sexta-feira, 17 de março de 2017

A APOSENTADORIA SOB ENFOQUE DIFERENCIADO



Temos observado um alto investimento do governo junto à grande mídia no sentido de promover campanhas e programas onde são entrevistadas pessoas que se aposentaram e seguem trabalhando para complementarem a renda salarial.

Como na imprensa em geral as matérias veiculadas nunca o são sem uma razão de ser, ou sem uma ideologia ou intenção por trás a ser propagada, percebe-se claramente a intenção de passar a ideia de que os brasileiros podem muito bem ter dilatados seu tempo e idade mínimos para aposentadoria, como se o objetivo de uma vida inteira de alguém fosse somente trabalhar para sobreviver, e não vemos nunca uma matéria sobre pessoas que se aposentaram e puderam ser livres para dispor de seu tempo em prol daquilo que tanto sonharam, ou simplesmente pessoas que passaram a viver realmente, muito além de sobreviver.

Por que a grande mídia não produz um documentário de pessoas que se aposentaram novas e em condições ainda de fazerem aquilo que sempre sonharam? De abrir aquele negócio ou trabalho próprio que sempre tiveram vontade, de fazer aquele trabalho voluntário que sempre idealizaram...

Isso é totalmente diferente de pessoas que trabalham depois de aposentadas, mas por obrigação, trabalham para outros porque precisam aumentar o salário, são escravas da rotina de horário, sem poderem nunca fazer aquilo que têm vontade na vida, seja até mesmo aproveitar um pouco a presença dos parentes e amigos. As pessoas precisam pensar isso, pois aposentadoria não é sinônimo de não se fazer mais nada, pelo contrário, é sinônimo de liberdade para fazer e intensificar aquilo que mais sonharam um dia em ter tempo pra fazer, sinônimo de autonomia para viver e escolher as atividades a que querem se dedicar. É sinônimo de liberdade de decisão da própria vida, pois, quaisquer que sejam as atividades escolhidas, são frutos da autonomia de decisão da própria pessoa que durante anos dedicou parte de sua vida para adquirir esse direito. Ao dignamente conquistar sua aposentadoria, a pessoa adquire também em potencial a opção de seguir sua vida no caminho que melhor lhe prouver, sua vida pode não significar mais somente uma luta por sobrevivência. Lembrando que nada adiantaria essa conquista se ela já estivesse em idade avançada, pois essa opção em potencial que se recebe esvai-se com o tempo.

Aliás, tudo que escrevo aqui ao que parece vai de acordo com a ideia também destes políticos que buscam essa reforma previdenciária, pois, se assim não fosse, eles buscariam primeiramente extinguir suas aposentadorias especiais, essas sim dispendiosas e na contramão de toda a teoria que embasou o direito à aposentadoria, já que para essas aposentadorias não se exige um tempo longo de trabalho como o que é exigido do trabalhador. Ah, e ainda lembrando que o próprio presidente e outro ex-presidente, além de vários deles que apoiam o que na prática seria a extinção do direito, já estão há muito curtindo suas aposentadorias especiais, com seus polpudos vencimentos. Por que então aceitaram o benefício, já que agora dizem que o brasileiro aposenta-se cedo?

                                "A mentira por trás do rombo da Previdência"
                                "Aposentadoria - tempo de se autodescobrir"

Aplicativo para calcular o efeito da reforma em sua aposentadoria: http://www.anfip.org.br/noticia.php?id_noticia=21411

Luciana G. Rugani

CABO FRIO - RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DESTA SEXTA - 17/03

Notícias do dia de nossa cidade - repassadas pela SECOM da prefeitura. Fique por dentro, comente, debata, compartilhe, interaja. Nosso blog é divulgação e interação:

Prefeitura apoia Caminhada da Apae em celebração ao Dia Internacional da Síndrome de Down
Evento acontece na próxima terça (21)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...