Pular para o conteúdo principal

ABERTURA DA EXPOSIÇÃO "MOÇA BONITA, CELEBRANDO A VIDA EM MEIO AO CÂNCER"

Ontem (3) aconteceu no Charitas a cerimônia de lançamento da exposição de fotos "Moça Bonita, Celebrando a Vida em meio ao Câncer". Parceria do projeto "Moça Bonita" com a ALACAF - Academia de Letras e Artes de Cabo Frio, a exposição contém fotos de mulheres vítimas de câncer celebrando a vida em meio ao tratamento. As fotos foram tiradas pela fotógrafa Manu Ribeiro e cada foto ganhou um poema escrito por um membro da ALACAF.

O Projeto Moça Bonita atende mulheres em todo território nacional, enviando perucas para vários lugares do país. Além disso, são gratuitamente emprestadas às Moças Bonitas toucas de gelo que evitam a queda capilar durante a quimioterapia. O Projeto também oferece o Tegun - um produto que auxilia no tratamento da radioterapia evitando que as moças se queimem, além da prótese de alpiste, auxílio com psicólogos e advogados que auxiliam as mulheres e apoio espiritual para quem deseja. E ainda, são realizados diversos eventos gratuitos, palestras e atividades voltadas para as mulheres vítimas de câncer.

A minha poesia foi para a moça bonita Maria Isaura, que tive o prazer e alegria de conhecer pessoalmente. Fiquei feliz porque fiz a poesia sem conhecê-la, guiando-me apenas pela foto que me foi enviada, e pude perceber que tudo o que eu disse na poesia sobre ela encaixou perfeitamente! Maria Isaura é uma simpatia de pessoa, linda, seu sorriso é suave, doce, revelando, como eu disse na poesia, sua "doce aura".

Foi um evento maravilhoso, muito emocionante! Cada poesia declamada foi uma mensagem de amor, força e alegria para as moças bonitas, porém penso que são elas quem nos fortalecem ao enfrentarem tão dura batalha com um sorriso maravilhoso no rosto, um otimismo e energia radiantes que nos envolvem e nos fazem refletir no quanto também podemos caminhar e seguir em frente com alegria, mesmo em meio a tantos problemas ou situações difíceis pelas quais possamos estar passando. Participar deste evento foi uma experiência muito gratificante que me deixou muito feliz e me fez sair de lá com outro ânimo e confiança na vida.

A exposição é aberta ao público e permanecerá do dia 04 ao dia 15 de julho das 09h às 21h.

Abaixo segue minha poesia e algumas fotos do evento.



Maria Isaura

Seu sorriso brinda o dia
Linda, radiante,
Exala alegria.
Corajosa,
Navega mares e oceanos
Enfrenta ventos e tempestades
Mas firme permanece.
O barquinho, sua vida
O combustível, Deus.
Confia no bem,
confia na vida,
agarra firme e segue,
navega,
vive!
Espalha sua luz, Moça Bonita
Seu barquinho tem amor,
tem carinho,
Maria Isaura,
doce aura

LUCIANA G. RUGANI, 3/7/19

 












Comentários

  1. Muito lindo seu poema me emocionei com ele, você conseguiu realmente ver a essência da moça bonita Maria Izaura. Parabéns !!!

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo o projeto. Tive câncer de mama , fazem 8 anos . Sei como é difícil passar por isso . Fiz a retirada da mama esquerda , não fiz a desconstrução ainda . Mais vivo bem e feliz . Confesso que talvez ainda não estou preparada para tal cirurgia plástica de reconstrução.Evito pensar. Mais ajudo com palavras quem está passando por essa grande e covarde doença. Fiquem com Deus , pois só com fé "nele" passamos com a certeza da Vitória. Abraço. Sou de Araruama.

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo o projeto. Tive câncer de mama , fazem 8 anos . Sei como é difícil passar por isso . Fiz a retirada da mama esquerda , não fiz a desconstrução ainda . Mais vivo bem e feliz . Confesso que talvez ainda não estou preparada para tal cirurgia plástica de reconstrução.Evito pensar. Mais ajudo com palavras quem está passando por essa grande e covarde doença. Fiquem com Deus , pois só com fé "nele" passamos com a certeza da Vitória. Abraço. Sou de Araruama.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto. A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice , não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste,

TEXTO EXCELENTE SOBRE RESILIÊNCIA

Como se forma um gênio como o escultor Auguste Rodin?   por Regis Mesquita   Blog www.psicologiaracional.com.br Em 1840 nasceu um gênio chamado Auguste Rodin? Não, ele se tornou um gênio , nasceu com potencialidades, vocações e plano de vida. A sua genialidade foi o fruto final de um longo processo de estudos, tentativas, erros, treinamentos, aprimoramentos, fracassos. Para cada obra bem feita, ele deve ter tido pelo menos uns 400 fracassos. Olhando pelo lado da proporção, o genial Rodin foi um fracassado. O pior vem agora: para cada obra Genial, para cada "obra prima", ele deve ter tido pelo menos uns mil fracassos (obviamente, estes números são projeções minhas). Rodin era pobre, foi rejeitado três vezes ao tentar entrar em escolas de artes. Mas, ele tinha uma arma infalível: ele brincava com a arte. Em nossa sociedade nós dizemos: "isto não é brincadeira, vamos fazer as coisas com seriedade. Se seguisse este preceito, Rodin teria si