segunda-feira, 20 de agosto de 2018

LANÇAMENTO DA 2ª ANTOLOGIA POÉTICA FLORES LITERÁRIAS

Sábado (18) aconteceu, no Charitas, o lançamento da 2a. Antologia Poética Flores Literárias. O evento fez parte do encerramento do FLIC - Festival Literário Cabo-friense Flores Literárias - e contou com a participação de poetas autores, com shows de Léo Díoli, Sarah Dhy e performance do coletivo Urbano Buziano. 
Eu tenho a felicidade de participar também desta 2ª antologia. Participei da primeira, no ano passado, com a poesia "Sonhos" e agora participo com "Diálogo com o mar azul", que segue abaixo: 



 DIÁLOGO COM O MAR AZUL

Defronte o mar azul,
sinto sua cumplicidade.
O vai e vem de suas ondas são respostas,
ao meu indagar íntimo.
Fixo o olhar em suas águas límpidas,
percebo que ele me indaga: o que houve agora?
E a ele mais uma vez relato
os mais recentes pensamentos.
Pergunto a ele: por que tanta dor, tanta saudade...
para que um sentir sem sentido, um amar por amar..
Ahh mar...
que tanto pranto já lavou,
tanto adeus já abrigou,
quantos amores já levou.
Sonhos se foram no tempo
este mesmo tempo
que agora graceja da dor
passa, vai embora
deixa a saudade do que não foi.
E o burburinho do mar azul,
diz com suavidade:
o tempo, a saudade,
são o preço de amar
em um mundo de dores e corações de pedra.
Mas, se assim não fosse, que graça teria a poesia?
Ela, que abriga a saudade,
compreende e acolhe o sentir
com palavras mágicas, transmuta a dor
perpetua os sonhos e ri do tempo,
tempo este que dela não é rei, apenas súdito
que dela não graceja, porém respeita
porque dela é prisioneiro.
O tempo é eterno na poesia, pois se entrelaça ao amor.
Amor e tempo, infinitos na poesia
sem limites, sem poréns, sem dores, nem saudade.

Luciana G. Rugani, 18/08/18

LUIZ LIMA - 1717: MEU CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL

Os que acompanham meu blog desde sua criação conhecem minha história em relação a participações em campanhas políticas.

Eu não sou política, não sou cabo eleitoral e nunca trabalhei com política de forma remunerada. Sempre que apoiei algum candidato foi por minha livre vontade e por acreditar nas minhas escolhas.

Apesar de ultimamente haver desacreditado de nosso sistema político, conheci uma pessoa que me fez voltar a torcer e apoiar. Um companheiro das redes sociais que sempre se mostrou extremamente educado, atencioso e pronto para responder a meus questionamentos. Estou falando de meu candidato a deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro, Luiz Lima.

Luiz é campeão mundial de natação e ex-atleta olímpico. Foi secretário nacional de esportes no Ministério dos Esportes por um ano, entre 2016 e 2017, onde fez um ótimo trabalho de combate à corrupção na distribuição e aplicação de verbas nos programas de alto rendimento, na destinação de recursos aos atletas e nos projetos e convênios com confederações. É professor de educação física e empresário no ramo da natação.

Luiz vem fazendo uma campanha limpa, com pouquíssimos recursos, e tem conquistado eleitores por mostrar um perfil diferenciado de fazer política sem acordos de "toma lá dá cá", a mesma política limpa que praticou quando exerceu o cargo de secretário nacional de esportes. E ainda, é o responsável pelo plano de governo do presidenciável Jair Bolsonaro na área de políticas públicas esportivas.

Penso que já passa da hora de termos políticos diferentes no Congresso Nacional, políticos que prezem a ética, o respeito aos recursos públicos, honestidade e transparência. E Luiz Lima demonstrou isso claramente durante o período em que esteve à frente da Secretaria Nacional de Esportes.

Não voto em partidos. O que move minhas escolhas são os trabalhos realizados pelo candidato e sua forma de atuação. Luiz Lima é um nome que com certeza me sentirei honrada, enquanto cidadã, por tê-lo na Câmara Federal como meu representante.


Luciana G. Rugani

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...