Pular para o conteúdo principal

BELO HORIZONTE (MG) COMEMORA 117 ANOS

Foto: Jornal O TEMPO

Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, comemora hoje seus 117 anos. E com uma boa notícia: a cidade oficializou a candidatura do Conjunto Moderno da Pampulha para ser reconhecido como patrimônio cultural da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O resultado está previsto para sair em meados de 2016. Caso vença, a capital será a quarta cidade mineira a ter o reconhecimento mundial, atrás de Ouro Preto, Diamantina e Congonhas.

Para homenageá-la, destacamos abaixo alguns principais dados para que todos possam conhecer um pouco mais sobre essa metrópole:

População: BH tem hoje 2.479.175 moradores.
Por dia, a cidade consome 650 milhões de litros d'água, o suficiente para encher 260 piscinas olímpicas. Belo Horizonte tem 700 km de córregos. A maioria deles está canalizada, escondida sob as ruas da cidade.
Parques de lazer e conservação são 77. 
Nos ares de BH voam 150 espécies de aves. O número varia dependendo da época do ano, já que muitas delas são migratórias. O melhor local para observação é a Pampulha, e durante o verão. 
Por dia são recolhidos 1.800 toneladas de lixo na capital, o que daria para preencher 36 carretas bitrem.
Os garis varrem, por ano, 700 mil km de vias. A distância seria suficiente para dar 18 voltas e meia em torno da Terra. 487 bairros existem na cidade.
Na capital há 18.613 bares e restaurantes, o que dá um estabelecimento para cada 133 moradores. Por ano, os belorizontinos consomem 153 milhões de litros de cerveja, o que dá 255 mil garrafas de 600 ml.
São mais de 4.645 km de vias espalhadas pela cidade. Se fossem colocadas em linha reta, seria suficiente para ir de Belo Horizonte até Boa Vista, em Roraima.
3.600 ônibus fazem o transporte coletivo em BH diariamente.
Futebol: nem só de Atlético, Cruzeiro e América. A capital tem pelo menos 250 times de futebol amador. Além do Mineirão e do Independência, BH conta com outros 75 campos de futebol.
Por ano, são realizados em média 15 mil casamentos na cidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto.
A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos problemas …

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice, não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste, lame…

POESIA "COM LU", DE HAIRON HERBERT DE FREITAS

Linda, maravilhosa poesia!!

Com Lú
O amor não acaba, o amor só aumenta. Experimente uma frase, Espere mais e comente.
Seja velho, seja jovem, Esqueça o tempo que passou. O momento é agora, Aproveite tudo com amor.
Não chore, não clame, Seja firme, seja honesto. Não viva mau seus sentimentos, Aos restos estranhos, acalento.
Contudo o amor revigora, Mesmo no atrapalho da hora, Volta sempre sem demora.
O amor é sem fim, É eterno em mim, Consciente estou, Quando estou com amor.
Hairon H. de Freitas 15/7/2019