terça-feira, 4 de abril de 2017

PIMENTAS - POESIA DE RODRIGO POETA

por Luciana G. Rugani - A poesia parece nos levar para o imaginário, para os sonhos. Mas, ao contrário, ela nos transporta para o que existe de mais verdadeiro em nossas vidas, que é nosso Ser eterno, onde encontramos nossa essência, nosso sentir, que nos possibilita ampliar nosso olhar e perceber a variedade de cores e sabores das"pimentas" da vida ao nosso redor. 

Foi esse o insight que tive ao ler a poesia "Pimentas", de autoria do amigo Rodrigo Poeta.  Rodrigo é um notável escritor cabo-friense, professor, pesquisador, palestrante e amante da poesia. São imensas a honra e a alegria de ter no espaço "Poesia de Amigos", aqui do nosso blog, uma composição sua, a qual compartilho com os caros leitores:


Pimentas 


No entardecer do caos 
Vive o homem a esquecer
O que é saber viver
Entre as pimentas da vida. 

Esquece este ser
O valor das cores
Das pimentas da vida,
Que ardem em flor. 

Pássaros cantam...
O homem é bicho,
Que mata a si próprio 
E esquece das pimentas
Do tempero da vida. 

A brisa é suave,
Mas o bicho homem
Esquece o verdadeiro valor
Do seu Espírito Santo 
Em plena vida... 

...e as pimentas só 

São imagens de uma vida. 

Rodrigo Poeta -08-02-17.

4 comentários:

  1. Rodrigo é um "ser" iluminado, um amigo que adoro ter por "perto", mesmo distante. <3

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pelo convite Luciana. Luz sempre para você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um prazer tê-lo por aqui, Rodrigo! Suas poesias engrandecem e alegram este espaço que também é seu. Obrigada por sua presença!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...