sábado, 29 de outubro de 2011

MUNDOS EM TRANSIÇÃO

por Hairon Herbert de Freitas

Mundos em Transição.
No mundo de hoje fala-se muito em transição planetária. Sem sombra de dúvida,
estamos vivendo um momento sensível que nos faz voltar
para dentro de nós mesmos ao mesmo tempo em que vivenciamos o
externo, que nos possibilita uma diversidade de opções para serem
experimentadas, dentre elas: as coisas materiais que levam a emoções
e as emoções que levam a coisas materiais.
Ficamos assim num “loop constante” como se fossemos máquinas,
transbordantes de medos, dúvidas e pressa.
Cultivamos estes momentos e deles nos tornamos escravos sem
percebermos o que é na verdade viver.
Chegou o momento aqui na terra que parece estarmos num mundo
mais obscurecido pela maldade, egoísmo e orgulho.
Tudo isso faz sentido, pois adotamos a busca ansiosa pelo material, que
nos devora e toma nosso tempo e propósito.
Esquecemo-nos e nem percebemos as palavras sábias que poderiam
nos modificar, tirar-nos do padrão acelerado da grata satisfação de
“ter” e nunca “possuir”.
Precisamos encontrar a luz e ela está camuflada em nossa consciência
maior, clamando por ser descoberta.
Só retirando o véu de nossos defeitos poderemos saborear o encontro
com a verdadeira paz.
Aquela paz que Jesus sempre nos desejou.
Aquela paz na qual a consciência vive centrada.
Aquela paz que nos escapou do “loop constante”.
Adentramos em um mundo diferente e todos que estamos postos à
mesa precisamos de vestes condizentes com o novo tempo, para que
não sejamos convidados a nos retirar deste momento ímpar.
O nosso mundo é o que construímos e o que valorizamos.
Vamos refletir: em que vamos investir e o que nosso coração busca?
Vamos agir sem atropelos e com uma confiança de que estamos
fazendo o melhor.
Medos?
Nós ainda os teremos.
Dúvidas?
Nós também as teremos.
Muitas coisas boas podemos fazer para aproximarmo-nos da conduta
que o Cristo propôs.
Podemos ouvir uma boa música, ler bons livros, refletir sobre o
Evangelho, procurar ter bons pensamentos, perdoar e acima de tudo
Amar.
Chegamos neste momento na transição maior que é dar sentido à
palavra Amor, descobrir todos os véus de nossa luz interior. Como o
Cristo nos disse “O Amor cobre multidões de pecados”, entendemos
assim que o bem é e sempre será o melhor caminho a seguir, pois
resgata todo mal que praticamos e todo o bem que deixamos de fazer.
Muita Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...