terça-feira, 2 de junho de 2015

JORNAL O CIDADÃO: CABO FRIO EM DESTAQUE - PONTOS TURÍSTICOS DE CABO FRIO

Jornal O Cidadão

Cabo Frio em “DESTAQUE” 

Dia 28 de maio de 2015

CASA DE CULTURA JOSÉ DE DOME – CHARITAS 


Ao longo dos anos, principalmente quando ainda não havia a ideia de preservação cultural e histórica da forma como há atualmente, Cabo Frio perdeu muito de sua história através da demolição sem consciência e do descaso com imóveis que constituíam parte dessa história. Mas muito ainda pode ser conhecido no que restou de preservação em locais que hoje constituem os diversos pontos turísticos históricos.

A Casa de Cultura José de Dome é um destes locais repletos de história. 

Em 1837, a casa onde funciona era conhecida como Casa de Caridade, e denominada “Charitas”, nome pelo qual continua sendo conhecida atualmente. Naquela época, ali eram abandonadas crianças que, na grande maioria, eram frutos de relacionamentos com escravos e índios. Por isso o local era também conhecido como “Casa da Roda”, pois as crianças eram ali deixadas em um mecanismo composto de um cilindro giratório com uma cavidade interior que possibilitava o abandono da criança sem que fosse possível identificar quem a havia abandonado. No seu pátio dos fundos, encontra-se o Pelourinho de 1660. Trata-se de uma coluna de pedra onde antigamente ficavam criminosos a espera do castigo, e onde eram afixados editais da Câmara. 

A casa já serviu de orfanato e também de abrigo, na época da Segunda Guerra Mundial. Além disso, já foi fórum, biblioteca municipal e sede da Secretaria Municipal de Cultura. Passou por três etapas diferentes de construção: no século XVIII começou sua construção, no século XIX foi feita sua fachada frontal e no século XX foram construídos seus anexos. Hoje em dia encontra-se bem cuidada e organizada, pude constatar isso pessoalmente em visita recente. Quanto a isso, quero aproveitar e deixar aqui meus parabéns para a atual direção da Casa. 

Na Casa de Cultura José Dome acontecem várias exposições, apresentações artísticas, lançamentos de livros, e demais eventos culturais. Abriga, como exposição permanente, o acervo de José de Dome, artista plástico de renome internacional que viveu muitos anos na cidade. 

Atualmente, acontece no Charitas a mostra “SAL”, do fotógrafo paulista Ricardo Hantzschel, que visitou o parque salineiro da Região dos Lagos a partir de 2011 (Araruama, Arraial do Cabo e Cabo Frio). O sal, além de ser o tema principal das fotos, encontra-se presente também na técnica de revelação. As fotos são reveladas no papel salgado, que seria o papel embebido em solução de cloreto de sódio (sal comum) e pincelado por nitrato de prata. Vale a pena visitar e conhecer este rico trabalho que, além da técnica diferenciada, nos mostra muito sobre essa atividade que há anos atrás já foi a grande responsável pela economia da região. A exposição vai até dia 5 de junho próximo. 

O Charitas funciona na Avenida Assunção, no centro da cidade, de segunda a sexta, das 8h às 20h. Aos sábados, domingos e feriados funciona de 14h às 20h. 

Texto e fotos: Luciana G. Rugani

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...