terça-feira, 3 de abril de 2018

SÉRIE: DESENVOLVIMENTO DE CABO FRIO ATRAVÉS DAS REALIZAÇÕES DO PREFEITO ALAIR CORRÊA - HISTÓRIAS E REGISTROS I

"Minha terra, onde o vento sopra como música que encanta e anuncia paz!
Lembro-me quando criança da época das muitas casuarinas, coqueiros, cajueiros e pitangueiras que, em pontos diferentes, coloriam nossa beira de orlas. Hoje não temos mais essa flora, mas nossa praia continua exuberante, encantadora, maravilhosa, conquistando seus adeptos que por ela se apaixonam"
Alair Corrêa



TERMINAL DE BARCOS DE TURISMO

"Este é o terminal de barcos de turismo construído em minha segunda gestão da década de 90. Há quase um século o transporte de Cabo Frio para o Niterói era feito de barcos e trem. Daqui até Iguaba, o transporte era feito de barca, de lá ate Neves, em Niterói, era feito de trem. Com o fim do transporte de barca na década de 40, o terminal que ficava na praça Pedro II em frente a antiga Caça e Pesca passou a ser o Mercado de Peixe Municipal que funcionou até 1970, quando foi autorizada a construção de um posto de gasolina da Petrobrás e o Terminal foi demolido. Em 1998, já como prefeito novamente, demolimos esse posto da Petrobras e construímos uma orla que demos o nome de Av. dos Pescadores. Em 2002, voltando à prefeitura pela terceira vez, novamente mudamos a orla transformando-a, a partir daí, em Boulevard Canal. Para valorizar ainda mais o novo point, peguei uma foto da antiga estação de barcos, que havia virado mercado de Peixe e depois demolido, e passei-a para o Arquiteto Dr. Aristarco Aciolle pedindo que fizesse um projeto obedecendo em 100% o que fora demolido em 1970, para que construíssemos no Boulevard. Assim foi feito! Construímos uma cópia exata com um excelente trabalho do Aristarco, um novo terminal para barcos de turismo! Um presente à cidade entregue no meu terceiro mandato. Homenageamos ainda o campeão cabofriense de pesca submarina Cadocha, que substituiu o marlin de ouro, tornando nossa obra muito mais bonita" (Alair Corrêa).


 
"O MIRANTE DO ARPOADOR E SUA HISTÓRIA NOS 500 ANOS DA TERRA CABOFRIENSE!
Em 1503, chegava à nossa terra o seu descobridor, Constantino de Menelau. Quis Deus que 500 anos depois, no ano de 2003, eu tivesse a honra de estar governando-a e fazendo a festa do quinto centenário de seu descobrimento. Em comemoração à data, construímos o novo MIRANTE DO ARPOADOR!
Desde o descobrimento, o arpoador sempre foi local estratégico na defesa da Lagoa de Araruama, visto que o Canal do Itajuru é a única entrada e saída das águas, assim como das embarcações, desta que é a maior laguna de água salgada do Brasil. O Forte São Matheus, ao lado, com seu amplo alcance e visão do oceano, nos protegia dos inimigos estrangeiros, enquanto que do arpoador era feito  o controle das embarcações menores e dos navios EVA, LEÃO, TAMOIOS e outros do mesmo porte que transportavam nosso sal para os portos do Brasil afora. Nas ocasiões de grandes ressacas e mar tempestuoso, o arpoador tornava-se ainda mais importante para a entrada dos navios.
Ficou marcada em nossa história a maior de todas as ressacas, em 1953, quando ninguém conseguia entrar no Canal do Itajuru, mas O NAVIO TAMOIO conseguiu e, em meio ao desespero de todos, vieram os gritos de viva e palmas quando o comandante IRINEU DE FIGUEIREDO, praticamente tirando o navio de cima das rochas, passou a salvo em frente aos que, sobre o mirante, buscavam orientá-lo. Mestre Irineu, como era conhecido, faleceu há algum tempo. Além de embarcadiço, foi também venerável da principal loja maçônica da cidade por muitos anos.
A festa de inauguração do mirante foi fantástica! Realizamos uma encenação mostrando como foi a chegada das naus portuguesas recebida pelos índios Tamoios e Tupis, habitantes da terra. Foi o maior teatro já montado ao ar livre em nossa cidade, com a participação de centenas de pessoas, barcos a vela, etc. Todos do grande elenco com roupas e objetos caracterizados para a época do descobrimento, uma inesquecível festa da qual me orgulho muito por tê-la realizado. Creio que foi um dos mais belos momentos de minha passagem como prefeito nesses 18 anos de mandatos.
A HISTÓRIA SE REPETIU, 500 ANOS DEPOIS!" (Alair Corrêa)

Luciana G. Rugani

Um comentário:

  1. As obras do meu inesquecível Alair Correia são de suma importância.
    Pensar em Cabo Frio,essa Maravilha de cidade, nos remete a Alair.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...