Pular para o conteúdo principal

ESPERA - POESIA DE REJANE JORGE

Nosso blog é aberto à participação dos amigos e seguidores, inclusive os poetas e poetisas.
Nesta noite de sábado, nada melhor que uma boa música e uma bela poesia. 
Ouçam a Lagos on line aqui no blog e, enquanto isso, curtam esta belíssima poesia da amiga Rejane Jorge:

ESPERA
Por: Rejane Jorge

Nunca te vi, sempre te amei.
Como explicar que me apaixonei.
Apenas senti, não questionei.
Meu coração ao seu adicionei.
Nunca te vi, sempre te busquei.
Na voz, afeto encontrei.
Sua foto na memória guardei.
Minha boca ao seu beijo te dei.
Nunca te vi, sempre te quis.
Um homem para me fazer feliz.
Intenção de ser matriz.
Torná-lo meu aprendiz.
Nunca te vi, sempre tua serei.
Jamais contigo estarei.
Guardo em mim a lembrança
Desse amor sem cobrança
De onde não brotou uma criança
Mas que guardo como herança.
Meu amor te anseia com esperança
Meu amor espera um dia
Tê-lo sem ousadia.
Espero declarar sem covardia
Em seu coração fazer moradia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto.
A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos problemas …

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice, não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste, lame…

LANÇAMENTO DE MEU LIVRO "MAR DE PALAVRAS" E DO LIVRO "SURFANDO NAS LETRAS", DE ROBERTO AMORIM

Ontem, no Charitas, aconteceu o lançamento de meu livro "Mar de Palavras" e do livro "Surfando nas Letras", de Roberto Amorim. Com a presença de diversos amigos, escritores e poetas, a noite foi um show de poesia e alegria!Para mim foi uma emoção sem tamanho! Ao som do piano de Vania Meireles, amigos queridos declamaram nossas poesias e nos dirigiram palavras engrandecedoras. Foi uma noite mágica!  Para quem deseja adquirir um livro, basta procurar no site https://sebodolanati.com.br/ com o Fábio Lanati. O livro está a venda também nas seguintes lojas virtuais: Americanas, Submarino, Shoptime, Amazon, Estante Virtual, Portal dos Livreiros, Sebos OnLine, Megaleitores e no site Leu Vendeu. Abaixo segue um pequeno vídeo com algumas fotos oficiais do evento, um segundo vídeo com a filmagem completa do evento e algumas fotos: