Pular para o conteúdo principal

ATUALIZAÇÃO DO ARTIGO "ALAIR CORRÊA, UM POLÍTICO DE DESTAQUE", PUBLICADO ORIGINALMENTE EM 2011



ATUALIZAÇÃO DO ARTIGO "ALAIR CORRÊA, UM POLÍTICO DE DESTAQUE", publicado neste blog em 18/10/11 e lido em sessão ordinária da Câmara Municipal de Cabo Frio em 25/10/11.

A atualização deste artigo faz-se necessária porque a história de um político como Alair Corrêa é dinâmica, viva, plena de fatos que a incrementam como experiências adquiridas. O político ativo, corajoso e inteligente vive seu tempo, independente de ser ele um tempo bom ou ruim, ele simplesmente vive, enfrenta e consegue extrair de cada experiência o aprendizado necessário ao seu engrandecimento enquanto ser humano e enquanto homem público. Ele se refaz e se aprimora a cada tempo vivido. Nesse contexto, necessário se faz reescrever este artigo que, de forma despretensiosa, busca apresentar um pouco sobre este político de personalidade marcante e nome ímpar no que se refere ao desenvolvimento de Cabo Frio. 
Alair tornou-se conhecido nacionalmente por, em poucos anos, conseguir gerar um desenvolvimento e transformação grandiosos na cidade de Cabo Frio. A cidade só ganhou destaque nacional, e até internacional, devido ao seu trabalho como prefeito. Revitalizou espaços, construiu novas praças, avenidas, ruas, pontes, escolas e hospitais; urbanizou bairros inteiros; construiu terminal para transatlânticos; aeroporto; instituiu o sistema de limpeza urbana por setorização cromática, o que levou a cidade a ser reconhecida como a mais limpa do Brasil; investiu na guarda municipal que, além de proteção do patrimônio do município e controle do trânsito, também auxiliava e muito na proteção ambiental e segurança pública; entre tantas outras realizações que não citarei aqui pela extensão de detalhes. Cabo Frio tornou-se praticamente outra cidade no seu governo. São cinquenta anos de vida pública! Oito diplomas: dois de vereador, quatro de prefeito e dois de deputado estadual. É muito tempo dedicado à vida pública, muito trabalho realizado e também muitas benfeitorias conquistadas para a cidade. Por todo o trabalho que realizou, tornou-se conhecido em todo o país, tendo sido eleito, em pesquisa realizada no ano 2000 pela revista Isto é, como um dos melhores prefeitos do Brasil. Com uma postura empreendedora, nunca se deixou intimidar pelas dificuldades do caminho. 
Filho de sindicalista ativo, desde garoto vendo seu pai participar de movimentos populares, aprendeu a ser também um lutador, alguém que sabe reivindicar e ir atrás do que deseja, sem desanimar. Aos oito anos de idade, começou suas experiências no meio comercial através do seu primeiro emprego, trabalhando na contagem do sal para exportação. Ajudava também na venda de seu pai, quando, por ser muito pequeno, precisava subir em um caixotinho para atender às pessoas no balcão. A partir daí, não parou mais. Durante toda sua vida esteve sempre à frente de negócios e empresas diversas. Desde criança, teve moldado seu espírito empreendedor. Tornou-se um empresário de visão e sempre pronto a trabalhar novas e promissoras ideias de sucesso. 
Como empresário, Alair começou sua trajetória em 1974, ao fundar, junto ao amigo Stélio Elbayne, a empresa Costa Azul, a maior em administração de imóveis e condomínios na década de 80. Criou o Shopping das Carnes, foi distribuidor, em toda a Costa do Sol, das bebidas Skinkariol. Na década de 90, foi fundador da maior criação de suínos da Região dos Lagos. Criou a Avestrucenter (maior criação de avestruz do Rio de Janeiro). Criou a empresa de microfilmes para arquivos, pioneira no estado, a "Leão Microfilmagens" (o nome foi uma homenagem ao irmão Leão, já falecido). Por último, há 12 anos idealizou e construiu o primeiro grande parque Aquático, o Riala, o único parque construído no antigo RJ.
É de perfil realizador, gosta de construir, mas também de propor e debater projetos. Tem espírito de liderança e, justamente por isso, teve também uma boa atuação enquanto deputado estadual, principalmente no primeiro mandato, quando tornou-se líder da maioria e líder do governo, conquistando muitas realizações para o estado do Rio de Janeiro. Em 2008, concorreu novamente à prefeitura de Cabo Frio. Apesar de manter-se líder nas pesquisas de intenção de voto, não foi o vencedor do pleito, perdendo por 14 mil votos. Foi uma eleição suspeita de irregularidades. O juiz eleitoral de Cabo Frio chegou a publicar edital dando posse a Alair, mas seu adversário conseguiu medida liminar no TRE-RJ garantindo posse como primeiro colocado. O governo de seu adversário, apesar de ter acontecido durante o período de maior arrecadação da história dos royalties, deixou muito a desejar. Foi vazio de realizações, porém não faltaram armadilhas políticas. No último ano de governo, em 2012, seu adversário aprova um plano de carreira para os servidores (o PCCR) muito além da capacidade financeira da cidade. Ninguém pode negar que um plano de carreira é uma conquista muito positiva e essencial para o bom andamento da máquina administrativa, porém não pode e não deve nunca ser utilizado como instrumento de manipulação com interesses politiqueiros. E foi o que aconteceu! Sabedor de que a capacidade financeira do município não suportava a aplicação de uma vez só do plano por inteiro, ainda assim seu adversário o aprovou, porém não pagou os encargos daí resultantes. Aprovou o plano, porém com prazo para início de pagamento no próximo governo, que ele já imaginava ser de Alair Corrêa, devido ao seu crescimento exponencial nas pesquisas. Usou o plano como forma de enganar os servidores quanto à capacidade da prefeitura de efetivamente realizá-lo. Assim, Alair, até então candidato nas eleições que se aproximavam, sofreu enorme pressão dos servidores para que assinasse o compromisso de pagar o plano, caso eleito fosse. E assim foi feito. Alair venceu as eleições de 2012, tornou-se prefeito pela quarta vez assumindo uma despesa bastante além do que o município poderia arcar, armadilha perigosa de seu adversário. Mas Alair já era um bom conhecedor da máquina pública. Saberia reorganizar as despesas para se adequar à existência do plano. No entanto, nem ele nem ninguém imaginava o que estava por vir em nosso país e, especialmente para as cidades recebedoras de royalties... 
Alair inicia seu mandato em 2013 e cumpre sua promessa de pagar os encargos resultantes do PCCR. Mesmo com as dificuldades que daí resultaram, ele segue sua administração e consegue fazer várias obras. Urbanizou 128 ruas em Tamoios, com blocos intertravados para evitar alagamentos e enchentes; em cumprimento a determinação do Ministério Público para que houvesse a reorganização dos quiosques da Praia do Forte, ele não somente organiza, como também constrói a nova orla da praia, que chegou a ser definida por turistas como uma das mais lindas do Brasil. Nela constrói novos quiosques, nova pista de skate em substituição à anterior que já estava com trincas e não correspondia adequadamente aos quesitos para a prática do esporte. A nova pista foi feita de acordo com instruções dos próprios esportistas e seguindo todos os padrões internacionais. Na nova orla, constrói também a nova Praça das Águas, com iluminação colorida e pinturas em 3D. A praça foi indicada em vários sites de turismo do país como um ponto turístico diferenciado que valia a pena conhecer. Reformou o shopping da Gamboa, o Boulevard Canal, implantou vários projetos, como o "Praia Acessível", que garantia a acessibilidade das pessoas com deficiência nas praias, efetuou o pagamento do projeto cultural PROEDI, deu início ao processo de obtenção da Bandeira Azul, na Praia do Peró, entre muitas outras realizações. Mas, a partir de 2015, a arrecadação dos royalties começou a despencar mês a mês devido à crise nacional que se abateu no país e, em especial, à crise da queda do preço do petróleo. Enfrentou, até o fim do seu mandato, a mais grave crise de arrecadação de royalties da história da cidade. Foi o período mais difícil de toda sua história! Terminou o governo com problemas no pagamento de servidores, porém conseguiu segurar as rédeas da economia sem permitir que a cidade perdesse suas conquistas, como escolas e hospitais. Foi um guerreiro, sem dúvida nenhuma. Acompanhei dia a dia sua luta e vi de perto o tanto que sofria com as tribulações e por não poder colocar os pagamentos em dia. Enfim, terminou seu mandato em 31/12/16. Seus opositores e os governos que o sucederam reconheceram a gravidade da crise enfrentada. Mesmo com a arrecadação já um pouco melhor, o governo que o sucedeu fechou hospital e escolas, e, mesmo assim, seguiu com dificuldades de todos os gêneros, sem conseguir reorganizar as finanças prejudicadas pela crise.
Alair, de perfil sempre muito ativo, prosseguiu com suas atividades particulares como empresário. Hoje, aos setenta e sete anos de idade, mas espírito de vinte, continua em total movimento em busca da realização de seus projetos. O período de crise que enfrentou no governo burilou seu espírito, tornou-o ainda mais forte, mais experiente e também mais preparado para administrar e lidar com as pedras do caminho, por isso tem a certeza de que está pronto para realizar um grande mandato que ficará na história da cidade. Com sua visão de futuro, já idealizou projetos a serem realizados, projetos essenciais e que virão adequar a cidade para as condições atuais de arrecadação, melhorando a qualidade dos serviços prestados e reduzindo os custos. Alair mantém o otimismo, a confiança e coragem que sempre marcaram seu caráter, o mesmo entusiasmo de sua juventude, e o mesmo dinamismo de toda sua vida. Em todos seus anos de vivência, Alair já passou por provas duríssimas, as quais suportou com a devida resignação, sem revolta, fortalecendo-se ainda mais e superando-as. Seguiu em frente como quem faz da pedra do caminho um objeto de impulso para seus passos. Em nossa história, temos poucos, mas relevantes, exemplos de homens públicos dinâmicos e empreendedores que se destacaram, como o grande Juscelino Kubitschek, com seu estilo inovador de política, mas que já se foram. Foi por mais essa razão que resolvi falar de Alair Corrêa, pois ele é um destes grandes políticos e encontra-se presente junto de nós. 
Farei um breve paralelo entre estes dois personagens de nossa política: tanto Alair, quanto JK, ganharam destaque por modificar uma cidade. Alair recriou Cabo Frio, e JK, quando prefeito de Belo Horizonte, ficou conhecido como “prefeito furacão”, por tanto desenvolvimento e obras que trouxe para a cidade. Ambos ocuparam cargos no Legislativo, mas destacaram-se enormemente em cargos do Executivo. JK foi citado como político do tipo “tocador de obras”, mesmo estilo de Alair Corrêa. JK enxergava longe, assim como Alair. A avenida Antônio Carlos, em Belo Horizonte, foi recentemente duplicada para que ficasse de uma largura tal que JK queria ter feito na época em que foi prefeito, mas foi chamado de exagerado. Criticaram-no e ainda acharam demais a avenida no tamanho que foi criada, bem aquém do tamanho que ele imaginava na época. Alair queria ter feito um estacionamento subterrâneo na área em frente ao teatro, há 21 anos, época em que a cidade não tinha o problema de estacionamento que tem hoje. Essa pequena comparação que fiz foi para que todos possam entender e visualizar mais claramente o perfil de Alair Corrêa. Ousarei até mesmo dizer que Alair é um JK de nossa atualidade. Ademais, sempre busca alternativas que conciliem os interesses de ambos os lados, em uma problemática. 
Por todo o exposto, digo que Alair Corrêa é hoje um político de destaque, um grande político, coisa de que nossa política atual encontra-se carente. É de pessoas assim que precisamos em nossas cidades, estados, em nosso país. Pessoas que, enquanto titulares de um mandato público, realmente tomem conta e exerçam com responsabilidade a administração pública. Pessoas que têm um passado de realizações, que construíram, trabalharam, e não ficaram simplesmente em palavras vazias e para cativar o público. Precisamos valorizar os bons administradores, e isso que faço nestas breves palavras. Sei que este texto ficaria muito extenso se eu citasse todas as realizações de Alair, seus diversos empreendimentos ao longo da vida e as histórias que o confirmam como um verdadeiro líder, por isso resolvi fazer um resumo simples, para valorizar, divulgar e homenagear este grande político brasileiro que muito já realizou e que ainda tem, com certeza, muito para realizar pela cidade de Cabo Frio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto.
A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos problemas …

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice, não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste, lame…

POESIA "COM LU", DE HAIRON HERBERT DE FREITAS

Linda, maravilhosa poesia!!

Com Lú
O amor não acaba, o amor só aumenta. Experimente uma frase, Espere mais e comente.
Seja velho, seja jovem, Esqueça o tempo que passou. O momento é agora, Aproveite tudo com amor.
Não chore, não clame, Seja firme, seja honesto. Não viva mau seus sentimentos, Aos restos estranhos, acalento.
Contudo o amor revigora, Mesmo no atrapalho da hora, Volta sempre sem demora.
O amor é sem fim, É eterno em mim, Consciente estou, Quando estou com amor.
Hairon H. de Freitas 15/7/2019