domingo, 25 de setembro de 2011

TRAÇOS



As vezes me sinto como 
Em um copo transbordante;
Opresso.
Mas, num ímpeto de fino preparo, 
Envolto no querer resoluto,
Me apanho no espaço maior;
Observando e sendo observado,
Por entidades outras.
Que talvez num arroubo momentâneo;
Extrapolam como eu.

Hairon.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...