Pular para o conteúdo principal

SEXTA MUSICAL: "ESTÃO VOLTANDO AS FLORES"

por Luciana G. Rugani - para começar bem o final de semana, nada como uma boa música. 
"Estão voltando as flores" é um sucesso de autoria de Paulo Soledade do ano de 1961. Vários cantores gravaram esta música, e neste vídeo podemos ouvi-la através de mais um perfeito trabalho do saudoso Emílio Santiago.
A sua história também é muito bonita. O autor estava doente e desenganado. Foi então que, em certa manhã, o médico chegou na beira de sua cama e anunciou que sua doença havia sido vencida! Foi então que Paulo Soledade compôs esta linda canção que fala de um novo momento, da chegada das flores e da esperança viva de um novo recomeçar que havia em seu coração. 

Paulo Gurgel Valente do Amaral Soledade nasceu em 1919. Fez teatro, entrou para a Força Aérea, fez curso de caça nos EUA voltando como tenente da Força Aérea Americana. Trocou esta carreira pela de tenente da aviação civil. Abandonou esta carreira sete anos depois por problemas de saúde. Foi também um homem da noite, montando a casa "Zum Zum", que abrigou os primeiros ícones da bossa nova.

Gostaria muito que o sentimento de esperança que deu origem a esta música fosse também o nosso, de muitos brasileiros que já não aceitam mais assistir e viver todo esse caos que tomou conta de nosso país. Gostaria que se desenhasse de fato no horizonte uma saída para que voltássemos a ter segurança, paz, que não destruíssem o trabalhador, como estão fazendo, que deixássemos de viver reféns dessa falta de segurança e tivéssemos liberdade de ir e vir em nossas ruas, que as instituições e poderes voltassem a assumir seus deveres e funções sociais, ao invés de servirem aos grupos políticos aos quais estão ligadas. Quem sabe um dia?
Segue abaixo o vídeo com essa bela canção:


https://www.youtube.com/watch?v=TErIO4AxlDc

Fonte das informações: Luís Nassif  - http://www1.folha.uol.com.br/fsp/dinheiro/fi3110199906.htm

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto.
A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos problemas …

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice, não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste, lame…

POESIA "COM LU", DE HAIRON HERBERT DE FREITAS

Linda, maravilhosa poesia!!

Com Lú
O amor não acaba, o amor só aumenta. Experimente uma frase, Espere mais e comente.
Seja velho, seja jovem, Esqueça o tempo que passou. O momento é agora, Aproveite tudo com amor.
Não chore, não clame, Seja firme, seja honesto. Não viva mau seus sentimentos, Aos restos estranhos, acalento.
Contudo o amor revigora, Mesmo no atrapalho da hora, Volta sempre sem demora.
O amor é sem fim, É eterno em mim, Consciente estou, Quando estou com amor.
Hairon H. de Freitas 15/7/2019