quinta-feira, 8 de março de 2018

ESCRITORA ANDRÉA REZENDE HOMENAGEIA AS MULHERES

por Luciana G. Rugani

Feliz Dia Internacional das Mulheres para todas as mulheres:
que sabem perceber aquele "algo mais" da vida, além do visível aos nossos olhos;
que conhecem as lutas, não desistem, mas conhecem também o amor, as virtudes que fazem qualquer ser humano brilhar mais próximo de seu Criador;
às mulheres conscientes de que seu real valor e os dons que lhe permitirão conquistar seus sonhos encontram-se em sua alma, em seu caráter, na inteligência, no sentimento, na determinação em lutar por uma boa causa, na solidariedade, na amizade e nos ideais sinceros.

E, em comemoração a este dia, compartilho com vocês essa belíssima poesia da amiga escritora Andréa Rezende:


Porque esse dia merece um poema
Porque nós, mulheres, merecemos amar sem que o nosso amor seja objeto de opressão, misoginia, violência
E porque essa é só uma vertente da luta!

Sujeito mulher 

Qual será o tempo de amar de uma mulher?
Poderá  amar como escolher?
Ou terá que amar comportado?
                                  ajeitado ?
                                  condicionado?
                                  esperado?

Poderá amar e agradar?
Poderá amar sem parir?
Poderá amar sem desconfiar?
Poderá amar e partir?
Poderá amar sem apanhar?
Poderá amar e pedir?
Poderá amar sem dar?
Ou dar quando lhe convir?

Pode uma mulher de fato amar
E escolher sua medida?
Pode amar com liberdade
E de amor não estar  perdida?

Amor, esse substantivo masculino
Assim tão macho e primitivo
Poderá ser íntimo, meu e feminino?

Profiro o nome amor
E de sentidos fico à espera
Vario, busco e concluo
Sou amora

Vou amorar em vez de amar
E conjugar o verbo como eu quiser...

O sujeito sou eu...mulher!

Andréa Rezende

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...