terça-feira, 6 de junho de 2017

CABO FRIO - FIQUE POR DENTRO DAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA

Notícias do dia de nossa cidade - repassadas pela SECOM da prefeitura. Fique por dentro, comente, debata, compartilhe, interaja. Nosso blog é divulgação e interação:

Parque do Mico Leão Dourado reserva beleza exótica em Tamoios
Unidade é uma das últimas remanescentes que abriga o raro Mico Leão Dourado, ameaçado de extinção no Brasil
 

A Área de Proteção Ambiental da Bacia do Rio São João é uma unidade de conservação de uso sustentável, com cerca de 150.373,03 hectares, o que equivale a aproximadamente 1.503,7 km2. Abrange ecossistemas da Mata Atlântica, como a "mata de baixada", mangues e a restinga. Tem como objetivo normatizar o uso da terra na área de ocorrência do mico-leão-dourado.
A área da APA que pertence a Cabo Frio corresponde a 3,54% da área da cidade, e fica em Tamoios. A área da APA também compreende terras de Araruama, Silva Jardim, Casimiro de Abreu, Rio das Ostras, Rio Bonito e Cachoeiras de Macacu.
A APA abriga diversas espécies de animais que estão ameaçados de extinção, como a preguiça de coleira, lobo-guará, gato-maracajá, bagrinho, borboleta da praia, onça parda, além do mico leão dourado, animal símbolo do parque. O mico só existe nessa área do Brasil, não sendo encontrado nem na Floresta Amazônica.
No Parque do Mico Leão Dourado estão sendo feitas diversas ações de preservação do meio ambiente, como a reestruturação e revitalização da área, além de fiscalização intensiva para coibir o desmatamento e a ocupação irregular, fiscalização contra a retirada irregular de areia e a recuperação de áreas públicas invadidas.
A APA da Bacia do Rio São João foi criada em 27 de junho de 2002, com os objetivos básicos e a finalidade de proteger e conservar os mananciais, regular o
uso dos recursos hídricos e o parcelamento do solo, garantindo o uso racional dos recursos naturais e protegendo remanescentes de floresta atlântica e o patrimônio ambiental e cultural da região.
As principais áreas de pesquisa consistem da ecologia dos micos-leões-dourados, incluindo toda a sua dinâmica na paisagem, a questão da fragmentação da mata atlântica, espécies indicadoras e a ictiofauna. Também são realizadas pesquisas sobre a conservação ambiental, turismo, socioeconomia e desenvolvimento sustentável. A bacia do Rio São João é valorizada pela presença de Mata Atlântica.

Parque da Preguiça

O Parque da Preguiça está localizado em um pedaço da Mata Atlântica em Tamoios. São mais de 200 espécies de animais e centenas de árvores diferentes. Um lugar coberto pela natureza utilizado pela comunidade local, embora esteja em área particular.
A área do Parque é de cerca de 1.374.000 metros quadrados, o equivalente a 134 campos de futebol. O Parque é o único remanescente de vegetação de restinga na região de Tamoios, que teve grande parte devastada com a extração ilegal de areia, que é usada na construção civil.

APA’s

Cabo Frio possui diversas áreas de proteção ambiental. A que possui maior representatividade é a APA Pau Brasil, que é uma APA estadual. A cidade também possui o Parque Municipal da Boca da Barra e o Dormitório das Garças, que são áreas de conservação.

O Dormitório das Garças já teve a ordem restabelecida e recebeu neste ano uma sede da Unidade de Policiamento Ambiental, UPAM.  A Coordenadoria de Meio Ambiente está realizando um trabalho de prevenção e utilização dos recursos do Fundo Municipal do Meio Ambiente, além de uma revitalização da área degradada.

FOTOS: Evangelos Pagalidis
________________
Biblioteca Municipal registra cerca de mil visitas no primeiro mês de funcionamento em novo endereço
Além de oferecer empréstimos de livros, local também promove oficinas
       

A nova sede da Biblioteca Municipal Walter Nogueira, no bairro São Cristóvão, registrou cerca de mil visitas, entre leitura, empréstimos e devoluções de livros, no primeiro mês de funcionamento. O local também promove aulas de teatro e TV, saxofone, violão e alongamento dinâmico. O funcionamento é das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.
A nova biblioteca conta com sala de leitura, pesquisa infantil e adulta em dois pavimentos e um anexo. O espaço tem ambiente refrigerado, banheiro, internet e acessibilidade para deficientes físicos. O objetivo da nova sede é atender melhor o público e comportar de forma segura o acervo de cerca de 32 mil livros.
“A nossa biblioteca tem vivido uma nova era com ambiente moderno com internet e proximidade com escolas, faculdades e terminais de ônibus. Temos também maior interatividade com nossos associados pelas redes sociais, além das oficinas que promovemos”, afirmou o diretor da biblioteca, Anderson Macleyves.
A biblioteca também está disponível para abrigar lançamentos de livros com sessão de autógrafos e coquetéis, além de receber visitas escolares. Interessados devem entrar em contato com o número 22-999517331 ou pelo e-mail bibliotecamunicipalwn@gmail.com para solicitar o agendamento. A biblioteca funciona na Avenida América Central, 200, loja 01, em São Cristóvão.
_______________
Vacinação contra a Influenza está disponível para toda população cabo-friense
 Número de doses não será reforçado
 
Por determinação do Ministério da Saúde, a vacinação contra a influenza foi liberada para toda a população.  Apesar dessa nova estratégia, o número de doses enviadas para os municípios não será reforçado.
 Como a cobertura vacinal dos grupos prioritários em Cabo Frio ainda está muito baixa e a meta é vacinar 90% de cada grupo, a superintendente municipal de Vigilância em Saúde de Cabo Frio, Lucy Pires, orientou que a população alvo inicial recorresse às unidades: “É necessário que procurem se imunizar até o dia 9 de junho, a data determinada para o término da campanha, uma vez que são as pessoas mais suscetíveis às complicações graves da gripe”, afirmou a superintendente.
 Ainda de acordo com a superintendente, os grupos que menos se vacinaram foram as crianças, com 24% de cobertura, as gestantes com 27% e as puérperas com 29%. Os profissionais da Saúde com 55% e os idosos com 77%. “A criança precisa de duas doses da vacina com intervalo de 30 dias para completar a vacinação, sendo assim só é computado como vacinada quando ela completa as duas doses”, informou a superintendente.
O público-alvo da campanha são crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade (é necessário apresentar caderneta de vacinação), gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), profissionais da saúde, povos indígenas, professores em atividade, pessoas com 60 anos ou mais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, além de pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independente da idade, mas que tenham prescrição médica.
A vacina é encontrada no Centro de Saúde Oswaldo Cruz, no Braga; Hospital Municipal Otime Cardoso dos Santos, no Jardim Esperança; ESF’s Vila Nova,
Parque Burle, Guarani, Praia do Siqueira, Manoel Correa, Gamboa, Vila do Sol, Jacaré, Monte Alegre, Boca do Mato, Tangará, Samburá; UBS Itajuru e UBS/ESF Peró; PAM de Santo Antônio, Posto de Saúde de Unamar, PS’s Angelim e Botafogo, PSF’s Pacheco/Araçá, São Jacinto, Nova Califórnia, Maria Joaquim.
Guarda realiza treinamento de agentes de trânsito para atuação em Tamoios
Eles são treinados para realizar a travessia de pedestres na Rodovia Amaral Peixoto
A Guarda Civil Municipal está realizou nesta terça-feira (6) um treinamento de agentes de trânsito que estão começando a atuar em Tamoios. O treinamento é aos servidores que passam a trabalhar na travessia de pedestres na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106).
Participaram da ação 10 agentes controladores de trânsito, que começaram ainda nesta terça a trabalhar ao longo da rodovia estadual. A indicação é que os agentes atuem nos locais de maior incidência de pedestres, como em frente à UPA e ao Hospital de Tamoios, no Ginásio Poliesportivo e nas escolas.
De acordo com o diretor de Instrução e Ensino da Guarda, Emmanoel Mattos, o objetivo do treinamento dos controladores de trânsito em Tamoios é atender melhor a população. "Com esses treinamentos viabilizamos a melhor segurança do pedestre e melhor prestação do serviço para a comunidade", disse Emmanoel.
A previsão do diretor é que o treinamento aconteça novamente na próxima semana, para aperfeiçoar o aprendizado.
___________________
Cabo Frio sedia encontros de gestores da Igualdade Racial da Região e promove debates para instituir o Conselho Municipal
Encontros acontecerão na sexta e no sábado, na Casa de Cultura José de Dome

Com o objetivo de instituir o Conselho Municipal da Igualdade Racial, Cabo Frio vai sediar o 1º Ciclo de Debates sobre o tema na próxima sexta feira (9), na Casa de Cultura José de Dome - Charitas, a partir das 18h30. Este será o primeiro encontro para implantação do conselho no município. O Conselho Municipal da Igualdade Racial tem por finalidade colaborar com a SUPIR - Superintendência da Igualdade Racial -  na elaboração e no desenvolvimento de políticas de promoção da igualdade racial com ênfase na população negra e em outros segmentos étnicos da população cabo-friense. O objetivo é combater o racismo, o preconceito, a discriminação e reduzir as desigualdades raciais.
"A discussão da criação do Conselho Municipal de Igualdade Racial será de suma importancia para se estabelecer um plano para nortear as ações do governo municipal na implantação de políticas de inclusão e de combate `a discriminação racial, bem como o racismo institucional" informou o Supervisor Administrativo da SUPIR, Manoel Justino.
Já no sábado (10), a cidade sedia o  III Fórum Regional da Igualdade Racial, a partir das 9 horas, também no Charitas. A Superintendência da Igualdade Racial de Cabo Frio convida os representantes do segmento da Região dos Lagos para o evento. O encontro pretende promover a unificação das políticas de Igualdade Racial na região, além de discutir a proposta para realização de uma Conferência Regional.
Os gestores dos municípios de Cabo Frio, Armação de Búzios, Arraial do Cabo, Iguaba Grande, Araruama, Saquarema e Rio das Ostras estão convidados para o evento.
__________________
“Caravana da Desburocratização” acontece em Cabo Frio nesta quinta-feira (8)
Evento é destinado aos gestores municipais e tem como foco o desenvolvimento econômico local
O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja) promovem nesta quinta-feira (8) a Caravana da Desburocratização em Cabo Frio. O encontro acontece às 10h na sede do Sebrae na cidade. 
O evento é destinado para gestores públicos do município envolvidos no processo de abertura, alteração e baixa de empresas. O objetivo é disseminar a importância de simplificar e automatizar os processos de legalização, com foco nos pequenos negócios, visando o desenvolvimento econômico local.
O prefeito Marquinho Mendes estará presente no evento, junto com representantes das secretarias de Fazenda, Turismo, Controladoria Interna, Meio Ambiente, Procurador e outros.
A Caravana da Desburocratização visa gerar facilidade, segurança e agilidade para o poder público e para o cidadão empreendedor, com redução da informalidade e dos custos sociais e econômicos, além da eliminação da burocracia no processo do registro e legalização de empresas.
__________________
Secretaria de Turismo e Coordenadoria do Meio Ambiente cumprem requisitos do selo Bandeira Azul
Praia do Peró passa por ações de adequação ao programa
Cabo Frio está na rota para conquistar a Bandeira Azul, que é um certificado internacional de qualidade ambiental. A Praia do Peró, famosa por suas águas limpas e azuis, está na lista de espera para receber a honraria. Para isso a Secretaria de Turismo e a Coordenadoria de Meio Ambiente não estão medindo esforços para que a praia seja reconhecida internacionalmente por suas qualidades naturais.
Para receber a certificação é necessário atender as exigências de concessão do selo, que precisam ser aprovadas por um júri nacional e por outro internacional. Essas são as ações que estão sendo desenvolvidas para a Praia do Peró receber a certificação da Bandeira Azul:
Instalação de novas lixeiras sustentáveis e placas educativas que pedem aos banhistas que não deixem lixo na areia, além de melhorias no sistema de iluminação da praia que está ganhando um novo esquema de trânsito, para facilitar o escoamento do trafego. 
"Vamos conquistar nosso selo Bandeira Azul e seremos modelo para outras praias do Brasil. Tenho certeza disso. O Peró é um grande destino turístico e sustentável", afirmou a secretária de Turismo de Cabo Frio, Fabíola Bleicker.

Entenda o Programa Bandeira Azul

O Programa Bandeira Azul é o maior e mais antigo selo ambiental para praias e marinas no mundo, com atualmente 49 países que participam do programa. Chancelado pela FEE – Foundation for Environmental Education – o programa é operado no Brasil pelo Instituto Ambientes em Rede (IAR), com sede em Florianópolis, Santa Catarina.
O projeto é considerado uma importante ferramenta de trabalho para o planejamento e ordenamento da nossa região. Os esforços pela obtenção do selo “Bandeira Azul” representam uma forma de promover a cidade, colocando-a na rota internacional do turismo, sobretudo o europeu, onde a certificação é bastante conhecida e conceituada. A qualificação é usada por estes turistas como referência na hora de escolher o destino.
O principal objetivo do programa é elevar o grau de participação e, consequentemente, de conscientização da sociedade e dos gestores públicos quanto à necessidade de proteção dos ambientes marinho, costeiro e lacustre. A proposta é incentivar a realização de ações que conduzam à resolução dos problemas existentes na busca da qualidade e da proteção ambiental. Os critérios de avaliação para que uma praia ou marina sejam certificadas como Bandeira Azul são divididos em quatro grupos:

1) Educação e Informação Ambiental: o local deve conter sinalização ambiental, informações sobre as atividades de educação ambiental e as normas de conduta na praia ou marina;

2) Qualidade da água: uma praia com Bandeira Azul significa que a água de banho é monitorada em relação a diversos parâmetros (bactérias, coliformes fecais, acidez, óleos e graxas, resíduos sólidos flutuantes, transparência, cor), ou seja, deve ser balneável, além de ter plano de emergência em caso de acidentes;

3) Gestão ambiental: os usuários da praia, incluindo gestores públicos, associações de moradores, de comerciantes, de pescadores e qualquer grupo que participe ativamente da praia, devem fazer parte do Comitê Gestor da praia. Questões como ordenamento, preservação de ecossistemas sensíveis, gestão do lixo e saneamento, acessos à praia, estacionamento, sanitários públicos, entre outros, devem ser abordados pelo Comitê Gestor;

4) Segurança e serviços: trata da infraestrutura e serviços que a praia deve oferecer, como chuveiros, banheiros, guarda-vidas, equipamentos de salvamento e primeiros socorros, plano de emergência contra riscos externos, gestão de conflitos, normas de conduta de utilização da praia, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...