Pular para o conteúdo principal

Postagens

POEMA: ESCOLHAS - 7ª EDIÇÃO DA REVISTA POETIZANDO DESAFIOS

Saiu a 7ª edição da REVISTA POETIZANDO DESAFIOS, da qual participo com meu poema ESCOLHAS. Cliquem na foto abaixo para acessar a revista:
ESCOLHAS Querer ou não querer, Amar ou não amar, Sorrir ou chorar. Esquecer ou lembrar. Como escolher, Com o coração a ordenar? Minhas escolhas, Racionais, coerentes, Caem por terra, Feito folhas de outono, Ao primeiro palpitar desconexo Do rebelde coração. Razão e emoção, Duelo sem fim. Escolhas têm preços. Escolho a flor, E em seu caule levo os espinhos. Escolho o céu, E levo também tempestades. Escolho seguir, Escolho parar. Minhas escolhas definem minha força Ou minha fragilidade. Sou o que escolho em um instante Em outro instante  Escolho não ser. Entre escolhas me encontro E perco um pouco de mim. Luciana G. Rugani
Postagens recentes

6º FESTIVAL SABORES DE CABO FRIO

O 6º Festival Sabores de Cabo Frio está acontecendo e vai até dia 4 de outubro. Neste ano, participam do festival cerca de 50 restaurantes. São pratos saborosos e plenos de cores e criatividade. Experimentei dois pratos: um do Restaurante Armazém da Passagem e outro do Quintal Lusitano. Sou apaixonada pelo Largo São Benedito, na Passagem, por isso dessa vez dei preferência para restaurantes naquele local.Seguem abaixo as fotos dos respectivos pratos e a revista virtual com todos os restaurantes participantes. Cliquem na revista para conhecer todos os pratos e restaurantes participantes do festival:







Revista virtual do 6º Festival Sabores de Cabo Frio
Luciana G. Rugani

6ª EDIÇÃO DA REVISTA POETIZANDO DESAFIOS - POEMA: TRANSITÓRIO

Saiu a 6ª edição da Revista POETIZANDO DESAFIOS, da qual participo com meu poema TRANSITÓRIO. Cliquem na foto abaixo para acessar a revista:
TRANSITÓRIO

O que será de fato transitório?
A alegria de uma conquista?
Ou a dor de uma perda?
Difícil analisar
Quando dentro da questão.
Pois assim, de fato,
A alegria passa como um raio
E a dor perpetua como eternidade.
Quem de nós é capaz de dizer
O que de fato levaremos conosco
Ou será passageiro?

Luciana G. Rugani

POEMA: PÔR DO SOL NO CANAL DO ITAJURU

Pôr do sol no Canal do Itajuru
Eis que chega o ocaso! A brisa fresca sopra suaveAs folhas das palmeiras.Como se mais próximo estivesse,Surge o astro-rei,Grande nave que,Em ligeiras pinceladas,Brinda as águas mansas do Canal do ItajuruCom seu belo tom róseo-avermelhado.E a grande nave, imponente,Talvez encabulada por tantos olhares,Tenta se esconder por trás das palmeiras.Sem sucesso,Busca refúgio por trás da pontePorém sua beleza encantaE atrai ainda mais olhares.Resolve descer,Ir embora por trás das águas.Leva consigo dores e esperanças,Risos e choros,Resta apenas o incerto amanhã.Vai embora,Deixando apenas a doce lembrançaDe um instante de encantamento.Luciana G. Rugani, 10/9/20

LANÇAMENTO DA ANTOLOGIA "CONTOS A LA CARTE" - EDIÇÃO 2020

Hoje recebi meu exemplar da antologia "Contos a la Carte" - edição 2020.  Eu participo com meu conto "O PRESENTE DE ANIVERSÁRIO". Neste conto, mesclei realidade e ficção. Trata-se da história do garoto Nilo e tem por cenário a famosa "Casa da Flor", em São Pedro da Aldeia, decorada com cacos e desenhos de flores feitas por cacos de louça, cerâmica, conchas, etc. Vale a pena conhecer! A antologia foi organizada pela editora Foco Letras, de Cesar Mattos, que também participa como autor. Compõem a antologia os seguintes escritores:
- Andréa Rezende; - Célia Regina; - Cesar Mattos; - Elvi Vasconcelos;- José Castro; - Katia Regina; - Lindberg Albuquerque; - Luciana G. Rugani; - Luciana Mendonça; - Marilin Manrique; - Pedro de C. Andrade; - Roberto Amorim; - Rosana Andréia; - Rosemary Gomes; - Sonia Benito e - Tatiana Machado.
Luciana G. Rugani

CONTO: O PRESENTE DE ANIVERSÁRIO

O PRESENTE DE ANIVERSÁRIO 
Em 1970, na pequena cidade de São Pedro da Aldeia, Região dos Lagos, no estado do Rio de Janeiro, vivia o garoto Nilo, então com oito anos de idade.  Nilo era um garoto ativo, que se deliciava simplesmente por poder usufruir a liberdade dos garotos daquela época, quando podiam correr e brincar livremente pelas ruas da cidade, tomar banho na lagoa (até então de águas límpidas) e colocar em prática suas invenções, ideias criativas e mirabolantes de criança.  Os pais de Nilo possuíam um comércio com as mais variadas utilidades domésticas. Sua mãe, D. Ivone, era encantada principalmente com as porcelanas. Era o setor do qual ela mais cuidava e organizava com primor a exposição das peças. Em sua casa, possuía uma coleção de pratos com pinturas variadas, herança dos tempos de sua avó e que ela guardava como relíquia.  Naquele tempo, vivia também na cidade o Sr. Gabriel, dono da hoje famosa "Casa da Flor", patrimônio cultural do estado. Seu Gabriel, como era…

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE SERVIDORES PÚBLICOS EFETIVOS

Algumas considerações sobre servidores públicos efetivos:
A Lei de Responsabilidade Fiscal - LRF já prevê limites de gastos com servidores públicos, estando estes, inclusive os concursados, sujeitos a cortes para este ajuste, dentro do que estabelece a lei. Onde trabalho somos submetidos a avaliações periódicas de desempenho de 6 em 6 meses que poderão até ser utilizadas, caso necessário, nesse processo de ajuste. Além disso, gostaria de aproveitar e esclarecer outras questões para os que conhecem pouco do regime estatutário: não é verdade a fala de que servidor estável não pode sofrer penalidades. O servidor tem deveres a cumprir como qualquer outro, e até mais do que empregado particular, pois, além das leis civis e penais que são comuns a todos, ainda deve cumprir seu próprio estatuto e também leis de Direito Penal que são dirigidas especialmente para o servidor público. O servidor que pratica alguma falta é submetido a um inquérito administrativo que apurará e, de acordo com a grav…