sábado, 14 de outubro de 2017

SARAU CULTURAL DA CASA DI GAYA

Aconteceu ontem na Guesthouse Casa di Gaya o segundo Sarau Cultural di Gaya.

Trata-se de um projeto idealizado por mim e por Marta Rocha (proprietária da Guesthouse) que tem por missão:

- promover, através da arte, uma forma mais ampla de percepção da vida, um olhar que valorize além do mero valor material, que saiba perceber a riqueza de uma história; a beleza majestosa da natureza; o valor único, a essência divina, que há em cada ser vivo de Gaia, nossa mãe Terra;

- incentivar cada participante a expressar suas criações artísticas de quaisquer modalidades;

- realizar saraus periódicos como forma de manter uma continuidade na sintonia com a poesia, literatura e outras formas de arte;

- divulgar o conhecimento e a informação sobre a vida e o trabalho de poetas e escritores brasileiros.

O projeto nasceu sob inspiração do "Flores Literárias", idealizado pelas escritoras Jaqueline Brum e Andréa Rezende, sobre o qual já falamos neste blog (clique aqui para conhecer).

Jaqueline e Andréa foram homenageadas nessa segunda edição do Sarau Cultural di Gaya, assim como foi também o pintor João Fontenelle, que pinta maravilhosos quadros com os pés. 

Pensando em divulgar poetas e escritores brasileiros, em cada sarau é escolhido um nome para ser o tema central. Desta vez o eleito foi Francisco de Paula Brito (1809-1861). 

Conhecido como Paula Brito, ele, que também era editor, foi quem editou o livro "O Filho do Pescador", do grande escritor cabo-friense Teixeira e Sousa, em 1843.

Foi uma noite muito agradável. Além de cultura, poesia e arte, tivemos deliciosos quitutes, vinho e outras comidinhas. 

Abaixo seguem fotos do evento:


 



   













 


 

Luciana G. Rugani

POESIA: HOMENAGEM A DUAS LINDAS FLORES

por Luciana G. Rugani - esta poesia fiz em homenagem às escritores, poetisas e professoras Jaqueline Brum e Andréa Rezende (respectivamente Flor do Pau-brasil e Flor do Ipê, na Antologia do grupo Flores Literárias) pelo belo trabalho que realizam divulgando a literatura como uma forma de arte aberta a todos os que se interessam em expressar na forma literária o amor, a paz e bons sentimentos em geral, muitas vezes perdidos pela aridez de nossa vida diária.

Quando deixamos falar o nosso lado artístico, esse lado que resgata os sentimentos e valores que costumam ficar perdidos pelo caminho, ganhamos uma visão mais ampla e uma percepção mais profunda dos fatos ao nosso redor.

Obrigada Jaqueline e Andréa pelo sentimento de carinho e acolhimento com que recebem a todos no Flores Literárias, ajudando-nos a resgatar o que há de melhor em nós.



Homenagem a duas lindas flores



Duas flores

Duas lindas flores,

Flor do Ipê e flor do Pau-Brasil,

Que com beleza, ternura e carinho,

Resolveram criar um jardim!

Um jardim colorido,

Com flores de todos os tipos,

Rico em variedade de ideias,

De sentimentos,

De arte.

Lançam suas sementes

Propagam amor,

Cultura,

Virtudes.

Despertam mentes adormecidas

E semeiam a beleza da poesia

Em corações antes desertos.

Inspiram iniciativas,

Projetos,

O saber acessível a todos.

São assim essas duas flores,

Que me trouxeram de volta à poesia.

A elas minha gratidão,

Minha amizade

e todo meu carinho.



Luciana Gonçalves Rugani, 13/10/17
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...