Pular para o conteúdo principal

PARABÉNS, CABO FRIO! 402 ANOS!

Nesta segunda-feira (13), Cabo Frio (RJ) comemora seu aniversário de 402 anos! Data importante, que não poderia passar em branco em nosso blog.

Cabo Frio é uma rica em recursos naturais, já expusemos isso aqui em diversos artigos. Uma cidade antes pequena, que tinha na extração do sal sua principal atividade econômica em tempos passados. Havia pouca infraestrutura, mas mesmo assim seu potencial natural despertou a atenção de turistas do mundo inteiro e também de investidores imobiliários. Com o tempo, as salinas deram lugar às construções, a cidade ampliou estratosfericamente o seu número de habitantes pela vinda de imigrantes de outros estados, cresceu em comércio, serviços e também, como consequência natural, em problemas sociais. Já há algum tempo passa por sua mais grave crise econômica devido ao revertério causado pela queda acentuada de uma de suas principais receitas, os royalties do petróleo, e também pela crise geral por que passa o país, em especial o estado do Rio de Janeiro.

Mas, ainda assim, segue sendo a cidade que tanto nos encanta, onde sentimos e percebemos seu potencial latente que muito pode impulsioná-la a ter melhor qualidade de vida, desde que seja este o foco de sua gestão. Por isso que, além de solicitarmos providências para algumas situações específicas que precisam ser melhoradas, fazemos sempre questão de destacar o que a cidade tem de positivo, de divulgar o seu potencial natural e cultural e de trazer também para cá o relato de novas experiências, ideias, pensamentos e atividades realizadas em outras cidades e que possam servir de inspiração para aplicação de forma semelhante em nossa cidade. Este tem sido o foco principal de nosso blog em relação a Cabo Frio.

E hoje eu não poderia deixar de homenagear mais uma vez essa cidade linda onde me sinto viva, onde tenho inspiração para doar o melhor de mim e, em consequência, aprimorar-me cada vez mais enquanto pessoa.

Segue abaixo um pequeno vídeo com declamação de uma de minhas poesias para a cidade:



Eu digo: sou e serei eternamente cativa dos encantos de Cabo Frio: seu mar cristalino, em que azul e verde unem-se envoltos na branca renda que se forma da quebra de suas ondas, suas praias de areia fina e clara, suavemente acolhedora, sua história, seu passado retratado pelas lentes de Wolney Teixeira... (LGR, 13/11/2017)

Luciana G. Rugani

Comentários

  1. Muito bonita a poesia e principalmente a forma falada da mesma. Falada, ela criou forma e com a sua energia ficou mágica representando a eterna e linda Cabo Frio. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Querida Luciana, só você para criar uma poesia tão encantadora! Que linda! Suas palavras e o violão ao fundo transmitem uma delicadeza ímpar! Parabéns! Você é uma mineira verdadeiramente cabo-friense!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Suas palavras descrevem o que penso sobre esse paraíso

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto.
A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos problemas …

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice, não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste, lame…

POESIA "COM LU", DE HAIRON HERBERT DE FREITAS

Linda, maravilhosa poesia!!

Com Lú
O amor não acaba, o amor só aumenta. Experimente uma frase, Espere mais e comente.
Seja velho, seja jovem, Esqueça o tempo que passou. O momento é agora, Aproveite tudo com amor.
Não chore, não clame, Seja firme, seja honesto. Não viva mau seus sentimentos, Aos restos estranhos, acalento.
Contudo o amor revigora, Mesmo no atrapalho da hora, Volta sempre sem demora.
O amor é sem fim, É eterno em mim, Consciente estou, Quando estou com amor.
Hairon H. de Freitas 15/7/2019