Pular para o conteúdo principal

ALAIR CORRÊA: MAIS UM POUCO SOBRE SUAS REALIZAÇÕES


Sou entusiasta da história de Alair Corrêa e gosto de registrar suas realizações porque elas fazem parte da história de Cabo Frio. Qualquer um que for estudar o desenvolvimento da cidade necessariamente terá que passar pelo trabalho realizado por Alair em seus mandatos de prefeito. 

Alair Corrêa foi o prefeito que mais realizou pela cidade, dotando-a de toda infraestrutura necessária para que ela se tornasse referência no turismo nacional e internacional. Entre todos os prefeitos que passaram pela cidade em 100 anos, ele foi o que fez 70% (setenta por cento) de toda a pavimentação e manilhamento da cidade e 80% de todas as obras existentes.

Ao assumir a prefeitura em 1997, ele recebeu a missão de não apenas governar a cidade, mas de transformá-la numa potência turística. Assim, algumas atitudes precisavam ser tomadas, pois apenas 1/3 da cidade fora pavimentada nos últimos 100 anos. Havia um desafio pela frente: romper essa barreira. Como trazer turistas para uma cidade que não era saneada? A cidade era pavimentada somente até a Vila Nova, o restante não tinha manilhamento, pavimentação, iluminação. Além disso, havia 4 grandes valões abertos, local de despejos de animais mortos e desmonte de carros. Alair saneou, pavimentou, iluminou e construiu galerias nos valões dos bairros Algodoal, na Vila Nova, Braga, Célula Mater, Manoel Corrêa, Náutilos, Recanto das Dunas, Vila do Sol, Foguete, Caiçara II, Parque Burle, Jardim Olinda, Praia do Siqueira, Palmeiras, Excelsior, Portinho, Palmeiras II, Ogiva, Peró, Jacaré, além de todos os bairros do Grande Jardim Esperança e de Tamoios. Assim foram pavimentados e saneados 70% do município, tornando a cidade apta a receber os turistas.

Cabo Frio tornou-se a cidade mais limpa do Brasil com a implantação do sistema de setorização cromática que muito auxiliava na fiscalização da limpeza da cidade. Foram construídos o aeroporto internacional, duas novas entradas para a cidade e um terminal para receber os turistas dos transatlânticos. Foram criados o Boulevard Canal e o Shopping dos Biquínis e construídos a ponte Márcio Corrêa, o teatro municipal, o ginásio poliesportivo, a nova prefeitura, o novo fórum, a Praça das Águas, os quiosques nas orlas da Praia do Forte, das Palmeiras, do Peró, da Praia do Siqueira e de Tamoios. Construiu todas as orlas, o Hospital da Mulher, Hospital HCE, Hospital do Jardim Esperança e de Tamoios. Por toda a transformação realizada na cidade, recebeu o título de "O Prefeito que mudou Cabo Frio".

Em Tamoios: construção da primeira e única escola para o ensino médio de Tamoios onde estudam 4.000 alunos, a Escola Marly Cappi; construção do Hospital Municipal de Tamoios; 6km de orla com pavimentação, iluminação, 24 km de calçadas e quiosques; construção da escola Alita do Vale; pavimentação da rodovia para o Califórnia 6km; construção da Escola de Ensino Fundamental Professora Lucileia; ônibus azulzinho com transporte gratuito para a população inteira; construção da Quinta Avenida; pavimentação da Avenida Rio de Janeiro, Ruas Bangu, Cabo Frio e outras com quase 1 km de extensão cada uma; construção da Rodovia Ambiental das Pacas; projeto e construção da Quinta Avenida; ônibus gratuito para todos os universitários; pavimentação de todas as ruas entre a rodovia e a praia; pavimentação da beira rio; iluminação em super postes por todos os 8 km de rodovia; pavimentação de dezenas de ruas; saneamento e pavimentação em bloquetes de todo o bairro Centro Hípico; 68 ruas de paviess, e outras obras.

A revista abaixo foi lançada em 2004 e contém grande parte, não todas, das realizações de Alair como prefeito. Vale dizer que, de lá pra cá, houve muitas outras realizações que dariam, certamente, outro volume de revista. A leitura pode ser feita descendo a barra lateral.

Conheçam um pouco mais sobre essa história linda de muito trabalho e construção de uma cidade:
Luciana G. Rugani

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto. A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos

TEXTO EXCELENTE SOBRE RESILIÊNCIA

Como se forma um gênio como o escultor Auguste Rodin?   por Regis Mesquita   Blog www.psicologiaracional.com.br Em 1840 nasceu um gênio chamado Auguste Rodin? Não, ele se tornou um gênio , nasceu com potencialidades, vocações e plano de vida. A sua genialidade foi o fruto final de um longo processo de estudos, tentativas, erros, treinamentos, aprimoramentos, fracassos. Para cada obra bem feita, ele deve ter tido pelo menos uns 400 fracassos. Olhando pelo lado da proporção, o genial Rodin foi um fracassado. O pior vem agora: para cada obra Genial, para cada "obra prima", ele deve ter tido pelo menos uns mil fracassos (obviamente, estes números são projeções minhas). Rodin era pobre, foi rejeitado três vezes ao tentar entrar em escolas de artes. Mas, ele tinha uma arma infalível: ele brincava com a arte. Em nossa sociedade nós dizemos: "isto não é brincadeira, vamos fazer as coisas com seriedade. Se seguisse este preceito, Rodin teria si

PARA HENRY BOREL

Não mais o riso fácil de criança! Os bonecos a lutar, Impulsionados por frágeis mãozinhas, Agora estão inertes Como inerte está  O seu corpinho sofrido. Não mais a alegria E o gosto da liberdade Dos dias fora do calabouço, O seu cárcere de dor. Quantos gritos mudos Em abraços silenciosos. Quantas dores caladas Gritadas em olhar de pavor. Quantos pedidos no choro fácil, No rostinho escondido no ombro No colo de sua algoz. Uma criança somente, E somente só. Única! Seu riso só seu, Seu olhar, sua identidade. Sua voz, seu abraço Únicos! Sua voz agora é silêncio, A mesma voz  Que animava brinquedos A mesma voz  Que implorava socorro na fala curta. Pai, me deixa ficar contigo! A luz aqui Pra sempre se apaga. Ficarão a saudade, E consciências sem paz. Mas a luz vive além Resplandece linda entre anjos. O anjo venceu o leão da arena E em outras esferas foi sorrir, Foi brincar, Foi viver. Liberto está, Para sempre, Das mãos frias de duros golpes, Dos abraços fortes de ódio E da tortura, Que dói