terça-feira, 10 de setembro de 2013

A COMPREENSÃO CORRETA: ALÉM DO MUNDO RELATIVO

A Compreensão Correta
A compreensão correta é o primeiro e mais importante passo na Nobre Senda Óctupla. Somos educados e acostumados a compreender as coisas dualisticamente; assim, é muito difícil transcendermos o conceito dualístico para compreendê-las em sua totalidade ou em sua unicidade.A compreensão correta é a compreensão das coisas tais como elas são, sem nenhuma comparação. É um modo de vê-las como uma totalidade única.
Julgamos as coisas através da comparação e dizemos que isso é bom ou mau, certo e errado, bonito ou feio. Julgamos as coisas de acordo com o nosso gosto e a nossa conveniência. E também as julgamos de acordo com o nosso próprio padrão e dizemos que alguém é civilizado, incivilizado ou selvagem. Comparar e julgar através da divisão é uma característica do mundo ocidental, que se baseia no conceito dualístico de criador e criatura, Deus e homem, recompensa e castigo, certo e errado, conquistador e conquistado, etc. Talvez este seja um desenvolvimento do conceito judaico-cristão de dualismo entre criador e criatura.
De acordo com este modo de pensar e compreender, tudo deve ser julgado como certo ou errado, isto ou aquilo. Esta é a filosofia do “ou/ou”, a cultura da moralidade. Nesta filosofia, tudo é conflito e competição. Por isso, vencer é importante. Se você não vencer você perde. Num mundo assim, a coexistência ou a unidade é muito difícil. Assim, se a esposa está certa, o marido há de estar errado. É preciso que haja democracia, senão haverá comunismo. Ou fulano é amigo ou inimigo. Se uma pessoa acredita numa certa fé, então ela tenta converter os outros porque pensa que sua fé é a melhor e a dos outros é errada ou inferior. A idéia de “eu estou certo e ele está errado” nos torna agressivos e críticos, e transforma-se em presunção e autoglorificação. Por outro lado, a pessoa se torna pessimista e tem uma atitude derrotista quando diz “eles são ricos, mas eu sou pobre” ou “ela é bonita, mas eu não sou”.Num mundo assim, sempre haverá competição, conflito, medo e todos os tipos de complexos.
A compreensão correta não é a comparação. Ela vai além dos valores relativos. Ela transcende a comparação dualística. Compreensão correta quer dizer reconhecer a singularidade de cada coisa, compreender as coisas tais como elas são. No budismo, a palavra Nyorai (tathagata) é usada como um título, assim como a palavra Buda; por exemplo, Amida-Nyorai, Shaka-Nyorai, Yakushi-Nyirai, Dainichi-Nyorai. Nyorai significa “que se mostra tal como é”, “que surge em sua essência” ou “que é aquilo que é”. Uma conhecida citação diz que “As flores são vermelhas e as folhas são verdes”. É exatamente assim. O Amida-sutra descreve que “a cor vermelha tem luz vermelha, a cor branca tem luz branca”. Homem é homem e mulher é mulher, e ambos são bons na medida em que não podem ser mudados. Capitalismo, comunismo e democracia – cada um tem seu lugar de acordo com a época, o local e as condições. Possuímos todos estes elementos dentro de nós, e não podemos ser puramente democráticos ou comunistas. Não é o comunismo ou a democracia que são bons ou maus; o que é mau é o egoísmo e o espírito de dominar os outros.
Na medida em que existe o errado em contraposição ao certo, este certo não é o correto. O correto está além do “certo e errado”. O bom está além do “bem e mal”. A verdadeira beleza transcende a comparação entre “belo e feio”. Compreender uma criança como uma criança; compreender um adulto como ele ou ela é. Deste modo, muitos problemas podem ser resolvidos. Um piano é um piano, um violino é um violino, uma flauta é uma flauta, um tambor é um tambor. Todos são únicos e independentes, mas, quando tocados em conjunto, uma sinfonia é criada. As folhas são folhas e são verdes; as flores são flores e são vermelhas. Assim, você é e deve ser o melhor que lhe é possível ser. Você não precisa comparar-se ao seu próximo. Por que você está competindo e tentando vencer? Por que tem medo de ser derrotado? Ninguém pode derrotá-lo. Você não pode ser derrotado porque você é você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...