Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2019

ESCLARECIMENTOS ESSENCIAIS SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

ASSISTAM A ESTE VÍDEO - INFORMAÇÕES E ESCLARECIMENTOS ESSENCIAIS SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA COM O ECONOMISTA EDUARDO MOREIRA "Ser a favor desta reforma é ter as mãos sujas de sangue e ajudar aqueles que não querem que a verdadeira reforma por justiça social seja feita no país!" Luciana G. Rugani

PARTICIPEM DA 3ª ANTOLOGIA POÉTICA FLORES LITERÁRIAS - INSCRIÇÕES ABERTAS

por Flores Literárias Olá, queridos amigos literários! Estamos organizando, com muita alegria, a terceira edição da nossa Antologia Poética Flores Literárias . As inscrições estão abertas e vão até 10 de abril do presente ano. O lançamento será na quarta edição da Flic (Festival Literário Cabofriense) em julho. Maiores informações: floresliterariascabofrio@gmail.com Andrea Rezende: 21 97128 2725 Jaqueline Brum: 22 99916 6650 Esperamos você para florir e literar com sua poesia na nossa antologia! Luciana G. Rugani

DIVULGAÇÃO - PROMOÇÃO "RIALA PARQUE AQUÁTICO" - CABO FRIO

DIVULGAÇÃO RIALA PARQUE AQUÁTICO - "Estamos rompendo mais um verão! Nossa diretoria decidiu possibilitar uma promoção imperdível a todos que desejarem passar o dia no Riala Parque e desfrutar de suas piscinas, brinquedos etc. Para isso, nos últimos finais de semana deste verão , baixaremos para a metade os preços dos nossos ingressos. De R$ 40 reais adulto para R$ 20 reais , e de R$20 reais menor de idade para apenas R$ 10 reais . Lanchonete, bar molhado e restaurante funcionando".

LANÇAMENTO DO LIVRO "EDUCAÇÃO - UM NOVO OLHAR" DE ROSANA ANDRÉIA

Imperdível!! A escritora Rosana Andréia, de Cabo Frio, lançará, no dia 27 de fevereiro de 2019, às 19 h, no Instituto de Educação Professora Ismar Gomes de Azevedo, o livro "Educação - Um novo olhar / O desenho da escola através de diversos contextos" . Seu primeiro trabalho na área de Educação, fruto de 34 anos de estudos e experiências na rede municipal e estadual de ensino público da Região dos Lagos.   Luciana G. Rugani

EM TEMPO DE "FIM DOS TEMPOS"

Imagem:Internet Muito triste... Ultimamente temos somado tragédias. Fica difícil seguir com alegria e ânimo em um mundo com tanto sofrimento, porém nos foi alertado que este tempo chegaria e o quanto necessitaríamos ter cada vez mais fé e força em Deus e na própria vida e, principalmente, analisar nossos valores, analisar a maneira como permanecemos neste mundo.  O momento de dor nos clama a maior compreensão da dor do outro, maior união em momentos de dificuldade e menos disputas tolas. Em tempo de dificuldades, o grande chamado é para tentarmos tornar esta cruz menos pesada para uns e outros. Não somente providenciar uma ajuda, mas fazer disso um modo de vida, uma postura perante os pequenos atos do dia a dia. Enxergar o outro como nosso irmão de luta e sobrevivência neste mundo em tempo de "fim dos tempos". ... Luciana G. Rugani

SALVEMOS OS GALPÕES DE SAL!

Ontem, quarta-feira (7), na Casa do Escritor (Solar dos Massa) aconteceu mais uma reunião extraordinária do Conselho Municipal do Patrimônio, com a finalidade de debater o valor histórico dos galpões de sal da Passagem, cujo proprietário, interessado na venda do local, solicitou à prefeitura autorização de demolição. Há uma proposta de tombamento do local, cuja votação deverá acontecer entre os próximos dias 11 e 13. O resultado será o parecer do conselho, de caráter apenas consultivo. A decisão final caberá ao prefeito. As reuniões são abertas à participação de todos os cidadãos interessados na preservação de nossa história. Os galpões de sal são, sem dúvida nenhuma, parte relevante da história da economia de nossa cidade,  representando o tempo em que a indústria do sal era nossa principal atividade. Se o poder público efetuar o tombamento e, ademais, buscar incentivo e parceria para recuperar o local, fazendo dali, por exemplo, um museu do sal, decorado com objetos da

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: ESCLARECIMENTOS

"A propósito da reforma da previdência, quando entrei no sistema previdenciário, a 40 anos atrás, o INSS pagava a aposentadoria do servidor público, a reforma dos militares, aposentadoria rural e o teto de aposentadoria era de 10 salários mínimos. O INSS era superavitário. O que aconteceu de lá para cá? Onde ocorreram os desvios? Na sequência, vários presidentes convenceram os brasileiros que a previdência está quebrada e que medidas impopulares seriam necessárias para salvar o sistema. Cada um, desde FHC até Temer tinham a solução definitiva. Alguém ainda acredita nisso? O que eu, leigo e não jornalista observei é que houveram desvios de recursos nos investimentos que deveriam remunerar o capital dos contribuintes; políticos (deputados, semeadores, governadores e presidentes) são aposentados pelo valor da última remuneração cujo teto vai "ao infinito e além" sem terem contribuído com sequer um centavo para a previdência. O que observei é que mega corporações, que d