Pular para o conteúdo principal

Postagens

GALERIA "ESCRITORES DA REGIÃO DOS LAGOS", DA BIBLIOTECA ANNIBAL MARTINS FERREIRA - CIEP 272

Prezados leitores, tive a honra e alegria de ser convidada para compor, junto com outros escritores, a galeria "Escritores da Região dos Lagos", do site da Biblioteca Annibal Martins Ferreira, do CIEP 272 - Ciep Gabriel Joaquim dos Santos, no bairro São João, em São Pedro da Aldeia.  Este é um projeto muito interessante, organizado pela escritora Bia Fernandes, que tem por objetivo incentivar os alunos e leitores em geral a conhecer novas obras, mesmo em tempos de pandemia.  Vale destacar que o site exerce uma relevante contribuição para que o escritor local torne-se conhecido por seus concidadãos. É muito importante essa via de mão dupla que promove o hábito da leitura e, ao mesmo tempo, divulga os escritores locais, pois o cidadão precisa conhecer e valorizar o artista de sua localidade. Cliquem na foto abaixo para acessar minha participação no site:  Luciana Gonçalves Rugani
Postagens recentes

REFLEXÕES PARA A PASSAGEM DE ANO - FELIZ 2021

E vivemos os últimos instantes de 2020! Um ano difícil, mas não direi que foi um ano negativo.  Considerando que estamos de passagem nesta Terra para nosso aprimoramento enquanto seres espirituais, e considerando também que Deus utiliza as experiências de vida para esse propósito, podemos dizer que foi um ano rico de aprendizado nesse sentido. Muitas lições nos estão sendo transmitidas por meio dessa pandemia. Podemos aprender muito com experiências na própria pele ou por observação das experiências de outras pessoas.  Penso que este ano serviu como diagnóstico das mazelas de nossa sociedade. Os pontos principais para a prevenção da covid-19 são ações que têm por base a solidariedade e respeito com o outro. Nos últimos tempos, nunca uma doença nos alertou tanto para ampliarmos nosso foco, para olharmos além de nossos próprios umbigos. Seja por meio das ações que envolvem respeito ao outro, como as medidas preventivas, como também ao chamamento de ações solidárias em auxílio das pessoas

REFLEXÕES EM TEMPOS DE PANDEMIA

Creio que vivemos um tempo de revelações. Hoje em dia nada fica encoberto por muito tempo. A realidade de muitos tem sido escancarada. Vemos isso, por exemplo, nas disputas políticas, onde a essência de cada um brotou mais clara. Muitos que se passam por boa gente, mas, em defesa de seus candidatos, expressaram toda a realidade de seu íntimo de ódio, mentiras e egoísmo. Em relação ao vírus, ele veio revelar o quanto vivemos em uma sociedade egoísta e individualista. Os pontos principais da prevenção do avanço da doença são o uso de máscara e álcool gel, além de manter o distanciamento mínimo necessário. Então, vemos que são ações que têm por base a solidariedade e respeito com o outro. Quando vemos os jovens na balada em aglomerações, pessoas sem máscara e sem os cuidados com álcool gel, e vemos o avanço da doença justamente pela falta desses cuidados básicos, percebemos o quanto cada um só pensa em si e não se importa com o outro, o quanto o individualismo predomina em nossa sociedade

POEMA: NATAL - 11ª EDIÇÃO DA REVISTA POETIZANDO DESAFIOS

Hoje saiu a 11ª Edição da revista "Poetizando Desafios". Nesta edição participo com meu poema NATAL  e também com a publicação na íntegra do meu poema MISTÉRIOS . "Mistérios" foi o tema da edição anterior, mas como a publicação havia saído incompleta, agora a 11ª edição da revista traz o poema na íntegra: Cliquem na foto abaixo para acessar a revista: Natal Natal, nascimento do Cristo. Cristo, o puro amor-doação, Fusão de todas as virtudes. O que dizer do natal Dos secos e frios de alma, Incapazes de conjugar os verbos "Amar" e "Doar", Incapazes sequer de uma palavra dar? Eis aí o Cristo presente? O que dizer do natal Entre os semideuses arrogantes, Escravos da vaidade Semeadores de dores? Eis aí o Cristo presente? Que o natal não seja apenas uma data festiva, Que o natal seja natal, de fato. Eu quero e desejo Um natal com Cristo realmente presente, Em que o Amor more nas atitudes, E que o sentir seja prezado. Quero um natal de vivência real, Sem

REFLEXÃO DE NATAL PARA 2020

Caros leitores, Por meio deste poema, compartilho com vocês meu desejo de um natal de reflexão: estaremos realmente celebrando o Cristo presente? Ou tudo será apenas formalidade? As palavras ditas serão apenas belas palavras ou refletirão a verdade de cada um?  Já basta de tanto ser o que não se é. Já basta de falsear sentimentos, falsear relações e selar toda essa falsidade em mensagens prontas de natal. Penso que a vida a cada dia nos mostra que pouco ou nada vale viver de aparências, de usar pessoas e manipular sentimentos por interesse.  Amigos, a mensagem pode parecer meio diferente das que geralmente vemos por aí no natal, mas reflexão verdadeira é o que falta em nossa sociedade. Eu estou nessa Terra para ser eu mesma, falar o que sinto e penso com educação, mas com sinceridade. Não perco nada sendo eu mesma, mas ganho muito perante minha Consciência, que é Deus em mim. Por isso, em um ano tão duro para nossos corações, eu não poderia vir aqui deixar apenas uma seca e curta mensa

PARQUE MUNICIPAL DAS DUNAS - DUNA DAMA BRANCA - CABO FRIO (RJ)

Seguindo na postagem dos vídeos produzidos pelo professor Acioli Júnior, abaixo temos o vídeo do Parque Municipal das Dunas, em Cabo Frio (RJ), onde encontra-se a famosa Duna Dama Branca, cenário de gravação de várias novelas brasileiras. Cliquem para assistir e vejam que lugar maravilhoso! Filmagem e narração: Acioli Júnior Texto: Luciana G. Rugani

TRILHA DA PONTA DO CHAPÉU - CABO FRIO (RJ)

Hoje o professor e historiador Acioli Júnior postou em suas redes sociais vários vídeos em pontos pouco conhecidos da paisagem de Cabo Frio (RJ). São praias secretas, trilhas ecológicas, tudo isso em um dia maravilhoso de sol e céu azul! Abaixo seguem vídeos da região da Ponta do Chapéu e algumas praias secretas. Há também um vídeo sobre o Parque Municipal das Dunas (Duna Dama Branca), porém, para esse último farei uma nova postagem aqui no blog:   Filmagem e narração: Acioli Júnior Texto: Luciana G. Rugani