Pular para o conteúdo principal

CAFÉ CULTURAL EM SÃO PEDRO DA ALDEIA ABRE O OUTUBRO ROSA


48 artistas da Região da Costa do Sol apresentam suas artes em torno do tema “Entrelaços”

Com entrada franca, a IV Edição do Café Cultural inova mais uma vez e reúne 48 talentosos artistas de Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Rio das Ostras, Arraial do Cabo, Araruama e Armação dos Búzios. A programação promete momentos inesquecíveis. A festa multicultural acontecerá no dia 4 de outubro, das 18h às 22h, na Cafeteria Piazza Navona, em São Pedro da Aldeia (Loja Havan).

De múltiplos sentidos, o tema escolhido foi “Entrelaços”. Como bem explica o empresário Francisco Carlos, “são laços de vida, de amizade, do entendimento do homem sobre a mulher, da mulher sobre o homem, do presente com o passado. Da preocupação com o outro. Do entendimento coletivo, dos laços que nos unem a outros”. A “festa multifacetada” é comandada pela jornalista e comunicadora Iva Maria.

O Café Cultural entrelaça gerações e oferece apresentações musicais com o professor multi-instrumentista Celso Cordeiro, o harmonicista (gaitista) Wilson Mendonça e a estudante de violino Maria Alice. A parte poética fica por conta de Elvira Barroso, José Antônio Mendes e o repentista Cláudio Washington. Durante o evento, acontecerá simultaneamente noite de autógrafos com lançamento de livros dos escritores Meri Damaceno, Luciana Branco, Jaqueline Brum, Monica Cabral e Vera Lilian O ator e diretor Yuri Vasconcellos apresenta o esquete “Causos de Cabo Frio” e tem ainda contação de história para adultos com Rosana Andréia e artistas pintando ao vivo.

O Stúdio Fama apresentará o número de Jazz “Telegrama”, com a participação de 10 bailarinas; e o Genesis Fam, Grupo de Dança Urbana, composto por 13 dançarinos, apresentará a coreografia “Felling”. O professor de dança Khristian Giovanney e a dançarina Rebeca Mello vão explorar temas variados da dança de salão. O evento contará ainda com exposições de fotografias de Paulo César Albuquerque; de artesanato com Eliane Guedes, Cristina Moraes, Leomar Cortez e Júnior Cruz; com esculturas de J. C. Moraes; e artes plásticas com Deborah Carmo de Mello, Maria Sofia, Franciscone Fonseca de Araújo e Noédia Eler de Oliveira.

Todos entrelaçados pela cultura. Momentos de saudação à vida, ao amor, à alegria e à amizade. Afinal, todos nós estamos entrelaçados na teia da vida. A entrada é franca, mas quem desejar poderá levar um litro de leite ou uma lata de leite em pó a ser entregue à AAMA - Amigas da Mama de Cabo Frio, que estará presente no evento iniciando a campanha do “Outubro Rosa”. Nada melhor que entrelaçar essa causa com um delicioso café e muito papo do bem! A Cafeteria Piazza Navona está instalada na Loja Havan, Rodovia RJ-140, Km 5, Campo Redondo - São Pedro da Aldeia.

Iva Maria M. de Carvalhaes
(22) 999083807 (telzap)
Redação: Iva Maria e Sylvia Maria

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto.
A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos problemas …

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice, não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste, lame…

POESIA "COM LU", DE HAIRON HERBERT DE FREITAS

Linda, maravilhosa poesia!!

Com Lú
O amor não acaba, o amor só aumenta. Experimente uma frase, Espere mais e comente.
Seja velho, seja jovem, Esqueça o tempo que passou. O momento é agora, Aproveite tudo com amor.
Não chore, não clame, Seja firme, seja honesto. Não viva mau seus sentimentos, Aos restos estranhos, acalento.
Contudo o amor revigora, Mesmo no atrapalho da hora, Volta sempre sem demora.
O amor é sem fim, É eterno em mim, Consciente estou, Quando estou com amor.
Hairon H. de Freitas 15/7/2019