sábado, 9 de outubro de 2010

ALGUMAS PALAVRAS


Palavras ao vento,
Palavras no papel,
Palavras na tela do micro...
Serão somente palavras?
Levam consigo sentimentos de um ser
Levam consigo uma realidade vivente
Mas serão lidas como meras palavras...
Se perderão no vazio,
Posto que lidas por corações de pedra.
Corações fechados em questiúnculas,
Incapazes de perceber o “algo mais”,
Incapazes de adentrar na essência.
Palavras...meras palavras que vão
E não voltam.
Voz sem eco, pergunta sem resposta,
Eterno monólogo.

Luciana G. Rugani

A BUSCA




Que buscas?
Vives cada dia como um dia.
E a vida, onde está a vida em um dia?
Toda uma vida em 24 horas...é o que tens!
É agora que constróis, é agora que destróis...
é agora que dormes, é agora que realizas.
Que buscas? Buscas saber o que buscas?

 Luciana G. Rugani

DESABAFO I

Como é difícil ter que conviver em uma instituição onde você não tem valor como pessoa humana. Você só tem valor se possui algum cargo, ou se possui alguém influente politicamente por trás ou se tem dinheiro. Desculpem a palavra, mas isso é muito podre. Como as instituições estão envoltas numa egrégora de ilusão, de vaidade!

È uma arte você ser funcionário de um lugar assim, onde passam os anos e só aumenta o grau de ilusão e superficialidade, e não se deixar abater, não deixar que te "joguem" pra baixo com as atitudes infantis e mesquinhas. É um aprendizado constante manter o astral positivo e manter vivos os valores verdadeiros recebidos desde criança, valores como: respeito pelo ser humano em geral, amor, espontaneidade, honestidade.

Quando eu era criança eu assistia às notícias pela TV, eu sempre achava que a tendência era tudo melhorar com o tempo. Mudanças de governo eu sempre achava que era para melhorar, que o interesse de todos era o bem comum. Hoje já sei que não é bem assim. Não que tudo esteja destinado a piorar. Não. O destino do ser humano e do planeta é evoluir de qualquer forma, e os problemas fazem parte deste processo, mas aprendi que a natureza humana é complexa, o ser humano é contraditório e ainda vive "afogado" em ilusões transitórias e interesses mesquinhos. E conviver neste ambiente requer sabedoria e força interior, coisas que ainda estou longe de conquistar, e que, talvez para conseguir aprender algo dessa conquista é que a vida nos tenha colocado onde colocou. Por isso temos momentos de "altos e baixos", e por isso necessitamos, de vez em quando, desabafar o que nos vai na alma.

Luciana G. Rugani

MAR

Mar...
destino das águas,
destino dos sonhos.
me encantam teus sons, tuas cores, tua brisa.
Defronte tua beleza respiro fundo
e tua energia me inunda o Ser.
Vejo que teu movimento reflete a vida!
O vai e vem de tuas ondas, cada uma diferente da outra em peculiaridades,
são os dias de nossas vidas.
Os ciclos de nossas vidas
são o movimento de tuas marés.
Mirando assim, daqui de fora,
não cabe em nossa imaginação o tanto de Vida que guardas, o mundo que possuis em teu interior..
Respirando fundo inalo o hálito Divino que há em ti.
Sinto preencher-me de luz, sinto sanar minhas dores e acalmo todo meu Ser.
Renovas-me a vida...
Tua força e teu poder
representam a força e poder do Criador.
Seres de Luz que te guardam, administram teu poder.
E brincam sobre as ondas, quais anjos meninos,
e trazem à tona o meu Ser menino.
E fico assim nesse instante, a te admirar, a te guardar em minha mente,
sempre a lembrar..

Luciana G. Rugani
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...