segunda-feira, 17 de junho de 2019

DIVULGANDO - SARAU CULTURAL DA CÂMARA MUNICIPAL DE CABO FRIO

Amanhã, 18/06, às 16:30, acontecerá mais um Sarau Cultural da Câmara Municipal de Cabo Frio. Esta será uma edição especial e imperdível em que haverá a entrega do Diploma Affonso Santa Rosa a todos os artistas que prestigiaram os eventos culturais da CMCF.
Sob a direção de Ricardo Varella, o sarau cultura da Câmara é uma ideia inovadora e certamente pioneira entre as câmaras do país. 
Abaixo segue o vídeo com maiores informações:


SARAU CULTURAL DA CMCF

Ela foi chegando
Com sua alma multicor
Sua fala que toca todos os corações
Sua aura de encantamento.
A arte, enfim, fez morada
Na outrora fria casa de leis
Cujas paredes históricas,
Que antes apenas abrigavam a frieza dos debates mundanos,
Agora abriga também os sonhos,
Abriga o amor.
Hoje esta casa reluz alegria e vida
Corações e mentes enfim andam juntos
É o sarau cultural!
Basta uma hora e meia de cultura e arte
Para que este cenário se ilumine
A solenidade se torne poética
E a formalidade, apenas um detalhe
A"casa do povo"
Porém povo que vive,
Povo que sente,
Povo que ama!
Vida longa ao sarau cultural da
Câmara Municipal de Cabo Frio!

Luciana G. Rugani, 30/04/19

sábado, 15 de junho de 2019

ALERTA - A MORTE DA LAGUNA DE ARARUAMA

Divulgando - Utilidade Pública

por A Lagoa é Nossa - "A Prolagos está acabando com a Lagoa de Araruama. Comportas abertas, desvio de esgoto em manilhas e comportas suspeitas fazem da Prolagos a maior assassina da fauna marinha da nossa laguna.
Falamos com provas já apresentadas ao MPF, estes vídeos são só mesmo para alertar a população e conscientizar a todos do quanto estamos sendo lesados por um contrato criminoso e aditivos maldosos!!!
Prefeito e vereadores coniventes!!!"

Clique no vídeo abaixo para assistir:


domingo, 9 de junho de 2019

MORTE DE NOSSA LAGUNA E AMEAÇA AO MAIOR PATRIMÔNIO NATURAL DE NOSSA CIDADE

Nessa semana que passou comemoramos duas datas importantes para nosso meio ambiente: no dia 5 de junho foi o Dia Mundial do Meio Ambiente e no dia 8, ontem, foi o Dia Mundial dos Oceanos.
Essas datas comemorativas têm como principal razão de existência a função de nos despertar, chamar nossa atenção para os temas para que possamos refletir de forma crítica sobre nossa realidade.
E um problema grave nos chamou a atenção: o descaso há anos com nossa laguna de Araruama na Região dos Lagos, nossa Praia do Forte e Praia do Siqueira, em Cabo Frio. Vejam nas fotos e vídeo abaixo.
Incrível como algo de tamanha gravidade esteja acontecendo com o maior patrimônio natural de nossa região e vemos poucos se movimentando. Pessoas que têm voz na mídia, políticos, cidadãos comuns, em sua grande maioria simplesmente não se importam. Não vemos, em relação a este assunto, o mesmo destaque e ênfase que vemos às mesmas picuinhas e tolas briguinhas políticas. Não vemos cidadãos abraçando esta causa com o mesmo empenho que vemos quando se levantam por não terem sido atendidos em seus desejos junto à administração. Poucos guerreiros lutam há anos por essa causa, mas infelizmente têm sido pouco ouvidos. A concessionária segue à vontade sem cobrança eficaz pelo cumprimento responsável de suas obrigações e sem fiscalização efetiva:





Fotos e vídeo: página do facebook "A lagoa é nossa

Luciana G. Rugani

terça-feira, 4 de junho de 2019

POESIA: HOJE É SEU DIA - ANIVERSÁRIO DE ALAIR CORRÊA

 
HOJE É SEU DIA

 Perguntei hoje ao mar:
 Por que estás mais azul?
 Ele me disse:
Porque hoje o dia é especial
Então perguntei ao sol:
 Por que hoje brilhaste mais forte?
 Ele me disse:
 Porque hoje o dia é mais alegre
 Perguntei então ao passarinho:
 Por que tua melodia hoje foi tão bela?
 Ele me disse:
 Porque hoje é o dia dele!
 Dia de agradecer ao Pai
 A bênção de mais um ano
 Deste que tanto amamos.
 De garoto simples da Vila Nova,
A famoso homem público,
Prefeito quatro vezes,
Seu nome fez história.
 Amigo querido,
 Espírito forte,
 Vencedor,
 Todos celebramos!
 O mar reflete seus olhos
 O sol, sua alegria
 Os passarinhos, sua vontade de ir além,
 Romper limites
 Parabéns, guerreiro!
 Que a força do mar azul seja sua força,
 A alegria do sol inunde sua alma
 E que Deus lhe abençoe muito, muito
 Hoje e para todo sempre!

 LUCIANA G. RUGANI, 4/6/19

sexta-feira, 24 de maio de 2019

CORDEL: O RIO DOCE QUE FICOU AMARGO - Fernando Naxcimento

por Luciana G. Rugani - Hoje tenho o prazer de divulgar o cordel do amigo artista plástico e poeta Fernando Naxcimento.
Em tempos de tantas tragédias, consequências da atividade mineradora exercida de maneira gananciosa e, pelo que nos parece, sem preocupação com maiores investimentos na preservação da segurança nas minas, Fernando expressa, neste cordel sobre a tragédia ocorrida em Mariana, toda a dor deste fato e sua repercussão destruidora na cidadezinha e também no meio ambiente, em especial no Rio Doce.
Vale a pena ler, conhecer e divulgar, para que sua poesia viaje o mundo e, quem sabe, ajude a despertar consciências para a realidade de que explorar até a exaustão, sem limites e sem ter empatia com a terra e com a sociedade ao redor, é a maior burrice que se pode cometer:



O RIO DOCE QUE FICOU AMARGO


Mais de 1000 dias do ocorrido em Mariana. Em seguida, Brumadinho... e agora, Caetés. E Depois??? 

Lá pros lados de Mariana
(aquela dos olhos brejeiros),
das montanhas alterosas
o rio seguia doce
e a gente nem percebia...

Mas um belo de um belo dia,
a VALE-tudo chegou,
e com ela dona SAMARCO
e sua tia Biliton.

E as campinas verdejantes
um mar de lama viraram – 
um grande, um imenso charco
guardado por barreiras sólidas, 
altaneiras, seguras...

Mas é dura a realidade, é dura,
que aqui nessa triste Pátria Amada
o money é sempre bem curto
pras coisas da proteção.

Pro bem geral da nação
& dos gulosos empresários 
carece poupar a grana:

Pra que isso de segurança,
pra que instalar sirene,
pra que prestar a atenção
nos malfeitos da barragem
e no perigo pra gente boa 
lá pros lados de Mariana?

(E não havia ninguém,
nem vigia, nem técnico à-toa, 
nem viv’alma caridosa 
pra enfiar o dedinho 
no primeiro buraquinho
da barragem assassina!)

Ó tristeza imensa, ó dura sina
que vergonha nacional!... 
O Rio Doce acabou 
e a peixarada foi-se’mbora
dessa pra outra melhor.

Porque afinal, gente boa, 
o que são mais 100 aninhos
pra consertar tal desgraceira,
pra dar jeito na ecologia
e em tamanha, tamanha dor?

... E o Governo vira Pilatos,
e a SAMARCO tapa os olhos,
e o dono da VALE torce as mãos
e o CEO das Austrálias leva, apressado, 
o lenço de flores bordado 
ao seu sensível nariz.

“Não há culpados,” um fala,
“é coisa pouca,” outro diz,
“o Governo vai dar um jeito!”, inda outro exclama,
“Foi só meia-dúzia de afogados, ‘tadinhos!, 
sufocados pela lama...”

“- Dá um pouquinho de pena,
Mas nessa santa terrinha, prezados sócios,
tudo acaba em festança, 
pizza & chopeidança!” 

Vai ser sindicância pra cá, inspeção pra lá 
e muito, muito muito blá - blá - blá...
Mas não vai ter responsável e nem prisão
que a gente vai se safar numa boa,
e logo logo o povo esquece
dessa infeliz merdança!”

Ai QUE até que É BOM, 
É BOM mesmo é bom DEMAIS!!!, 
aplaudem de pé, aliviados,
Diretoria e acionistas & as autoridades locais...

E os políticos da Região logo exclamam
– que isso é coisa pequena
pronta pra ser esquecida – 
e aquela gente sofrida
já vai parar de reclamar.
E com alguma grana passada
a gente esconde a cena!

E o feliz empresário proclama,
pra fechar a reunião: 
“- Ora, ora, minha gente, é pequena a chateação
que só vai atrapalhar um pouquinho a nossa gente 
e os que mandam na nação.

*** 
Óia... Agora, agora, babou:
a água-vida sumiu, 
a peixarada já era, 
a fauna virou quimera 
e a flora, deflorada, tadinha, 
de tanto e de tão arrasadinha
enfim se foi, se finou...

Não há mais gente, vê só!,
não há mais nadica de nada. 
Não há mais som, nem luz, nem cor
e nem ar nem gente & nem vida:

Só mortandade absurda
e 19 campas obscuras,
um oco em Bento Rodrigues,
só há revolta inútil, só vozes não ouvidas,
só uma imensa ferida...

Agora, boa gente, gente boa,
é só esperar pela próxima
desgraceira anunciada
em outra barragem qualquer, outra campina...

Onde vai ser, eu não sei:
Caetés, Catas Altas, Cocais, 
Ibirité, Itabira, ou Brumadinho,
e tudo vai sumir de novo,
num podre redemoinho

(que daqui pra frente, boa gente
outro povaréu vai se danar,
vai sofrer a mesma sina 
e levar a breca, com certeza.)

Então, vai ser uma beleza!...
Mais mortandade geral,
de gente, planta e animal.

Ói, gente boa, e de sobremesa,
mais explicação safada
mais história pra boi dormir,
pra pura enrolação, por pura hipocrisia,
que esse é o triste destino
pra gente trabalhadora
que labuta no dia-a-dia:

Desculpas esfarrapadas,
promessas pra não cumprir,
reparos de meia-sola
numa cantilena carola
num blá - blá - blá sem fim
pr’aquela gente sofrida 
mais uma vez iludir.

Pode esperar, ouvinte meu,
pela nova cantoria
dos poderosos chefões
que do povo que luta e sangra 
são nada mais do que cafetões...

São sereias carcomidas
que não dão um tostão pelas vidas
e só pro forma se rebaixam
pra explicar o que não tem
mais nenhuma explicação.

Pra gente de Mariana,
não tem nada de SIM, 
só sabem dizer NÃO... 

Meu caro, querido ouvinte,
naquele triste cantinho
só dá garganta gretada,
só veneno & peixe podre,
e um rio preto de lama,
e um mar marrom envenenado,
e a terra toda arrasada,
e o povo triste, infeliz... 

E a mídia inútil, safada,
omissa, ausente, comprada,
óia só, gente boa, meus irmãos,
pouco fala, pouco diz! 

Ah, gente boa, é mesmo de dar dó...
Agora, naquelas bandas é horror e mais horror,
o povo ao Deus-dará & na miséria,
a população na penúria, uma tristeza infinita,
vivendo de caridade e de favor... 

É entulho e muito lixo, 
e é morte e muita lama, 
e um miasma fétido que emana
da amargura & do choro,
e do desabrigo e da dor...

...agora
só a lama podre comanda 
lá pros lados de Mariana.

terça-feira, 21 de maio de 2019

ETIQUETA NAS REDES SOCIAIS: COMUNICANDO COM EDUCAÇÃO E INTELIGÊNCIA


A comunicação é um processo essencial na vida dos homens. Qualquer relação social será com certeza muito mais enriquecedora se houver diálogo. A maturidade de uma pessoa revela-se justamente na capacidade de colocar-se no lugar do outro, respeitar suas opiniões divergentes e saber dialogar, apesar das diferenças.

Hoje em dia, principalmente com o advento do mundo virtual, onde as pessoas não ficam mais cara a cara, olho no olho, muitos utilizam o silêncio como resposta. Este silêncio é muito diferente daquele outro destinado a acalmar e evitar contendas. O silêncio ao qual muitas pessoas estão aderindo, principalmente nas redes, é um silêncio covarde, um silêncio controlador e humilhante, pois o fato de simplesmente deletar ou ignorar revela desconsideração total pela outra pessoa. E ninguém, nenhum ser humano, merece ser tratado com descaso ou desconsideração. 

Hoje existem tantos meios de comunicação e, por incrível que pareça, as pessoas desaprenderam a se comunicar. Ao invés de maturidade e inteligência, agem de forma bronca e covarde. Muitas vezes imaginam algo do outro e preferem prejulgá-lo do que se assumirem homens ou mulheres com capacidade de diálogo para chegarem diretamente e conversar como gente.  Muitos convivem virtualmente e esquecem que estão lidando com seres humanos e não com máquinas.

Para finalizar, o silêncio em uma relação nunca é a melhor saída. Por mais que julguemos ser uma relação sem importância, que nada representa para nós e que nada vem a somar, saibamos ofertar nossa atenção ao menos com uma resposta às colocações. Não nos custará nada, além de alguns poucos três ou quatro segundos, e poderá nos acrescentar muito em termos de contato pessoal. Mostraremos mais maturidade, inteligência, coragem e capacidade de bem relacionar, além de demonstrarmos a sabedoria de nunca desprezar alguém, ainda que nos pareça sem a menor importância, pois a vida é mestre em nos ensinar que aquele que despreza o pouco, acaba perdendo o muito. E ainda, como diz a frase ilustrativa do texto, ao adotar a indiferença como resposta, amanhã você poderá ser alvo do desprezo total de não merecer nem uma pergunta.

Luciana G. Rugani

sexta-feira, 17 de maio de 2019

POESIA: CHUVA


Chuva

Chove
o que deve chover,
o que tem pra chover.
E que a chuva lave
e leve
a hipocrisia que reina,
o desamor que domina,
o poder por poder
a mentira que fere.
Que a chuva lave
e leve
as palavras falsas ditas para enganar
o compromisso não honrado
a traição desmedida
a vaidade cruel.
Que a chuva lave
e leve
a índole egoica
a falha de caráter
e o respeito esquecido.
Que a chuva lave
e leve
o querer não querendo
o estar não estando
e o amar não amando.

Luciana G. Rugani, 17/5/2019

terça-feira, 14 de maio de 2019

ENCONTRO DE ESCRITORES

A Academia de Letras e Artes de Cabo Frio - ALACAF, em parceria com o Teatro Quintal, convida você, ESCRITOR, para um encontro. 
Vamos tomar um café e conversar sobre questões relevantes a respeito da divulgação dos nossos trabalhos autorais.

DIA: 15 DE JUNHO ÀS 15H.
LOCAL: TEATRO QUINTAL. Rua Américo Ferreira da Silva, n°3 Parque Burle
INVESTIMENTO: R$20,00
INSCRIÇÕES:
(22) 99916-6650 Jaqueline / (22) 99962-8227 Ludmila

alacafletraseartescabofrio@gmail.com

domingo, 12 de maio de 2019

A MÃE DE UM GRANDE LIDER


Não a conheci de fato,
Porém conheço fatos,
Ouvi histórias,
Relatos.
Moça linda,
O bairro da Passagem foi o cenário
De seu sonho de amor
Na Igreja de São Benedito, casou-se.
Era como uma flor de lis:
Formosa, elegante,
Mas forte, guerreira.
Oito filhos criou
Muitas foram as lágrimas,
As dores
Porém manteve o olhar sereno,
O sorriso de paz,
O coração acolhedor
E uma fé inquebrantável!
Reforçada, quem sabe,
Pelo poder de seu nome:
Waldemira Thereza DE JESUS Corrêa,
A mãe de um grande líder!
E, como tal,
Sábia conselheira.
Conhecedora dos perigos da política,
Não deixou seus temores,
Naturais, protetores,
Sufocarem o sonho do filho.
Verdadeira fortaleza,
Ficou do seu lado
Deu apoio com firmeza
Mas também com doçura.
No dia de hoje,
Muito se fala em maternidade
Porém,
Sob céu de brigadeiro
E em mar de almirante,
Qualquer uma se arrisca.
Mas,
A vida dessa mãe
Que enfrentou as mais duras batalhas,
Sem perder o encanto do coração puro,
A doçura, sempre pronta a acolher,
E o amor, sempre pronto a doar,
Mesmo nos dias mais difíceis
Cheios de motivos pra chorar,
Nos faz crer que não basta ser,
Mas sim viver,
Mergulhar de cabeça na missão
Com total devoção
Para, somente assim corresponder,
Ao pleno sentido de ser.

Luciana G. Rugani, 11/05/2019

quinta-feira, 9 de maio de 2019

NOTA DE REPÚDIO ÀS DECLARAÇÕES DO MINISTRO PAULO GUEDES CONTRA OS SERVIDORES PÚBLICOS


Sindilegis

O Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União (Sindilegis) repudia veementemente as declarações do atual ministro da Economia, Paulo Guedes, proferidas durante audiência pública na Comissão Especial da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (8).

Com base em falácias e em argumentos baseados em puro senso comum, Guedes aproveitou sua fala para afirmar que parte da culpa pelos “desvios” e pela “roubalheira” que há muito ocorre no país é dos funcionários públicos. Ainda segundo ele, são os servidores os responsáveis por “tomar conta das coisas públicas”, mas que a categoria não “cumpriu o seu papel”.

É notório que há uma grande articulação do Governo e da mídia para escorraçarem os servidores públicos, culpando-os por todas as mazelas que acometem ao País. Imbuído de falácias e disseminando informações falsas, que só fomentam o ódio e a divisão de classes, a estratégia de Paulo Guedes é antiga: “dividir para conquistar”. A tática, mais uma vez, vem sendo usada instrumento do Governo para desviar os problemas reais que o Brasil enfrenta.

Em sua fala, o ministro Paulo Guedes, de forma espantosa, cruel e desumana, relega a importância que os servidores públicos exercem para um país. Desconhece o ministro que o servidor público concursado trabalha para acabar com a sonegação, trabalha para a concessão de aposentadorias, para garantir a assistência aos mais necessitados. É quem educa as crianças deste país, quem salva vidas em hospitais sem recursos, muitas vezes, para remédios básicos, quem dirá instrumentos e medicina mais avançada. É quem protege seus filhos, as fronteiras deste país e os cidadãos na eventualidade de um acidente. É quem realiza as pesquisas que podem garantir que nossa pais atinja um novo patamar de desenvolvimento.

Guedes também se esquece de que são os servidores públicos responsáveis por examinar as contas públicas; por investigar aqueles que cometeram desvios; por acusar e prender, após o devido contraditório e ampla defesa, os faltosos que conduziram todas as ações e operações que provocaram uma verdadeira revolução no combate à fraude e corrupção no país. Tudo isso porque o servidor público – que está neste cargo porque jurou, no dia em que tomou posse, servir à Nação e ao País – tem sua atividade voltada para o Estado brasileiro, de forma contínua, e não ao Governo, cuja período é transitório.

O Sindilegis, em sintonia com os servidores públicos, não afasta a necessidade de realização de reformas. Ressalta, entretanto, que as reformas têm que ser realizadas de forma transparente e serem conduzidas em um amplo debate com a sociedade brasileira, respeitando, inclusive, as propostas realizadas durante a campanha eleitoral – entre as quais não se encontrava a proposta de reforma de previdência de tal jaez.

O Sindilegis também ressalta que os trabalhadores, nos últimos períodos, já deram seu contributo para a melhoria das finanças públicas, tendo seus regimes previdenciários sofrido alterações significativas. O caso dos servidores, inclusive, já se encontra em pleno equilíbrio, desde que sejam respeitados os pressupostos do regime de seguridade estabelecido em nossa Constituição, fruto da luta de todos os trabalhadores do país. Acima de tudo, ressalta que nenhum reforma a ser implantada deve atingir os setores mais necessitados do País.

Senhor Guedes, o Sindilegis refuta todas as suas colocações e reforça que os servidores públicos seguirão com seu trabalho diário a serviço do povo e do Estado brasileiros. Exige, por fim, que todos os servidores sejam, sempre, tratados com dignidade e, acima de tudo, respeito.

CABO FRIO RECEBE O PALESTRANTE DO ENCONTRO LATINO-AMERICANO DE AYURVEDA 2019

A realidade do Ayurveda no Brasil será tema de evento gratuito no Espaço Cereall 

 

O terapeuta Ayurveda, escritor e professor de Yoga Fábio Goulart estará no espaço Cereall em Cabo Frio, na quinta-feira, dia 16 de maio, às 18h30, para uma conversa esclarecedora. No evento, com entrada franca, ele vai compartilhar suas vivências com o Ayurveda no Brasil. Fábio, que faz sua 11ª viagem a Índia em setembro deste ano, foi convidado para palestrar na edição 2019 do ELAA - Encontro Latino-Americano de Ayurveda que acontecerá em São Paulo no mês de outubro. 

Anualmente o professor Fábio Goulart leva alunos para estudos na Índia e faz imersão na Clínica e Instituto de Pesquisas Ayurveda do Chakrapani, na cidade de Jaipur. Autor do livro “Índia - Entre homens e Deuses”, Fabio Goulart recebeu em dezembro de 2018 uma homenagem na ALERJ – Assembléia Legislativa do Estado do Rio, pela sua atuação com Ayurveda no PSF de Magé nas PICS – Práticas Integrativas e Complementares em Saúde. Fábio integra ainda o corpo docente de dois cursos de Pós-Graduação e viaja para diversas cidades do Brasil ministrando aulas e cursos. 

Com uma abordagem envolvente, o terapeuta e professor Fábio Goulart falará sobre o sucesso do tratamento com a medicina indiana. O objetivo do encontro em Cabo Frio é traçar um panorama sobre a viabilidade da Ayurveda no país e apresentar alguns resultados instigantes com a aplicação da prática tradicional, conhecida como a ciência da vida. 

A palestra vem ao encontro da expectativa de admiradores que sonham em trazer para a Região dos Lagos, um curso de formação de Terapeuta Ayurveda, e que em breve será uma realidade. Mais informações pelos telefones (22) 99839 -3640/ (22) 999083807. O espaço de eventos do Cereall Gourmet fica à Rua José Bonifácio, 28, no centro de Cabo Frio.

Texto: Iva Maria

quinta-feira, 2 de maio de 2019

MINHA PARTICIPAÇÃO NO SARAU CULTURAL DA CÂMARA MUNICIPAL DE CABO FRIO

Na última terça-feira (30), participei do sarau cultural da Câmara Municipal de Cabo Frio, projeto de excelência em prol da arte e da cultura dirigido por Ricardo Varella, diretor de cultura da CMCF. Ter participado foi, para mim, uma enorme honra e alegria. Admiro muito este trabalho de Ricardo pois ele, com certeza, faz da Câmara de Cabo Frio uma câmara diferenciada.
Uma casa de leis que abre espaço para a arte e cultura dessa maneira, sem limites ou bloqueios de quaisquer formas, com objetivo de divulgar a arte pela arte, merece nosso aplauso e ampla divulgação.
Cliquem no vídeo abaixo para assistir. Logo depois, segue o texto da poesia que fiz em homenagem ao projeto do Sarau Cultural.

SARAU CULTURAL DA CMCF

Ela foi chegando
Com sua alma multicor
Sua fala que toca todos os corações
Sua aura de encantamento.
A arte, enfim, fez morada
Na outrora fria casa de leis
Cujas paredes históricas,
Que antes apenas abrigavam a frieza dos debates mundanos,
Agora abriga também os sonhos,
Abriga o amor.
Hoje esta casa reluz alegria e vida
Corações e mentes enfim andam juntos
É o sarau cultural!
Basta uma hora e meia de cultura e arte
Para que este cenário se ilumine
A solenidade se torne poética
E a formalidade, apenas um detalhe
A"casa do povo"
Porém povo que vive,
Povo que sente,
Povo que ama!
Vida longa ao sarau cultural da
Câmara Municipal de Cabo Frio!

Luciana G. Rugani, 30/04/19

quarta-feira, 1 de maio de 2019

MENSAGEM PELO DIA DO TRABALHO


Hoje, dia do trabalho, infelizmente não temos o que comemorar. Vivemos dias difíceis em que os direitos trabalhistas vêm sendo cortados, o estímulo e incentivo ao trabalho não existe , pois aquele que mais cedo começou a trabalhar é o mais prejudicado na reforma da previdência. Este governo enganou aos trabalhadores de forma gritante.

Não temos o que comemorar, mas não deixaremos que tirem de nós a garra de seguir em frente, nem deixaremos que nós façam virar "pedras" e psicopatas como eles. Se eles privilegiam os que vivem de rendas e juros, se colocam o país agora inteiramente a seus serviços, continuemos alertas, firmes no nosso caminho, agora com olhos ainda mais abertos contra estes abutres que só sabem viver do suor alheio. Somos muito mais capazes que eles de dar a volta por cima e crescermos com isso, se a isso nos determinarmos. Não daremos a eles o prazer de nos olhar de cima e nos enxergar como coitados prejudicados. Nossa dignidade nos faz livres, e nosso ser é muito maior que esse ódio e divisão disseminados na sociedade. Nosso ser é infinito. Nunca desprezem a força dos que sempre prezaram o trabalho e fizeram dele ferramenta para sua liberdade.
 
Para aqueles empregados, públicos ou privados, atentos ao que está acontecendo e que prezam sua dignidade acima de tudo, não se deixando levar por falácias e conversas "pra boi dormir" destes governantes, o meu abraço e parabéns por essa postura!!

Luciana G. Rugani

sábado, 27 de abril de 2019

SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA


É muito triste quando a vida das pessoas e a determinação de seus destinos fica nas mãos de políticos inescrupulosos que só querem satisfazer banqueiros que vivem de renda. Saber que muitos empregados e servidores terão que abandonar planos de vida porque serão submetidos à perversidade dessa reforma da previdência que irá massacrar a todos nós que vivemos do nosso trabalho há anos, que começamos a trabalhar cedo e não somos privilegiados como eles que vivem de rendas e juros, é deprimente. Isso infelizmente fará muitos se deprimirem e desesperarem.

Imagina aquele que prestes a se aposentar terá seu direito prejudicado e, por qualquer razão, perder o seu emprego? Algum desses brasileiros que, já tendo garantido o seu benefício apoiam esse veneno para seus compatriotas, será que pelo menos conseguem fazer ideia do desespero e dor que haverá no coração dessa pessoa? Ou mesmo aquele cujo trabalho já está adoecendo-o mentalmente e psicologicamente, que prestes a se aposentar para poder se refazer e retomar as rédeas de sua vida, de repente vê seu direito ir por água abaixo? Algum desses psicopatas egoístas e gananciosos consegue ter ideia do desmanche emocional dessa pessoa e da gravidade que isso representa?

Luciana G. Rugani

quarta-feira, 17 de abril de 2019

ENTREVISTA DE ALAIR CORRÊA NO PROGRAMA "PANORAMA", DE EDUANDER SILVA

Ontem Alair Corrêa, quatro vezes prefeito de Cabo Frio, foi entrevistado no programa Panorama, de Eduander Silva, na Rádio Cabo Frio.
Foi uma entrevista intensa, repleta de informações. Entre elas, uma que foi novidade para mim e que divido aqui com vocês. Foi por iniciativa e interferência de Alair que Cabo Frio passou a receber royalties, o que se deu por volta do ano de 1986. Se não fosse Alair com sua atitude, talvez nossa cidade nunca fizesse jus a esta receita. Ele foi até Brasília, levou dados importantes e pleiteou este direito para Cabo Frio. 
Assistam à entrevista clicando no play do vídeo abaixo. Vale a pena!

sexta-feira, 12 de abril de 2019

PROGRAMA "FRENTE A FRENTE COM FLÁVIO SANTOS" HOMENAGEIA ALAIR CORRÊA

O entrevistado de hoje do programa "Frente a frente" com Flávio Santos", da Jovem TV, foi Alair Corrêa, o prefeito que possui uma larga história de realizações em Cabo Frio. Alair foi quem conquistou o título de cidade mais limpa do Brasil para a cidade, urbanizou-a, construiu as largas avenidas que antes eram valões abertos, e muitas outras realizações que constituem 80% de todas as obras já realizadas na cidade.
Com certeza mais um programa para ficar na história! Foi reproduzido um vídeo mostrando como a cidade era antes e como ficou depois de seu governo e foi realizada uma belíssima e emocionante homenagem em que nós, seus amigos, gravamos vídeos com mensagens de apoio e carinho.
Vale a pena conferir, cliquem no vídeo abaixo:

quinta-feira, 11 de abril de 2019

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A ANTOLOGIA POÉTICA LUSO-BRASILEIRA 2019


Regulamento Antologia Poética Luso-Brasileira 2019


1- A editora Foco Letras, com a organização de José Castro, receberá a partir desta data, textos e poesias inéditos e em Português de autores da Região dos Lagos e dos Amigos das Letras (Alcobaça - Portugal).

2- Os autores selecionados assinarão termo declarando que a respectiva obra é de sua criação responsabilizando-se por qualquer questão relativa a direitos autorais e plágio.

3- A antologia terá de 120 à 150 páginas no formato padrão de 14x21cm, e a participação custará R$ 60,00 por página. Para os poetas lusos 15,00 euros por página.

4- O espaço por página para cada poesia é de 30 LINHAS.

5- A Foco Letras fornecerá exemplares para cada autor, de acordo com a quantidade de páginas usadas nas suas poesias. Caso o autor deseje adquirir algum exemplar a mais da Antologia, terá o autor um desconto de 20% sob o preço de capa no pagamento do mesmo.

6- O participante da antologia cede os direitos autorais da obra participante aos organizadores para livre comercialização do livro.

7- Aqueles que queiram receber os livros pelos Correios deverão arcar com as despesas do respectivo frete, acrescendo o valor de R$25,00 ao total referente à participação.

8- Os textos devem ser enviados completos e revisados, dentro das novas regras ortográficas com o vocabulário da Academia Brasileira de Letras, em Arquivo Word, fonte Times, tamanho 12 e espaçamento 1,5, com o titulo: Antologia de Poetas LusoBrasileiros, seguido do nome do autor no campo do assunto, e para o e-mail antologialusobrasileira 2@gmail.com.
Ou josecerod@hotmail.com e ou jotacastronova@gmail.com

9- Os autores serão avisados por email, logo que os textos sejam recebidos.

10- O participante deve preencher a declaração de participação e enviar junto com o trabalho a ser publicado e o comprovante de depósito com o valor correspondente.

9- O valor da inscrição, assim como o envio (caso necessário) deve ser feito através de depósito para a seguinte conta: Banco do ITAÚ Ag.7297- cp 17371-3/500


Contatos: José Castro – josecerod@hotmail.com Cesar Mattos – focoletras@gmail.com


DECLARAÇÃO DE PARTICIPAÇÃO


Nome do autor: _________________________________________________________

Tel.: _________________________________________________

e-mail: _______________________________________________


Nome do poema(s): ______________________________________________________


Envio postal: ( ) sim ( ) não


Declaro que li e estou de acordo com o regulamento da Antologia Luso-Brasileira 2019.


_________________________________ Assinatura do participante

sábado, 6 de abril de 2019

HOJE E AMANHÃ, EVENTO MULTICULTURAL NO HORTO MUNICIPAL - CABO FRIO

É hoje!!!
Neste fim de semana, 06 e 07 de abril, no Horto Municipal, acontecerá o "Encontro Multicultural", produzido por Symone Castro.
Os expositores de arte e cultura, assim com os expositores de artesanato e de projetos sociais e culturais, uniram-se para trazer arte, cultura, conhecimento, diversão e principalmente o resgate da cultura lúdica que vem diminuindo com o aumento da tecnologia, violência e má conservação das praças e espaços infantis públicos. Para isso, o encontro terá 21 espaços lúdicos com atividades diversas que objetivam resgatar histórias infantis e estimular o prazer da leitura e dramatização, entre elas: artesanato, comidas típicas, contação de histórias brindes, concursos, dinâmicas, gincanas, música, dança, teatro e brincadeiras.
Haverá também microfone aberto para poesia, declamações, cantoria ou qualquer expressão cultural.
O evento contará com a participação do Flores Literárias, com a participação das escritoras Jaqueline Brum e Andréa Rezende; sarau cultural; participação do projeto Quintas Intenções, de Tatiana Viegas; concurso de poesias; exposição de pinturas e esculturas dos alunos do atelier de Anderson Carvalho e outros artistas renomados; artesanatos de Frida kahlo; comidas mexicanas; entre outras atividades.
O espaço para a literatura será todo voltado para autores e escritores de nossa região, então será uma ótima oportunidade para conhecer e adquirir obras autografadas.
Venham todos participar! Hoje (sábado) e amanhã (domingo) de 10:00 às 18:00, no Horto Municipal! Entrada franca!!



terça-feira, 2 de abril de 2019

O TAMANHO DAS PESSOAS


O Tamanho das Pessoas

Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento. Uma pessoa é enorme para você quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado. É pequena quando só pensa em si mesma, quando se comporta de uma maneira pouco gentil. Quando fracassa justamente no momento em que teria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade, o respeito, o carinho, o zelo e, até mesmo, o amor.

Uma pessoa é gigante para você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto com você. E é pequena quando desvia do assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro; quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma. Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.

Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas. Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

É difícil conviver com essa elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações.

Uma pessoa é única ao estender a mão e, ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma. O egoísmo unifica os insignificantes. Não é a altura, o peso nem os músculos que tornam uma pessoa grande…

Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande...
É a sua sensibilidade, sem tamanho.”

- Willian Shakespeare

segunda-feira, 1 de abril de 2019

CHAMADA DE ALAIR CORRÊA PARA A ENTREVISTA DESTA TERÇA, NO PROGRAMA DO SIDNEI MARINHO


Nessa terça-feira, a partir das 9:00 horas, na TV Litoral News, serei entrevistado pelo conhecido Sidney Marinho. O tema, como sempre em minhas entrevistas, será livre. Pretendo discorrer sobre a administração do Adriano/ eleições 2020/ análise e chances de cada candidato / Arrecadação de CF hoje comparando-a com do meu último governo/ comentarei sobre o que aconteceu comigo em 2015-2016 / Abordarei sobre nossa história e folclore. Exemplo: Os meninos das taboas / D. Francisca, a Chiquitita Lambe Saco e seus exemplos/ O latão do velho e Zé Bonifácio no Araçá / Os meninos do Poço do Soldado, onde pegavam água, os Sapos e os Mendes / O eleitor que votou em Marquinho, mesmo tendo certidão de óbito. O cafezinho que tomei em Arraial do Cabo em que a dona da casa era canhota! Segue um aviso para os que gostam do Adriano, Marquinho Mendes, Janio Mendes, seu sobrinho Rafael Peçanha e outros: olha, ao me assistirem, é possível que fiquem putos. Mas fiquem tranquilos, pois as colocações serão respeitosas. Por outro lado, vocês também irão gostar e rir! 
Quem quiser conhecer um pouco mais do nosso folclore, fique atento! Convido a me assistir nessa terça-feira, amanhã, dia 2/04, às 9 horas, na TV Litoral News, com transmissão também pelo Facebook. 
Estou completando 50 anos de minha primeira eleição! Ainda não escreverei minha história e as histórias de nossa cidade, mas pretendo começar a contá-las desde já! Um abraço!
Alair Corrêa

quarta-feira, 27 de março de 2019

ENTREVISTA DO EX-PREFEITO ALAIR CORRÊA NO PROGRAMA DO SIDNEI MARINHO

Nosso caríssimo ex-prefeito Alair Corrêa estará na TV Litoral News, programa do Sidnei Marinho, na próxima terça-feira, dia 02/04! 
Imperdível! 
A partir das 9:15 da manhã, com transmissão ao vivo pelo facebook e também no youtube da TV Litoral News.


Luciana G. Rugani

CAMPANHA DE ARRECADAÇÃO DE LIVROS INFANTIS NOVOS OU USADOS

A Academia de Letras e Artes de Cabo Frio - ALACAF está arrecadando livros infantis novos ou usados (em bom estado) para doação no dia do livro infantil . Será realizada uma ação literária na Fonte do Itajurú, dia 18/04 às 14h. Com a participação de alunos de escolas municipais (previamente agendadas). Teremos atividades divertidas: contação de histórias, brincadeiras, distribuição de livros e um delicioso piquenique literário!

Participe você também desta ação cultural literária! Doe livros infantis, doe alegria, doe cultura!

"A educação é um seguro para a vida e o passaporte para a eternidade." Antônio Guijarro

 Luciana G. Rugani
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...