domingo, 26 de fevereiro de 2012

A DOR QUE SE VAI


Tal qual noite que desce impiedosa,
E leva em seu seio derradeiros raios de luz,
Assim também é a dor do não vivido
Que leva consigo amores vilões.
Leva amores,
Carrega esperanças,
Apaga alegrias.
De mãos dadas com o tempo, que tudo arrebata,
Fogem os dois, sem remorso
Deixando só o rastro
De recordação e saudade.
Uma lágrima que escapa,
É um rio que corre
Em busca da vida,
Que não mais voltará.
Resta o vazio do não ser,
Do não estar, do não poder.
Resta a lembrança sem fim
De um finito querer.

Luciana G. Rugani

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

MENSAGEM DE ALAIR CORRÊA





MENSAGEM RECEBIDA DO QUERIDO AMIGO ALAIR CORRÊA:

Minha amiga Luciana,

O meu blog, como o seu agora, são trincheiras dos nossos irmãos cabo-frienses que só mantêm a esperança em novos tempos porque não os abandonamos. É verdade que estivemos, ao longo desses anos, pagando alto preço por nossa persistência, ousadia e amor à nossa terra querida, mas valeu a pena, não acha?
Minha amiga, cada pancada que temos levado, umas pelo destino e outras pelo revanchismo dos adversários, nos machucou, mas nada que nos tivesse tirado do foco que escolhemos seguir: a condição de governar nossa terra.
Abraço e boa noite nesta segunda-feira de carnaval.
Alair Corrêa.



Caríssimo amigo,
é isso, a cada dia mais se fortalecem as trincheiras em defesa de nossa cidade. Os obstáculos vão sendo superados e as experiências que adquirimos ao enfrentá-los vão constituindo nossos escudos, fortalecendo-nos ainda mais.
E chegará o dia em que nossa terra voltará a sorrir, voltará a ser aquela Cabo Frio acolhedora e atrativa de anos atrás, cuidada com todo carinho e atenção de seu filho dileto Alair Corrêa.
Grande abraço, querido amigo. Sigamos em frente confiantes.
Fique em paz.

Luciana G. Rugani 

sábado, 18 de fevereiro de 2012

FELIZ ANIVERSÁRIO, HAIRON!

Hoje é um dia de alegria.
É o aniversário de alguém especial.
Alguém que de verdade é amigo, amado, companheiro, parceiro nas batalhas.
Juntos nos compreendemos, compartilhamos nossas fraquezas e dores, e também nossas alegrias e sonhos. Juntos seguimos nossos dias caindo, levantando, prosseguindo.
Há dias cinzentos, repletos de incertezas, como estradas vazias e longas sem horizontes,
Também há dias azuis, iluminados, como estradas floridas e horizontes de sonhos.
Em uns e outros ele aí está,
Às vezes palavras, às vezes silêncio.
O simples "estar presente" já basta.
A você, marido, que há 11 anos compartilha meus dias, quero desejar um feliz aniversário, com muita saúde, paz, alegrias e realizações.
P A R A B É N S, H A I R O N!!
E, em comemoração a esta data, quero registrar aqui duas mensagens suas, mensagens repletas de poesia e sentimento, pois você escreve com o coração, e quem escreve com o coração é um verdadeiro poeta. Obrigada pelas mensagens, obrigada pelo amor!

     
  Mensagens de Hairon Herbert de Freitas

Na vida vemos muita coisa que nos chama a atenção para o verdadeiro sentido e entendimento do que seja “Plenitude”.
Vejo nesta música “Tudo que se quer”, composição de Emílio Santiago, que juntamente com Verônica Sabino consegue retratar, entre pontos e vírgulas, a letra fantástica que nos traz por alguns minutos tudo que somos, tudo que acreditamos e tudo o que podemos ser.
A gente consegue sentir o encanto colocado nas palavras e o sentido que esta música busca nos passar. Além disto, os momentos que o amado se coloca, entregando-se profundamente de corpo e alma, vivendo o profundo amor.
Esta música é uma retratação da infantilidade vivida, dos contratempos que deixaram ambos torturados pelas angústias do amor.
Este amor, enfim, passa a ser um amor diferente a partir do instante em que o convite é feito para partilharem um novo momento, voltarem a compreensão do relacionamento para o amor incondicional.
Não há como não chorar e deixar o sentimento fluir diante de uma preciosidade como esta que nos faz participar do amor incondicional, quando o amado pronuncia que é o teu homem, é teu pai, teu filho e que é aquele que lhe tem amor... E ainda continua descrevendo auspiciosamente até o contexto final da obra: “E onde estiver estou”...
Com amor incondicional, eu te amo. Pra sempre por toda eternidade.
Do "Rido".
Fev.2012 dia 16.
                                                        §§§§§§§§§§§§§§§§§

O Único Amor

O coração é um só batendo e carreando o sangue através de nosso corpo.
Ele dedica seu tempo a fazer com que o oxigênio e os ingredientes nutricionais façam o seu papel de sustentação.
Assim também é o nosso amor.
Quando vemos uma pessoa que nos chama a atenção, quem é que diz que esta pessoa é a certa para nós?
Quem é que nos faz enrubescer e tornar nosso corpo diferente?
É ele o coração, que é uma entidade viva e como tal procura outra entidade para se completarem.
O nosso coração é inteligente e descobre que existe algo maior na vida.
Pensa ele, que a vida fica sem sentido e tudo perde o valor quando o seu amor não é compreendido.
Este amor é único, como único é o coração.
O amor é invisível aos nossos olhos, mas não passa invisível ao coração.
Ele percebe o amor e volita ao encanto dos momentos que passam juntos.
Ele anseia por estar perto, por saber que o outro coração também o quer próximo.
É uma coisa divina que torna o ser humano angelical.
É inexplicavel e incompreensível, mas o amor toma todo o coração fazendo-o querer ser melhor, querer proteger e acima de tudo querer ser amado.
Até hoje a raça humana não consegue explicar como o coração percebe e vê o amor, mas o coração faz um esforço tremendo para estar juntinho e bem sensibilizado quando o amor se aproxima.
Ele sofre quando o orgulho, a vaidade e o egoísmo se aproximam.
Ele quer a aproximação com o outro, mas os empecilhos tornam-se vultuosos e o fazem parar.
Ele não quer outro sentimento próximo, mas a tristeza e o rancor formam uma barreira quase intransponível.
É, são coisas absurdas que os corações não acordam.
São fragmentos tortuosos que acabam com sua vitalidade ingênua e tranquila.
Mas, como o sentimento é divino e estes empecilhos são vulneráveis, com o tempo os dois corações se encontram e vibram na felicidade eterna.
Muita Paz!

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

A IMPORTANCIA DO VOTO NA DEMOCRACIA


Para falar sobre a importância do voto, não há como fugir de uma breve conceituação de “democracia”.

A palavra “democracia” deriva do grego demos, que corresponde a povo, e kratos, poder. É o sistema onde o poder, entendido como capacidade de decidir, agir e gerar efeitos, emana do povo, tem sua origem nos membros da coletividade, sendo por isso chamado de “poder original”, do qual os cidadãos são os legítimos detentores.

Nosso país adota um sistema que muitos chamam de híbrido onde a soberania popular é exercida diretamente pelo povo (através dos plebiscitos, referendos e iniciativa popular) e indiretamente, através de representantes eleitos livremente por meio do voto.

O voto é o principal instrumento de manifestação da vontade popular. Através dele, o cidadão exerce seu poder de livre escolha daqueles que lhe representarão na condução da administração pública (prefeitos, governadores e presidente) e também na aprovação das leis e fiscalização do Poder Executivo (vereadores, deputados e senadores).

Para ilustrar de forma mais clara e didática a importância do voto, farei uma analogia da cidade e seus cidadãos com uma empresa composta por diversos sócios. O mesmo modelo aplica-se ao estado e ao país, mas vamos nos concentrar na cidade.

Vamos imaginar que nossa cidade seja uma grande empresa cujos sócios sejam todos os seus habitantes. Imaginemos que a arrecadação total da cidade seja seu patrimônio, então, em tese, cada sócio teria sua responsabilidade e seus direitos na proporção do total arrecadado dividido pelo número de habitantes. É impossível, devido a sua grande quantidade, que todos os sócios estejam diretamente na administração desta empresa ou na aprovação dos projetos de trabalho. Dessa forma, os sócios elegem alguns representantes para estas funções, é como se cada sócio passasse uma procuração pública para gerirem seus negócios. É uma comparação com fins didáticos somente para permitir a visualização do nível de responsabilidade que devemos ter ao passar esta procuração, que é o voto. Vender o voto, ou trocá-lo por favores, é fraudar esta "empresa", é entregar completamente seus direitos nas mãos do outro, tornando-se refém das ações e omissões deste outro. Quem vende o voto se vende, vende sua família, sua dignidade. Perde o direito de questionar as atitudes futuras do governante.

Para garantir a liberdade de decisão, o voto é secreto, mas isso não é suficiente. É preciso também impedir que o abuso de poder, em todas as suas manifestações, interfira na liberdade de escolha do eleitor, maculando o processo e ofendendo o direito fundamental à liberdade, que é um dos pilares da democracia. E, para ajudar na fiscalização, a legislação permite a qualquer cidadão denunciar irregularidades eleitorais de que tenha conhecimento.

O voto é a voz do cidadão que quer melhorias, quer saúde, educação, trabalho, obras de qualidade. Este cidadão sabe valorizar seu voto, pois dele não abre mão, e sua escolha é embasada por uma análise própria onde o que pesa são as propostas, as realizações e o passado de cada candidato. Não se deixa levar por discursos baseados em crenças, palavras e gestos repletos de componentes emocionais, jogos de imagem para agradar eleitorado, pois sabe que não é isso que garante um bom governo. Este eleitor sabe escolher o candidato que está em sintonia constante com as reais necessidades da população e cujas realizações do passado avalizam suas promessas futuras, pois sabe que o candidato que acompanha a história do desenvolvimento de sua localidade e que tem o que mostrar de realizações e melhorias para a sociedade com certeza é o que tem maior probabilidade de fazer um melhor governo.

Eleitor, votar com consciência, além de dever, é muito mais um direito e oportunidade de contribuir para a melhoria da sociedade. Não abra mão deste direito. Você é livre, ainda que haja intimidação direta ou velada, ninguém pode tirar-lhe este direito, o sigilo é garantido. E, qualquer irregularidade, denuncie. Não aceite como governantes pessoas que desrespeitam a coisa pública e que jogam no lixo a sua dignidade de cidadão.

Luciana G. Rugani

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

HINO DE CABO FRIO

Com tantas postagens aqui sobre Cabo Frio, eu não poderia jamais deixar faltar esta com o hino da cidade. Abaixo segue um belo vídeo e a transcrição da letra:


http://www.youtube.com/user/CelineBebici


Por: Vitorino Carriço


Cabo Frio, minha terra amada,

Tu és dotada de belezas mil,

Escondida vives num recanto,

Sob o manto deste meu Brasil...

Noites Claras teu luar famoso,

Este luar que viu meus ancestrais...

O teu povo se orgulha tanto,

E de ti, não esquecerá jamais...

Tuas praias, Teu Forte,

Olho ao longe e vejo o mar bravio

A esquerda um pescador afoito,

Na lagoa que parece um rio...

O teu sol, que beleza!

No teu céu estrelas brilham mais...

Forasteiro, não há forasteiro,

Pois nesta terra todos são iguais...


Luciana G. Rugani

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

REVIVENDO MOMENTOS EM CABO FRIO


Cabo Frio teve, em toda sua história, um pequeno período durante o qual avançou décadas em sua infraestrutura, economia e qualidade de vida. Avançar tanto em tão pouco tempo é fato raro, é algo que não vemos todo dia em nosso país, por isso podemos dizer que este período (1997-2004) foi um período ímpar, único e incomparável. O prefeito à época, Alair Corrêa, realizou um grande e maravilhoso trabalho fazendo da cidade um lugar muito atrativo que figurou entre os principais roteiros turísticos do país.

Acompanhávamos as melhorias da cidade. Estas eram constantes, sempre uma nova obra e espaços sendo revitalizados. Fizemos alguns registros deste período, através de fotos e algumas filmagens. Já há alguns anos, após a saída de Alair da prefeitura, viemos comparando e percebemos que a cidade foi decaindo, dia-a-dia. Perdeu muito de suas conquistas e acumulou sérios problemas sociais.

Logo abaixo, temos dois filmes: um de 2001 e outro de 2003, através dos quais registramos as maravilhas de alguns dos principais pontos da cidade. Apesar de serem filmes amadores, são para nós de grande valor, pois revê-los é como reviver a felicidade daqueles momentos passados numa cidade que era linda, segura e acolhedora.

Vejam, por exemplo, que no vídeo de 2001 aparece uma placa, anunciando a desapropriação de uma casa para realização de uma obra. E, no outro vídeo, de 2003, temos, no mesmo lugar, a obra já pronta.

E era sempre assim, a cada vez uma novidade, uma nova realização.

Quando assisto a estes vídeos, atento para os seguintes pontos:

- a limpeza das ruas, o cuidado com os jardins e plantas;
- nenhuma pichação na cidade;
- lixeiras em todos os postes da orla e do centro, em cores diferenciadas conforme a região;
- todos os bens públicos bem conservados;
- funcionários eram vistos constantemente limpando e dando manutenção (pintura, jardins, etc.) nas ruas (no filme de 2001 estão na orla da Praia do Forte);
- o Forte São Matheus também muito bem conservado;
- presença frequente de guardas-municipais ajudando na segurança, impedindo atos de vandalismo (talvez por isso não havia espaço para pichadores), e organizando o trânsito (no filme de 2001 aparecem na filmagem de cima do Morro da Guia);
- anúncio de eventos de qualidade (Orquestra Sinfônica);
- excelente iluminação da Praia do Forte, possibilitando noites claras. Grande diferença dos dias de hoje, quando observamos muitas falhas na iluminação;
- em 2001, havia diversas placas anunciando obras que em 2003 já estavam prontas;
- ruas que em 2001 ainda eram de terra, sem urbanização, e que em 2003 já estavam asfaltadas e urbanizadas (observar a "Rua Mira" - Peró: no filme de 2001 era de terra, sem praça, e, no filme de 2003, já estava asfaltada e com bela praça do lado esquerdo);
- em 2001 ainda não havia a Praça do Turismo. Havia uma placa anunciando que certa casa seria desapropriada e demolida para a construção de um parque no local. Em 2003 a praça já estava toda pronta com os brinquedos e com as esculturas de Ivan Cruz;
- no vídeo de 2003, vemos uma placa de agradecimento ao então prefeito Alair, pelas melhorias realizadas no Bairro do Peró.



 
MAIO DE 2001



ABRIL DE 2003
Luciana G. Rugani

domingo, 5 de fevereiro de 2012

MINISTRO PROPÕE INCENTIVOS AO TURISMO INTERNO BRASILEIRO

A boa notícia publicada abaixo foi postada em 01/02/12 no site  http://www.turista.com.br/index.php/ministro-propoe-incentivos-turismo-interno-brasileiro/
O ministro do turismo quer incentivar o turismo interno no país, e para isso vai discutir medidas junto às companhias aéreas para diminuir o preço das passagens. 
Então, não seria agora o momento dos prefeitos de cidades cujo turismo é a principal atividade econômica, e que estão necessitadas de uma incrementada nesse setor, se movimentarem e pleitearem mais voos e com melhores preços para suas regiões? Cabo Frio, por exemplo, uma cidade de localização estratégica, que há uns dez anos atrás tinha turismo o ano todo, agora é somente nas altas temporadas. Encontra-se carente de um projeto para o setor. Não seria interessante negociar voos de ida e volta (sexta e domingo) com preços atrativos para turistas interessados em passar fim de semana na cidade?  
A cidade está desorganizada, sem medidas de melhoramento em sua infraestrutura e sem maior incentivo às atividades de recepção de turistas, mas, ainda assim, o governo municipal deveria aproveitar este instante em que o há interesse do ministério nesse sentido para marcar seu espaço levando o nome da cidade para a mesa de propostas. Se a cidade tivesse uma administração dinâmica e empreendedora como a que havia há dez anos atrás, tenho certeza que seu administrador se empenharia em estudar a viabilidade de propostas  que pudessem encontrar eco no interesse do governo federal neste instante. A oportunidade não seria perdida.
Segue a matéria publicada:

Ministro do Turismo propõe incentivos ao turismo interno brasileiro




"O ministro do Turismo, Gastão Vieira, anunciou em 12/01/2012 (participando do programa Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em parceria com a EBC Serviços) que iria se reunir ainda em janeiro com os presidentes de companhias aéreas do país, para discutir medidas capazes de reduzir os preços das passagens nos vôos nacionais e, com isso, aumentar o turismo interno, que, às vezes, é mais caro do que o internacional.
As propostas são:
  • desonerar o setor, com a redução de impostos e outros custos, para que os preços das passagens possam diminuir
  • incrementar o turismo na baixa temporada, por meio da oferta de pacotes com preços especiais,
Turistas, vamos ficar de olho e cobrar as propostas apresentadas!"
Luciana G. Rugani

CNJ - VITÓRIA DA CIDADANIA


O Conselho Nacional de Justiça – CNJ foi criado através da emenda constitucional 45, de 30/12/2004. É um órgão do Poder Judiciário encarregado de controlar administrativa e financeiramente os demais órgãos do Judiciário e de fiscalizar a conduta funcional dos juízes.
Além disso, tem o objetivo de promover o aprimoramento do aparelho judiciário brasileiro. Para isso, trabalha com diversos programas entre os quais merecem destaque o Cadastro Nacional de Adoção, para auxiliar os juízes na condução de processos de adoção, e o programa de Conciliação, que é o responsável por promover audiências conciliatórias buscando solucionar os conflitos através de acordos, agilizando a solução dos processos.
Tem atuação em todo o território nacional, e pode ser acionado por qualquer pessoa. Qualquer pessoa, independente de ser ou não advogado, pode enviar reclamação contra membros ou órgãos do Judiciário e solicitar apuração do CNJ. Este é o link através do qual os cidadãos podem peticionar ao CNJ: http://www.cnj.jus.br/ouvidoria-page
O CNJ é uma conquista da cidadania, mas a esta cidadania se contrapõe o forte corporativismo presente no Judiciário, aliás, presente não só no Judiciário mas também nos outros poderes e em diversos setores de nossa sociedade. Um corporativismo que faz com que as pessoas se afastem de preceitos éticos e morais com a finalidade de preservar objetivos do grupo. Foi o que ocorreu recentemente, quando a Associação dos Magistrados Brasileiros - AMB propôs uma Ação Direta de Inconstitucionalidade – ADI questionando e buscando reduzir os poderes do CNJ na questão da investigação de juízes. Depois de muita discussão e de uma liminar do Ministro Marco Aurélio a favor da AMB, finalmente ontem, dia 02/02/2012, a cidadania deu mostras de vencer o corporativismo. Por 6 x 5 os ministros do STF derrubaram a liminar propiciando o vencimento da tese de que o CNJ é órgão competente para investigar os juízes independente de haver ou não investigação pelas corregedorias dos tribunais.
O julgamento continuará, pois há vários pontos em discussão e a decisão foi somente em relação à medida cautelar (liminar), mas, mesmo assim, não deverá haver mudanças no entendimento desse ponto principal, podendo considerá-lo como definido.
Parabéns, CNJ! É a vitória da cidadania! E também a vitória da democracia, pois este tema foi muito discutido e opinado pela sociedade. Prevaleceu a vontade da população. Entre os membros do CNJ, quero parabenizar aqui, em especial, a Ministra Eliana Calmon (STJ), que tanto lutou nos últimos meses em defesa do CNJ, e também o Procurador Regional da República Wellington Cabral Saraiva, a quem chamo de “professor”, pois nos dá verdadeiras aulas no twitter sobre diversos assuntos e, em especial, sobre o CNJ e sua competência, colaborando na divulgação, aos cidadãos, do importantíssimo trabalho realizado por este conselho para a sociedade brasileira.

Luciana G. Rugani
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...