Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 29, 2020

POEMA: AS CASUARINAS

As Casuarinas
Lindas, belo dia aportaram neste paraíso. Com seus galhos de folhas pequenas, que, como cortinas leves, deixam antever, através de si, a linda paisagem. Felizes viviam nestas paragens! Quantas crianças em suas sombras brincaram, Quantos pintores em suas telas as retrataram. Eis que, após décadas, talvez séculos, sem maiores porquês despertaram a ira do homem. Ele mesmo, o homem dos cifrões, aquele, que derruba até montanhas gigantes. E, as antes felizes Casuarinas, em poucos instantes ao chão se foram Por que? Que mal teriam feito para merecerem  tão triste sentença?
Luciana G. Rugani, 31/5/19