Pular para o conteúdo principal

CORPUS CHRISTI PARA TODOS OS CRISTÃOS


Corpus Christi é uma celebração cristã, de tradição católica, surgida na Idade Média, e representa a adoração do rito da eucaristia. A eucaristia, também chamada de comunhão, simboliza a noite em que Jesus reuniu seus apóstolos para a sua última ceia, pois que no dia seguinte seria traído, entregue às autoridades e condenado ao grande testemunho. Nesta noite, Jesus se despede, mas transmite aos seus apóstolos a mensagem de pacto, de união eterna em prol do seu evangelho.
Para os católicos, a eucaristia é a conversão do pão e vinho em corpo e sangue de Jesus. Receber a eucaristia (ou comunhão), para os fiéis, é receber o verdadeiro tesouro espiritual da igreja (Cristo) em si mesmos; é a união plena, total com Cristo. Neste instante em que recebem a comunhão, sentem-se auto-iluminados, pois creem que Jesus neles habita naquele instante.
Mas, Jesus veio até nós para nos ensinar o caminho que nos levará de encontro à Verdade, que nos fará conectar-nos com nossa essência, com nossa consciência mais profunda que é Deus em nós. Sua mensagem é de grandioso alcance, não se limitando a uma ou outra religião específica, e nem se aplicando somente aos dias destinados às comemorações: é para todos os dias de nossas vidas. Como tudo que envolve a mensagem de Cristo tem sua razão mais profunda de ser, e como nós, humanos, somos ainda condicionados ao nosso calendário e nos perdemos facilmente em nossos afazeres e preocupações diárias, nos esquecendo muitas vezes das pausas para reflexão em torno de como estamos agindo em nossas vidas, a razão maior destas datas é justamente propiciar um momento de reflexão, trazer uma pausa ao nosso dia-a-dia para pensarmos, meditamos no quanto estamos ou não estamos seguindo o caminho para a verdadeira felicidade, recapitular as lições e analisar o quanto aprendemos.
Assim, por efeito da tradição de séculos e por tratar-se de mensagem de Cristo, ilimitada e universal por natureza, esta data, assim como acontece às demais datas cristãs, expandiu seu alcance, e hoje podemos dizer que pessoas de diversas crenças entendem e compartilham de seu significado.
Extraindo a mensagem de Jesus contida no significado da comemoração de Corpus Christi, a qual se aplica a todos os cristãos, podemos entender que, como esta data representa Cristo em nós, ela vem nos lembrar de nossa necessidade de transformação  e melhoramento de nós mesmos, de aplicação dos ensinamentos evangélicos em nossas vidas para que possamos abrigar Cristo em nossos corações. Dessa forma, os católicos, quando comungam e sentem-se iluminados por terem Cristo em si mesmos, podem prolongar essa sensação de plenitude por todos os seus dias através da mudança verdadeira de suas atitudes na vida proporcionada pela aplicação dos ensinos de Jesus em suas condutas diárias. E os cristãos das demais religiões podem ter esta data como mais uma lembrança da necessidade de cada vez mais colocarem em prática tudo o que têm aprendido nos estudos evangélicos. 
Para concluir, que o dia de hoje mais uma vez nos acorde para a necessidade de melhoramento de cada um de nós enquanto seres humanos. Somente através da transformação e aprimoramento de nossas ações, sentimentos e pensamentos, por meio do aprendizado do Amor de Cristo em nossas vidas, é que verdadeiramente estaremos em comunhão com Jesus. Só mesmo assim poderemos ter, definitivamente, CRISTO EM NÓS.

Luciana G. Rugani

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto.
A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos problemas …

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice, não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste, lame…

POESIA "COM LU", DE HAIRON HERBERT DE FREITAS

Linda, maravilhosa poesia!!

Com Lú
O amor não acaba, o amor só aumenta. Experimente uma frase, Espere mais e comente.
Seja velho, seja jovem, Esqueça o tempo que passou. O momento é agora, Aproveite tudo com amor.
Não chore, não clame, Seja firme, seja honesto. Não viva mau seus sentimentos, Aos restos estranhos, acalento.
Contudo o amor revigora, Mesmo no atrapalho da hora, Volta sempre sem demora.
O amor é sem fim, É eterno em mim, Consciente estou, Quando estou com amor.
Hairon H. de Freitas 15/7/2019