em diversas modalidades de competição como natação de águas abertas, natação de alto mar, natação de águas livres, natação de longa distância ou natação de fundo a natação de grandes distâncias, realizadas em lagos, rios ou mar aberto. Normalmente toma a forma de travessias ou provas de mar.

Triathlon Waterman - Em alguns países que respiram a cultura da praia, é natural crescer praticando mais de uma modalidade aquática. Super atletas foram surgindo não só com um condicionamento físico incrivelmente bom, mas com um conhecimento técnico e habilidade acima da média.

Disputa

A competição de canoa havaiana (Va’a) será válida para o Brasileiro da CBVAA. As provas terão largada e chegada no Canto do Forte. Os percursos de 15Km e 10Km irão percorrer a extensão da orla da Praia do Forte, com a mais longa raia chegando até a Ilha em frente à Praia do Pontal, já no trecho de Arraial do Cabo. As marcações para todas as modalidades serão sinalizadas com boias específicas.
As disputas de natação em águas abertas tiveram modificações em relação ao planejamento tradicional. A prova longa passou de 3,5 mil para 3 mil metros, atendendo a pedidos oficiais, e será realizada no sábado (3 de junho), após o stand up paddle. Já as provas de 1 mil e de 2 mil metros acontecem no domingo (4 de junho), bem como a de revezamento. A organização do evento informou ainda que estas mudanças já estavam previstas no cronograma, antes do início da abertura das inscrições.
O Stand Up Paddle terá provas de 1, 3, 6 e 9 Km e será disputado em um horário mais cedo que o habitual. A organização decidiu antecipar a modalidade para evitar os ventos fortes típicos do início da manhã. Além das competições por distâncias, na categoria adulto, haverá prova nas categorias Kids (500 metros) e Junior (1 km), todas com trajeto já definido.
A prova de SUP técnico, que vale premiação em dinheiro, só será definida e explicada no dia da largada, pois os ventos e ondas é que vão determinar a posição das boias.
As provas de paddelboard e paddleboard adaptado serão realizadas juntamente com a prova de stand up paddle em longa distância, no sábado, com um percurso de 3 Km. As demais provas não terão grandes novidades, ainda segundo a organização.
_________________
Superintendência de Juventude promove triagem psicológica para alunos de oficinas
Objetivo é criar métodos para avaliar as aptidões dos inscritos
A Superintendência de Juventude promove a partir desta segunda-feira (5) a triagem psicológica para os alunos inscritos nas oficinas oferecidas pela pasta. Com isso, o início das aulas será após o término do procedimento. O objetivo da triagem é criar um método para avaliar as aptidões dos alunos inscritos nas oficinas.
A triagem será feita no prazo de 15 dias por voluntários da superintendência. “Vamos avaliar todos os alunos para podermos fazer um coeficiente e termos um parâmetro de desenvolvimentos das turmas”, explica a superintendente Daphné Libardi.
As triagens vão acontecer no Centro Administrativo de Tamoios, localizado no Shopping UnaPark, em Unamar; e na Secretaria de Turismo, localizada no Terminal dos Transatlânticos, no final da Avenida Assunção . Cada aluno será convocado para o procedimento através de contato telefônico.
Os cursos oferecidos são de dança, violão, artesanato, grafite, teatro, beleza e barbeiro. As atividades são gratuitas e já estão com as inscrições encerradas.  As aulas vão acontecer no Ginásio Alfredo Barreto, no bairro do Portinho e no prédio ao lado do Ginásio Poliesportivo João Augusto Teixeira, em Tamoios.
Ao todo, cerca de 350 alunos fizeram a inscrição nos cursos, deste total, duzentos são de Tamoios. “Nosso objetivo é tirar os jovens da ociosidade e profissionalizá-los para o mercado de trabalho”, afirmou a superintendente.
Outras informações podem ser obtidas através do e-mail ascom.juventude@gmail.com ou pelo telefone (22) 26454202.
___________________
Meio Ambiente promove recolhimento de micro lixo na Praia do Peró neste sábado (03)
Ação acontece em comemoração a Semana Nacional do Meio Ambiente e também em prol do projeto Bandeira Azul
A Coordenadoria de Meio Ambiente promove neste sábado (03) um mutirão de recolhimento de micro lixo na Praia do Peró. A iniciativa acontece em comemoração a Semana Nacional do Meio Ambiente e também em prol da conquista da certificação Bandeira Azul. A ação de limpeza está prevista para começar a partir das 9h.
“Cabo Frio sempre teve sua economia ligada ao aproveitamento de suas belezas naturais, que são suas atrações turísticas. E o projeto Bandeira Azul passa por ações como essa. Preservar e conscientizar, unindo forças com a sociedade, como será esta ação, é o início de uma recuperação plena”, opinou o coordenador Eduardo Pimenta, que acredita na realização de operações desta natureza para manter a integridade da Praia do Peró.
De acordo com especialistas, o micro lixo é o tipo de resíduo mais comum encontrado nas areias das praias. Por ser pequeno, se camufla na areia. É  extremamente perigoso, pois pode ferir os banhistas, além de poluir o meio ambiente. Guimbas de cigarro, tampas de garrafas, argolas de latas, palitos de picolé, palitos de fósforo, canudos, entre outros, são exemplos de micro lixo. A estimativa da Coordenadoria de Meio Ambiente é que o projeto de recolhimento de micro lixo seja expandido para outras praias da cidade.
O recolhimento desses materiais integra a lista de pré-requisitos do programa Bandeira Azul, que Cabo Frio busca a certificação internacional de qualidade para a Praia do Peró. A ação vai envolver estudantes da Universidade Veiga de Almeida, que além de recolher o micro lixo da areia da praia, também vão orientar os banhistas, comerciantes e moradores sobre a importância do recolhimento desse tipo de resíduo.

Ilha do Japonês é precursora da ação de recolhimento de micro lixo

A Ilha do Japonês foi um dos primeiros locais a figurar no roteiro do recolhimento de micro lixo. No início de maio, a Guarda Marítima realizou a limpeza da ilha em comemoração ao Dia do Trabalhador. Na ocasião, também foram recolhidos 250 Kg de lixo normal como pneus, tampos de vasos sanitários, chuveiros, tênis, sandálias de borracha, cadeiras plásticas, entre outros itens.

Campeã brasileira de natação Betina Lorscheitter participa do Aloha Spirit
Além de atletas brasileiros, argentinos também estão na competição disputando o circuito de OC6
 
O mar de águas cristalinas da Praia do Forte vai receber neste fim de semana o Aloha Spirit, o maior festival de esportes aquáticos da América Latina. O evento começa nesta sexta-feira (2) e segue até o próximo domingo (4). Entre os mais de mil competidores desta segunda etapa do festival está a gaúcha e campeã brasileira de natação, Betina Lorscheitter.
Esse é o segundo ano consecutivo que a atleta participa do Aloha. Na etapa que competiu em Ilhabela, no ano passado, ganhou a prova de 3.500 metros. Ela é uma das principais atletas de longas distâncias do Brasil.
Incentivada pelos pais, Betina começou a nadar com 5 anos de idade e nunca mais parou. Apaixonada pelas piscinas e pelo mar, ela foi logo se destacando. Já muito jovem foi campeã Brasileira de piscina na categoria infantil nas provas de 200m e 400m livres, feito que se repetiu em todas as categorias até a fase adulta, quando em 2009 venceu a prova dos 400m livres no Open de Natação. Em 2010, a nadadora decidiu encarar novos desafios: as maratonas aquáticas.
A gaúcha é nadadora profissional e membro da Seleção Brasileira de Maratonas Aquáticas desde 2011, quando disputou pela primeira vez uma das etapas da Copa do Mundo da modalidade. Em busca de crescimento como atleta, ela mudou-se, no mesmo ano, para São Paulo e integrou a equipe do Sport Club Corinthians Paulista, e 2012 a do Clube de Regatas do Flamengo no Rio de Janeiro, para treinar ao lado da atleta olímpica Poliana Okimoto.
O Aloha Spirit tem o apoio da Prefeitura de Cabo Frio, por meio da Secretaria de Turismo.

Mundial de Esportes Aquáticos

Betina Lorscheitter está se preparando pata competir no Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, na Hungria, de 14 a 30 de julho. No mundial serão disputadas as provas de 25, dez e cinco quilômetros, além do revezamento, prova que a atleta irá estrear na competição.
Seguindo o critério estabelecido pela coordenação da modalidade, os atletas brasileiros que garantiram vaga para nadar os dez quilômetros, têm prioridade para disputarem também a etapa de 25 quilômetros. Já o revezamento, será definido pelo chefe de equipe, durante a competição, após avaliação técnica.
A Seleção Brasileira que disputa o Mundial de Esportes Aquáticos, em Budapeste, contará com os atletas Ana Marcela Cunha, Betina Lorscheitter, Viviane Junglbut, Allan do Carmo e Fernando Ponte.

Equipe argentina participa do Ahoha Spirit

A equipe Alekina, da Argentina, está em Cabo Frio e vai disputa da prova de Canoa Havaiana, categoria OC6. As argentinas buscam, não apenas, um lugar no pódio, elas  estão de olho no desempenho das atletas brasileiras que serão suas  principais adversárias da equipe no Sul Americano da categoria, que acontece entre 15 e 18 de novembro em Lima, no Peru.
O leme ficará por conta da Renata Asaro, atleta argentina que vive no Brasil desde o ano 2000. Ela é campeã no Aloha de 2012 do circuito na OC1 e a responsável pelo intercâmbio. Dessa vez a atleta competirá na categoria OC6 no comando das colegas argentinas.
A equipe Alekina recebeu esse nome por significar argentino em havaiano. O time é formado por Andrea Basagaña, Claudia Badano, Erica Sposito e Analía Lescano do Clube Ohana o ke kai, Renata Asaro do Cabo Frio Clube Hui Wa’a e Antonella Fuchs que atualmente está representando Kika Clube Nordelta.
_________________
Charitas recebe exposição "Arte e Cores" neste sábado
Mostra apresenta 23 obras da artista Vilma Guimarães

O Museu José de Dome (Charitas) recebe, neste sábado (3), a exposição de pintura “Artes e Cores” da artista Vilma Guimarães. A mostra apresenta 23 obras com pinturas diversificadas. A abertura acontece às 16h e a entrada é franca.
A exposição apresenta obras de paisagens, casarios florais e natureza morta. A mostra segue até o dia 29 deste mês. Vilma Guimarães já participou de centenas de exposições coletivas e individuais, conquistando vários prêmios nacionais e internacionais.
O Charitas também conta com salas de exposições permanentes com acervos dos artistas de José de Dome, Tiita Machado, Jean Guilaume, Chico Tabibuia e Mudinho, além de salas de exposições temporárias com acervos de artistas locais ou de outras regiões. 
O Charitas está localizado na Avenida Nossa Senhora da Assunção e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, e das 14h às 20h aos sábados, domingos e feriados.
__________________
Secretaria de Assistência Social promove capacitação para equipe técnica dos CRAS
Objetivo é a padronização do PAIF, principal serviço oferecido pelos Centros de Referência
O Departamento de Proteção Social Básica promove nesta sexta-feira (2) um dia intensivo de capacitação para as equipes técnicas dos Centros de Referência de Assistência Social. As coordenadoras, assistentes sociais e psicólogas são orientadas sobre as técnicas de atendimento do PAIF, que é o serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias, principal trabalho social oferecido nos CRAS.
O PAIF tem a finalidade de fortalecer a função protetiva das famílias, prevenir a ruptura dos seus vínculos, promover seu acesso e usufruto de direitos e contribuir na melhoria de sua qualidade de vida e por isso não pode ter falhas.
“Devido às particularidades desse serviço, que é a porta de entrada para o atendimento das famílias nos CRAS, não pode haver falhas. É um serviço normatizado pela Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais e as equipes de referência precisam trabalhar em sintonia”, explicou a psicóloga Gloria Regina Soares, responsável por coordenar o PAIF nos CRAS.
Além das técnicas de atendimento, os participantes vão construir um Plano de Acompanhamento Familiar e formarão grupos de estudo de casos reais, socializando o trabalho em equipe. Segundo a Diretora de Proteção Social básica, Rosana Moreira, esse encontro é uma sequência ao ciclo de capacitações que começou no mês de março.
“Com o aumento das demandas sociais e da fragilidade dos territórios, urge cada vez mais instrumentalizar as equipes que lidam na ponta deste segmento com um atendimento de qualidade à população. Esse é o governo que acreditamos, com garantia de direitos aos cidadãos”, concluiu.
____________________
Programa de Controle de Atividades Poluidoras é reativado na Semana do Meio Ambiente
Ação promove combate à poluição sonora; Coordenadoria retoma outros projetos ambientais
Na Semana do Meio Ambiente, boas notícias vêm da Coordenadoria de Meio Ambiente de Cabo Frio. Uma delas é a reativação do Programa de Controle de Atividades Potencialmente Poluidoras, em que a pasta realiza ações de combate à poluição sonora. A fiscalização é feita através de avaliação sistemática, na qual o controle é baseado em laudos técnicos e equipamentos próprios. Além deste, o objetivo é reativar diversos programas que foram desativados pela gestão anterior. 
O projeto Ecobarreiras prevê a demarcação de áreas de interesse ambiental com as primeiras ações na Praia do Forte, Ilha do Japonês e Praia das Conchas. Serão colocadas cercas com objetivo de permitir a recuperação da vegetação nativa para impedir a passagem de veículos e a realização de atividades indevidas nos locais. Nestas áreas também serão instaladas placas de sinalização com informações sobre a vegetação e sobre as atividades potencialmente identificadas ao ecoturismo. A previsão da Cogema é que o projeto esteja reativado no final do ano.
Na gestão anterior do prefeito Marquinho Mendes (2008-2012) foram contempladas com as ações do projeto as seguintes áreas de interesse ambiental: Praia Rasa, Praia do Foguete e das Dunas, além do Morro do Mico e áreas da APA do Pau-Brasil, onde foram colocados seis quilômetros de Ecobarreiras feitas por escoras de eucalipto tratado.
O programa E-Lixo, que vai promover o recolhimento do lixo eletrônico (pilhas e baterias) e direcionar para uma empresa especializada que o levará a um aterro industrial licenciado, também será reativado até o fim do ano. Em 2012, foram recolhidas 5 toneladas de lixo eletrônico. 

Outros projetos desenvolvidos pela Cogema são: 

Licenciamento Ambiental Municipal

Benefícios para empresários e para toda a população. Este foi o maior destaque da descentralização do licenciamento ambiental, proposto pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro com o objetivo de desburocratizar o processo de licenciamento, que antes exigia que o empreendedor se deslocasse à capital para resolver a situação, além da espera maior pelo tempo de trâmite do documento.
Cabo Frio é uma das cidades mais avançadas na implantação deste procedimento. Tanto que foram realizados cursos com gestores de outros municípios para passar a eles como atender bem à população e realizar o licenciamento de forma correta. Desde que foi implantado, em 2007, o Licenciamento Ambiental Municipal já foi responsável pela liberação de mais de 5 mil licenças, autorizações e certidões em Cabo Frio.
Atualmente, alguns tipos de licenças ambientais estão sendo liberadas em até dois dias, como a poda de árvores. Os pedidos de licença para outras atividades mais complexas, como extração de areia e grandes empreendimentos, passam por avaliação e estudos de impacto ambiental.

Arborização Urbana

A Cogema também vem atuando na arborização de Cabo Frio. Uma delas é a revitalização do Horto Municipal com limpeza, reformas e cuidados específicos às espécies nativas para que o local volte a cumprir a função de abastecer a Prefeitura na reposição e replantio das áreas verdes. Além disso, também está em andamento uma ação de germinação de sementes no Horto. Em breve Cabo Frio vai receber 5 mil mudas para o plantio urbano.

Unidades de Conservação Ambiental

Duas unidades de conservação ambiental foram oficialmente criadas no Governo Marquinho Mendes: o Parque Municipal Dormitório das Garças, cuja principal função ecológica é a preservação do manguezal e de suas espécies naturais, e o Parque Natural Municipal do Mico Leão Dourado, onde predomina o bioma de Mata Atlântica. Atualmente a cidade passou a contar também com o Parque Municipal da Boca da Barra, que engloba a Ilha do Japonês. Ainda fazem parte da lista de Unidades de Conservação em vias de legalização a APA das Dunas, a APA das Falésias da Rasa e o Parque Natural do Rio Gargoá.
Além de todas estas iniciativas, a Coordenadoria de Meio Ambiente realiza ações de recolhimento de lixo, combate a vetores e a remediação do antigo lixão do bairro Maria Joaquina. O local está desativado mas ainda possui lixo aflorado. A Prefeitura adota medidas para limpar o local, bem como para colocação de cercas e cobertura do solo com material bio degradável.
__________________
Guarda Municipal inicia curso de capacitação dos agentes de fiscalização de transporte
Dezoito profissionais vão participar das aulas
A Guarda Civil Municipal realiza na próxima semana um curso de capacitação dos agentes de fiscalização de transporte. O objetivo é a melhoria da prestação de serviços para a população e visitantes da cidade, contribuindo com o crescimento profissional do agente. 
O curso tem carga horária de dez horas. Serão abordadas noções sobre o trabalho do servidor público, do direito administrativo, do poder de polícia e seus atributos, da competência institucional do município, legislação municipal e Código Brasileiro de Trânsito. Dezoito agentes vão participar das aulas.
"Desde o mês de abril, a Guarda vem avançando na capacitação dos agentes, ministrando palestras e promovendo o conhecimento da corporação", afirmou Emmanoel Mônica Mattos, diretor de instrução e ensino.
Os cursos serão ministrados no auditório da Guarda Civil Municipal, localizado na Rua Governador Valadares, no bairro São Cristóvão. A expectativa é que as aulas tenham duração de duas semanas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...