quarta-feira, 19 de setembro de 2018

ALAIR CORRÊA: MAIS UM POUCO SOBRE SUAS REALIZAÇÕES


Sou entusiasta da história de Alair Corrêa e gosto de registrar suas realizações porque elas fazem parte da história de Cabo Frio. Qualquer um que for estudar o desenvolvimento da cidade necessariamente terá que passar pelo trabalho realizado por Alair em seus mandatos de prefeito. 

Alair Corrêa foi o prefeito que mais realizou pela cidade, dotando-a de toda infraestrutura necessária para que ela se tornasse referência no turismo nacional e internacional. Entre todos os prefeitos que passaram pela cidade em 100 anos, ele foi o que fez 70% (setenta por cento) de toda a pavimentação e manilhamento da cidade e 80% de todas as obras existentes.

Ao assumir a prefeitura em 1997, ele recebeu a missão de não apenas governar a cidade, mas de transformá-la numa potência turística. Assim, algumas atitudes precisavam ser tomadas, pois apenas 1/3 da cidade fora pavimentada nos últimos 100 anos. Havia um desafio pela frente: romper essa barreira. Como trazer turistas para uma cidade que não era saneada? A cidade era pavimentada somente até a Vila Nova, o restante não tinha manilhamento, pavimentação, iluminação. Além disso, havia 4 grandes valões abertos, local de despejos de animais mortos e desmonte de carros. Alair saneou, pavimentou, iluminou e construiu galerias nos valões dos bairros Algodoal, na Vila Nova, Braga, Célula Mater, Manoel Corrêa, Náutilos, Recanto das Dunas, Vila do Sol, Foguete, Caiçara II, Parque Burle, Jardim Olinda, Praia do Siqueira, Palmeiras, Excelsior, Portinho, Palmeiras II, Ogiva, Peró, Jacaré, além de todos os bairros do Grande Jardim Esperança e de Tamoios. Assim foram pavimentados e saneados 70% do município, tornando a cidade apta a receber os turistas.

Cabo Frio tornou-se a cidade mais limpa do Brasil com a implantação do sistema de setorização cromática que muito auxiliava na fiscalização da limpeza da cidade. Foram construídos o aeroporto internacional, duas novas entradas para a cidade e um terminal para receber os turistas dos transatlânticos. Foram criados o Boulevard Canal e o Shopping dos Biquínis e construídos a ponte Márcio Corrêa, o teatro municipal, o ginásio poliesportivo, a nova prefeitura, o novo fórum, a Praça das Águas, os quiosques nas orlas da Praia do Forte, das Palmeiras, do Peró, da Praia do Siqueira e de Tamoios. Construiu todas as orlas, o Hospital da Mulher, Hospital HCE, Hospital do Jardim Esperança e de Tamoios. Por toda a transformação realizada na cidade, recebeu o título de "O Prefeito que mudou Cabo Frio".

Em Tamoios: construção da primeira e única escola para o ensino médio de Tamoios onde estudam 4.000 alunos, a Escola Marly Cappi; construção do Hospital Municipal de Tamoios; 6km de orla com pavimentação, iluminação, 24 km de calçadas e quiosques; construção da escola Alita do Vale; pavimentação da rodovia para o Califórnia 6km; construção da Escola de Ensino Fundamental Professora Lucileia; ônibus azulzinho com transporte gratuito para a população inteira; construção da Quinta Avenida; pavimentação da Avenida Rio de Janeiro, Ruas Bangu, Cabo Frio e outras com quase 1 km de extensão cada uma; construção da Rodovia Ambiental das Pacas; projeto e construção da Quinta Avenida; ônibus gratuito para todos os universitários; pavimentação de todas as ruas entre a rodovia e a praia; pavimentação da beira rio; iluminação em super postes por todos os 8 km de rodovia; pavimentação de dezenas de ruas; saneamento e pavimentação em bloquetes de todo o bairro Centro Hípico; 68 ruas de paviess, e outras obras.

A revista abaixo foi lançada em 2004 e contém grande parte, não todas, das realizações de Alair como prefeito. Vale dizer que, de lá pra cá, houve muitas outras realizações que dariam, certamente, outro volume de revista. A leitura pode ser feita descendo a barra lateral.

Conheçam um pouco mais sobre essa história linda de muito trabalho e construção de uma cidade:


Luciana G. Rugani

CHARITAS RECEBE O LANÇAMENTO DA ANTOLOGIA LUSO BRASILEIRA

por Luciana G. Rugani - Fico feliz por participar desta antologia que une escritores brasileiros e portugueses. Ontem aconteceu o lançamento em Cabo Frio e, em outubro, o  lançamento será em Portugal. Agora, minha poesia "Um Instante" viajará para terras portuguesas através deste belíssimo livro da Editora Foco Letras, idealizado pelo amigo poeta José de Castro.
Abaixo segue matéria da Prefeitura de Cabo Frio sobre o lançamento de ontem:



Evento reuniu amantes da literatura

A Casa de Cultura e Museu José de Dome, o Charitas, recebeu nesta terça-feira (18), o lançamento do livro "Antologia Luso Brasileira". A obra é uma iniciativa do poeta português José de Castro e da editora Foco, reunindo mais de 70 escritores.

A antologia apresenta mais de 70 obras de poetas dos estados de dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais e de Portugal. Cabo Frio foi a terceira cidade a receber a cerimônia de lançamento do livro, que anteriormente foi lançado em Iguaba Grande e no Rio de Janeiro. O próximo lançamento será realizado em outubro, na cidade de Alcobaça, em Portugal.

"O mais interessante dessa antologia é colocar os autores da Região dos Lagos, junto com escritores de outros países, atravessando o Atlântico e chegando a Portugal. A ideia surgiu do poeta José de Castro e o processo, que durou cerca de oito meses, foi muito prazeroso. É uma realização inédita para Cabo Frio" - comemorou o editor Cesar Mattos.

Para o português José de Castro, a publicação é a realização de um sonho. "Comecei esse sonho quando morava em Portugal e vim terminar aqui no Brasil. A ideia inicial era fazer uma antologia de poetas da Região dos Lagos mas como eu pertenço a uma academia de poetas de portugueses, conseguimos unir na antologia poetas Luso brasileiros e já estamos pensando em uma segunda edição" - afirma José.
Texto e foto: Prefeitura de Cabo Frio

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

ALAIR CORRÊA, O HOMEM QUE MUDOU CABO FRIO

Alair Corrêa fez um grande trabalho por Cabo Frio. 
Nos anos de 1997 a 2000 e de 2001 a 2004, respectivamente segundo e terceiro mandato de Alair, Cabo Frio teve um boom de desenvolvimento. A cidade adquiriu toda a infraestrutura necessária para uma melhor qualidade de vida de seus cidadãos e também para que se tornasse referência no turismo. Foram construídas escolas, hospitais, foi feito o manilhamento e pavimentação de 70% de toda a cidade, pontos turísticos foram organizados, a cidade ganhou título de cidade mais limpa do Brasil, entre outras muitas realizações. 
Quem conheceu Cabo Frio antes e depois de 97 sabe bem o que estou dizendo. O seu governo foi, sem dúvida nenhuma, e até mesmo seus adversários sabem bem disso, o que mais realizou em prol de Cabo Frio. 
Cliquem abaixo para assistir ao vídeo 👇👇


Luciana G. Rugani

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

LANÇAMENTO, EM CABO FRIO, DA ANTOLOGIA POÉTICA LUSO BRASILEIRA - EDITORA FOCO LETRAS

Dia 18 de setembro acontecerá em Cabo Frio, no Charitas, o lançamento da Antologia Poética Luso Brasileira, Editora Foco Letras, da qual tenho a honra de participar com minha poesia "Um Instante". No dia 25 de agosto aconteceu o lançamento desta mesma antologia na cidade do Rio de Janeiro em um agradável e belíssimo sarau poético, e agora será a vez de Cabo Frio!
Venham participar! Dia 18/09, às 19 h, no Charitas!


Luciana G. Rugani

PARTE DA HISTÓRIA DE CABO FRIO É PERDIDA NO INCÊNDIO DO MUSEU NACIONAL


Milhares de peças pertencentes à Região dos Lagos faziam parte do acervo do Museu

O incêndio que atingiu o maior museu de história natural da América Latina, o Museu Nacional, no domingo (02), transformou em escombros parte da história do Brasil. Dentre o acervo contabilizado em cerca de 20 milhões de itens, estima-se que aproximadamente 5 mil peças tenham sido enviadas da Região dos Lagos, em especial, de Cabo Frio. Os artigos que ajudavam a narrar a formação geológica da região, integravam o período pré-histórico e Tupinambá.

O material enviado ao Museu, foi recolhido pela pesquisadora Lina Maria Kneip (falecida em 2002), na década de 70, no Morro dos Índios, localizado na Praia do Forte. Dentre os achados arqueológicos, haviam rochas, utensílios dos sambaquis e ossadas. 

Para a subsecretária de Cultura de Cabo Frio, Meri Damaceno, a destruição desse material representa uma perda irreparável. "O incêndio no Museu Nacional é reflexo da irresponsabilidade dos governantes, e de todas as verbas mal aplicadas. Não há como recuperar todo o material que foi perdido, talvez nem o prédio. É um verdadeiro assassinato da memória e cultura brasileira - afirma Meri.

O secretário de Cultura, Fernando Chagas, lamenta profundamente o incêndio. "É uma grande tragédia para nossa cultura e uma perda sem precedentes do nosso patrimônio cultural. É necessário que o governo desenvolva políticas públicas para a Cultura e promova ações de resgate da memória e incentivo para pesquisas e fomento histórico e cultural - fala o secretário.

Sobre o Museu Nacional

Criado por D. João VI em 1818, o museu completou 200 anos em junho deste ano, ocupando desde 1892, o prédio histórico do palácio de São Cristóvão, na Quinta da Boa Vista, zona norte do Rio de Janeiro. O Museu Nacional é a mais antiga instituição científica do país e guardava em seu acervo mais de 20 milhões de itens. Entre eles, alguns dos mais relevantes registros da memória brasileira no campo das ciências naturais e antropológicas, como o fóssil humano mais antigo já encontrado no país, batizada de "Luzia", que faz parte da coleção de Antropologia Biológica.

O palácio foi doado por um comerciante ao príncipe regente D. João em 1808 e depois tornou-se a residência oficial da família real no Brasil entre 1816 e 1821. Nesse período, foi a casa de um rei e dois imperadores. Foram os integrantes da família real que começaram as coleções que deram origem ao maior museu de história natural do país.

Att.
Coordenadoria de Comunicação
Prefeitura de Cabo Frio

domingo, 2 de setembro de 2018

FEIRA DE ARTESANATO DO PROJETO SOCIAL VERMELHO E BRANCO

Por Symone Castro - Neste mês de setembro, nossa feira de artesanato do projeto acontecerá no dia 07, no feriado!!! Venha nos prestigiar, conhecer nosso projeto, comer um bolo, tomar um café e comprar peças incríveis!! Nossas professoras e alunas estarão expondo suas peças na feirinha mais coração de Cabo Frio!!! 
Dia 07 de setembro, de 9:00 as 17:00hs na quadra da Vermelho e Branco, na rua Antônio Feliciano de Almeida, esquina com Meira Junior, centro.



Luciana G. Rugani

sábado, 1 de setembro de 2018

CABO FRIO: TELEFONES ÚTEIS - SOLICITAÇÃO DE SERVIÇOS, DENÚNCIAS, ENTRE OUTROS


DISK ILUMINAÇÃO 

Reparos na iluminação pública podem ser solicitados via WhatsApp. O serviço passou a funcionar efetivamente na quinta-feira (30). Para solicitar o reparo na iluminação pública através do aplicativo, o munícipe precisa enviar por escrito o nome da rua, o bairro, o número da casa localizada próximo ao poste que necessita de reparo e, um ponto de referência, sendo comércios, igrejas, escolas ou ruas próximas ao local. As mensagens devem ser enviadas de segunda a sexta-feira, em horário comercial, das 8h às 17h, por meio do número (22) 99746-3332. O atendimento telefônico do Disk Iluminação continua funcionando normalmente por meio do número (22) 2647-7891. O contato deve ser feito em horário comercial, de segunda a sexta-feira. 
ATENÇÃO! As mensagens recebidas fora do horário comercial serão desconsideradas pela equipe, assim como as solicitações enviadas por áudio não serão validadas.
__________________________________________________

CRIMES AMBIENTAIS

A população deve denunciar crimes ambientais pelo e-mail cogemacabofrio@gmail.com e pelo telefone (22) 99242-3041. Para crimes de ocupação de áreas de proteção ambiental ou pública, o e-mail é cogeafcabofrio@gmail.com . O anonimato da denúncia é garantido.
___________________________________________________

CONDUTAS IRREGULARES DE VENDEDORES AMBULANTES

As denúncias sobre condutas irregulares por parte de vendedores ambulantes podem ser feitas pelo WhatsApp da Coordenadoria de Posturas no número (22) 98835-4140. A identidade do denunciante será mantida em sigilo.
____________________________________________________

DENÚNCIAS SOBRE O USO DO ESPAÇO PÚBLICO

Denúncias referentes ao uso do espaço público podem ser feitas pelo WhatsApp da Coordenadoria de Posturas no número (22) 98835-4140. A identidade do denunciante será mantida em sigilo.
___________________________________
 TERMINAL DE BARCOS

Interessados em fazer passeios de barco devem procurar o Terminal de Barcos, diariamente, das 9h às 17h, no Canal do Itajuru. As reservas também podem ser feitas pelo telefone (22) 99605-8786, através do WhatsApp. O valor do passeio pode variar de acordo com o trajeto de preferência do passageiro. Crianças até cinco anos não pagam. Idosos e crianças de seis a 10 anos pagam meia entrada. O roteiro do passeio também pode ser alterado conforme as condições climáticas.

Fonte das informações:  prefeitura de Cabo Frio

Luciana G. Rugani
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...