Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 25, 2019

POESIA: MINHA MORADA

MINHA MORADA
Cabo Frio! Meu coração pousou nesta terra. Escolhi o Braga para morar, e assim ficar, entre a lagoa e o mar. À minha frente, as dunas cujo branco, em noites de lua, É como um claro farol Que ilumina a escuridão da noite, e a escuridão das almas. Às minhas costas, o Forte São Matheus antes, defesa contra piratas do pau Brasil hoje, fortaleza de sonhos, fonte de inspiração dos poetas apaixonados.
Dupla autoria - poesia a quatro mãos Por: ALAIR CORRÊA e LUCIANA G. RUGANI (AFC/LGR)