Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 31, 2020

POEMA: ME DÊ SUA MÃO

Me dê sua mão Me dê sua mão, sei que está difícil, que a alegria está escassa que a preocupação levou a motivação. E, até quem sempre cultivou alegria, hoje chora,  perdeu a inspiração da poesia. Mas me dê sua mão ainda assim! Será salvo aquele que persistir que não desistir, que cultivar em si  o amor e a gratidão. Esse tempo foi profetizado, ele estava por chegar. E nós, que estamos a vivê-lo, fomos escolhidos  para estarmos aqui agora. Não foi o acaso,  foi o plano do Pai para nós porque Ele sabe que seremos fortes, que despertaremos a tempo  para a Grande Verdade A verdade de que não estamos sós, de que estamos  e somos interligados e que, por isso, o egoísmo não tem mais lugar. Arde a chama do amor universal, não há lugar para posses,  ciúmes, guerras.  Somos chamados! Ele nos chama agora Não se deixe cair, não agora. Segura minha mão som