terça-feira, 5 de dezembro de 2017

CONSIDERAÇÕES SOBRE A OPERAÇÃO "BASURA"


Hoje nossa cidade amanheceu com a notícia da operação "Basura" ("lixo", em espanhol), da Polícia Federal, quando foram presas quatro pessoas acusadas de crimes de lavagem de dinheiro, delitos contra a administração pública e peculato praticados desde janeiro de 2017 através da COMSERCAF, e também cumpridos 39 mandados de busca e apreensão. Além disso, o prefeito Marcos da Rocha Mendes (PMDB), foi intimado a depor na condição de testemunha, assim como outras 15 pessoas.

A denúncia foi feita pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, que atua na operação através do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPRJ) (fonte das informações: https://g1.globo.com/rj/regiao-dos-lagos/noticia/policia-cumpre-mandados-de-prisao-por-crimes-contra-a-administracao-publica-em-cabo-frio-no-rj.ghtml)
Mais detalhes da operação podem ser encontrados nos mais diversos sites da imprensa brasileira.

É muito saudável ver as operações de "limpeza" da Polícia Federal, que merece nossos aplausos por isso, porém é triste ver mais uma prova de que o "vírus" da corrupção está instalado de forma geral no país. Virou um modus operandi natural e comum da política, especialmente da política do PMDB. Há poucos dias tivemos a prisão dos três manda-chuvas da corrupção no estado do RJ, vemos todos os dias um presidente da república que não cansa de praticar os mais podres atos de forma notória em busca da aprovação de suas reformas, como compra de votos, gasto de verba pública em jantares vergonhosos com parlamentares para costurar acordos e barganhas em troca de votos, rasgando a Constituição Federal em relação à autonomia dos poderes, um governo que se diz sem recursos, mas que disponibiliza bilhões para prefeituras em busca de apoio. E agora vemos que em nossa cidade também incorporaram essa politicagem sórdida dos colegas de partido citados. 

Aqui em Cabo Frio foram descobertos, somente até agora nesta operação, 40 milhões de reais desviados dos cofres públicos e 60 milhões de reais desviados em contratos ilegais para a coleta de lixo, locações de veículos e limpeza pública. A coleta de lixo mais cara do Brasil acontecendo em uma cidade que, pelo valor que paga pelo serviço, não deveria ter nenhum lixo e entulho pelas ruas. Pela verba que recebe a COMSERCAF, a cidade não deveria ter bueiros abertos, locais com falta de iluminação, ruas com verdadeiras crateras, era pra ser uma cidade de primeira em infraestrutura. Isso sem falar na dificuldade constante para pagar salários e realizar outros investimentos na cidade. Com tanto recurso financeiro, ainda mais considerando o aumento que teve a arrecadação deste ano, era para estarmos vivenciando um quadro de tão triste abandono?

A raiz de tudo isso está na ganância destes que agora são denunciados por engrossarem aqui no município os ramos da corrupção podre que, com suas quadrilhas, destruiu o estado, segue  destruindo o país e arruinando o município.

Triste também é ver que a Polícia Federal segue fazendo seu trabalho, muito bem feito por sinal, mas que depois, lá na frente, vem o judiciário mor salvar os privilegiados através de suas velhas e conhecidas manobras. Mas não deixa de ser um avanço saber que ainda há órgãos que funcionam, que apuram e colocam toda a sujeira pra fora. Só nos resta torcer para que um dia haja, quem sabe, alguma atitude de controle e defesa que possibilite que tenhamos ao fim devidamente os julgados e condenados, e quem sabe ainda seja possível recuperar os recursos desviados.

Luciana G. Rugani

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...