quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

CAMINHADA ECOLÓGICA SOLIDÁRIA - CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL E TURISMO ECOLÓGICO

Como já dissemos aqui em vários textos, Cabo Frio é uma cidade com vasto potencial turístico. Há riqueza em turismo histórico-cultural, há praias belíssimas, pontos gastronômicos de qualidade e há também campo vasto para o turismo ecológico. São diversas trilhas que dão acesso a pontos da cidade desconhecidos até mesmo pela maioria de seus habitantes.

Sábado passado (19), participei de uma caminhada ecológica solidária por uma dessas trilhas que, partindo da Ilha do Japonês, leva ao Farol e à Praia Brava. A ação foi promovida pelo personal trainer Daniel Ribeiro. Cada participante contribuiu com 2 caixas de leite ou 1 lata de leite em pó que foram doados à APAE.

As caminhadas em trilhas ecológicas representam uma ação relevante na busca da conscientização ambiental e preservação da natureza. Conhecendo de perto e apreciando belezas, quase que intocadas pelo ser humano, temos uma chance maior de que as pessoas despertem para a importância de cuidar de um ambiente que é para o bem de todos. Essa é uma das razões pelas quais esta atividade merece total apoio e incentivo, além de contribuir e muito para a divulgação de nossa cidade através de pontos maravilhosos de sua natureza. O turismo ecológico vem crescendo em todo o país, e nossa cidade, com toda sua riqueza natural, tem campo farto para esta atividade.

Foi uma experiência rica e que recomendo a todos. Pudemos conhecer pontos diferentes de nossa cidade através dos quais temos outra visão, pontos de pouco acesso e que contêm maravilhas de nossa natureza. Durante a caminhada, Daniel e sua amiga Layllah nos informavam sobre a vegetação, geologia e história. Além disso, através da doação de leite pudemos ajudar uma entidade séria, que é a APAE.

Parabéns a Daniel Ribeiro pela iniciativa cidadã de promover essa atividade que une a conscientização e respeito com a natureza, a divulgação das belezas da cidade e a participação solidária de cada um através de uma belíssima campanha de doação. 

Para aqueles que se interessarem, as caminhadas acontecerão sempre no terceiro sábado de cada mês. Maiores informações, contatar Daniel Ribeiro.

Luciana G. Rugani

 





 






  











terça-feira, 22 de janeiro de 2019

LANÇAMENTO DO LIVRO "DESTINO PROIBIDO 2 - O SEGREDO DE UMA MULHER

Atenção, amigos leitores!

Para quem gosta de romance com uma pitada de suspense e outra de aventura, vale a pena conhecer a série "Destino Proibido", do escritor Júnior Franco.
O livro 2 da série (Destino Proibido 2 - O Segredo de Uma Mulher) está sendo lançado atualmente e encontra-se disponível na Feira do Livro da Praça das Águas, praça central da cidade de São Pedro da Aldeia (RJ), porém restam somente 10 exemplares. 

Existe lista de reserva.

Não percam! São 202 páginas de ação do começo ao fim!


Luciana G. Rugani

1ª AÇÃO CULTURAL BENEFICENTE DA ALACAF - ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DE CABO FRIO

Um dos objetivos da ALACAF - Academia de Letras e Artes de Cabo Frio é o de fomentar a cultura em nossa cidade, e, em relação à literatura, promover sua expansão buscando despertar nas crianças e jovens o gosto pela leitura. Nesse sentido, várias são as ações culturais beneficentes a serem promovidas.
Como membro da academia, eu não poderia deixar de registrar aqui no meu blog a primeira dessas ações que aconteceu na sexta-feira passada (18), na ONG CAJEF - Centro de Atenção ao Jovem Espaço Feliz, no bairro Jacaré. Foi uma tarde gostosa com as crianças, com brincadeiras, música e "Contação de Histórias". As crianças interagiram e participaram com alegria das atividades.
Fizemos a distribuição dos kits escolares que angariamos em nossa campanha e aproveitamos para dizer, aos que ainda desejam colaborar, que poderão fazê-lo até o dia 04 de fevereiro, bastando, para isso, contatar a presidente de nossa academia, a escritora e professora Jaqueline Brum. Para saber todas as informações sobre os kits escolares, clique aqui.
Ao final das brincadeiras, servimos um delicioso lanchinho para todos. E ainda, foram doados 150 livros infanto-juvenis para a biblioteca do CAJEF.

O segredo, querida Alice, é cercar-se de pessoas que te façam sorrir o coração. E então, só então, que você vai encontrar o país das Maravilhas - (Chapeleiro - Alice no País das Maravilhas).

Eu recebi um abraço apertado e espontâneo de uma das crianças, e, principalmente naquele momento, senti o quanto é gratificante este tipo de atividade. Logo depois, uma outra criança chegou perto de mim e me agradeceu. Foi muito bom ver a alegria delas com este evento! Fazemos o bem para eles, porém, posso afirmar que os maiores beneficiados somos nós mesmos. O sentimento que fica em nossos corações é de muita alegria! Acho que é justamente como descrito na frase acima, dita pelo chapeleiro para Alice: "O segredo é cercar-se de pessoas que te façam sorrir o coração". Nesta tarde me senti muito bem, com muita paz. Estas crianças, com certeza, fizeram sorrir meu coração.

Luciana G. Rugani












quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

NESTE SÁBADO TEM CAMINHADA ECOLÓGICA SOLIDÁRIA


No próximo sábado (19) acontecerá mais uma caminhada ecológica solidária.
O evento, sob a organização do personal training Daniel Ribeiro, tem o objetivo de propiciar aos participantes um contato mais próximo com a natureza para que, entendo sua importância, possa ser ampliada a consciência de preservação, além de possibilitar divulgação dos pontos mais lindos de nossa cidade.
Para participar, basta levar para doação duas caixas de leite ou uma de leite em po.
O ponto de partida será na entrada da Ilha do Japonês, com concentração às 7:30 e saída às 8:00. O trajeto completo passará pela Ilha do Japonês, Farol e Barra.
Vale lembrar que é aconselhável usar protetor solar, levar agág, frutas ou barra de cereais, além de muita disposição, roupas leves e tênis.

Luciana G. Rugani

sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

UM POUCO SOBRE A HISTÓRIA DO AEROPORTO DE CABO FRIO

por Luciana G. Rugani Uma obra maravilhosa, um enorme ganho para nossa cidade, para a região e para todo o estado, pois o aeroporto hoje é apoio estrutural para atividade de extrema relevância que é a atividade petrolífera. Mil vezes parabéns, Alair Corrêa, por ter sido o idealizador desta obra, por ter tido visão de enxergar além na época em que Cabo Frio ainda engatinhava no seu desenvolvimento e por ter tido a coragem de empreender e trazer mais desenvolvimento para nossa região. Conheçam a história dessa realização:



por Alair Corrêa


Recebi de um amigo esse elogio: " ALAIR, ACOMPANHEI A SAÍDA E CHEGADA DE AERONAVES NO AEROPORTO, FIQUEI IMPRESSIONADO. POSSO AFIRMAR, VOCÊ É O CARA MEU AMIGO! “

CONHEÇA ENTÃO UM POUCO DA HISTÓRIA DO AEROPORTO DE CABO FRIO

Em 1983 assumi meu primeiro Mandato como Prefeito. Fui logo em busca do meu principal projeto: o Aeroporto.
Em 1985, negociei a área necessária com o Grupo Perynas, conseguindo UM MILHÃO DE METROS para sua construção! Em 1986, esperava iniciar a obra, mas não foi possível porque o Governador BRIZOLA resolveu emancipar o nosso quarto distrito, Arraial do Cabo. Nossa Cidade tinha o ICMS como sua principal receita porque éramos o único produtor brasileiro de barrilha fabricada pela Alcalis, em Arraial do Cabo. O ICMS era para Cabo Frio naqueles tempos como é hoje o petróleo. Diante da perda de receita causada pela emancipação, fomos obrigados a suspender todas as obras e engavetar o projeto do Aeroporto. Encerrei o ano de 1988 sem ter iniciado a obra, esse foi o último ano do meu primeiro mandato.
Ao sair da Prefeitura, fiquei com receio que meus sucessores loteassem a área e dessem aos seus eleitores, já que a área tinha Um Milhão de Metros Quadrados, o equivalente a 3.000 LOTES. O que poderia ser uma farra nas mãos deles. Mantive e pedi a quem trabalhou comigo sigilo sobre a área conquistada, pois tinha esperança de voltar a governar a cidade. Fora da prefeitura tomei conta da terra como se fosse minha, pois sabia que se a perdesse, uma outra com esse tamanho seria quase impossível conseguir novamente.
Terminei meu primeiro mandato em 1988 com o ICMS em queda, assim como encerrei o último mandato em 2016 com o PETRÓLEO também despencando.
Nos dois mandatos, mesmo sendo um distante do outro - o primeiro, há 20 anos, quando também encerrei meu governo sem pagar o 13 salário, também havia perdido o ICMS por causa da emancipação do Distrito de Arraial do Cabo.

Pela segunda vez em 1996 voltei a Prefeitura, era o meu segundo mandato. Já nos primeiros dias coloquei a escritura das terras em baixo do braço e junto com o falecido amigo Jacoh Mureb fomos para o Rio e Brasília, trabalhamos muito junto a outros dois amigos que preferiram o anonimato, conseguimos a verba e já no ano seguinte, em 1997 começávamos a grande obra. Três anos depois inaugurávamos a nossa maior obra, O AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO!
Como um homem que chora, ri e se emociona, vivi uma de minhas maiores emoções, peguei em São Paulo um avião para Cabo Frio lotado de turistas. Já chegando em Cabo Frio ouço a voz do comandante. "O TEMPO EM CABO FRIO É DE SOL, EM CINCO MINUTOS ESTAREMOS POUSANDO NO AEROPORTO INTERNACIONAL DE CABO FRIO". Imaginem, meu coração acelerou, era minha obra dando frutos! O comandante continuou, “SENHORES PASSAGEIROS SE ENCONTRA NESSE AVIÃO O IDEALIZADOR DESSE AEROPORTO, O PREFEITO ALAIR CORREA"!
Foi emocionante ver 110 desconhecidos batendo palmas para mim. Levantei, as palmas aumentaram e acenei agradecendo. Foi demais minha emoção, mais meu coração aguentou! O Aeroporto virou a página do turismo da cidade.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

AÇÃO CULTURAL BENEFICENTE DA ALACAF NA ONG CAJEF



 por Jaqueline Brum

Olá amigos, saudações Literárias! Nós, da Academia de Letras e Artes de Cabo Frio buscamos parceiros para promover uma ação cultural beneficente na ONG CAJEF . A ONG está com uma campanha de volta às aulas e quem puder ajudar apadrinhando uma criança será maravilhoso! Os kit são bem simples e toda ajuda é bem-vinda.

Kit 1- CRIANÇA:

• 02 cadernos pautados pequenos
• 01 caderno de desenho pequeno
• 01 cx com 12 lápis de cor
• 01 cx de canetinhas coloridas
• 01 cx de giz de cera
• 04 lápis comuns
• 02 borrachas
• 01 apontador
• 01 estojo

KIT 2 – JOVEM:

• 01 caderno de 10 matérias
• 04 lápis comuns
• 04 borrachas
• 02 apontadores
• 02 canetas azuis
• 02 canetas pretas
• 02 canetas vermelhas
• 01 régua 30cm
• 01 estojo

Precisamos ainda de doação de livro infanto-juvenil (pode ser usado em bom estado) pra enriquecer a biblioteca da ONG.
Ao final desejamos oferecer um lanche para as crianças com cachorro quente, pipoca, refrigerante ou picolé. Caso alguém possa contribuir...
A ação será realizada no dia 18 de Janeiro de 2019 com início às 14h na ONG e todos serão muito bem-vindos!
Vamos levar muita alegria, música, contação de histórias e muito afeto.
Vamos? 

Jaqueline Brum

segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

CAOS NA RODOVIA BR-493 MAGÉ-MANILHA

por Luciana G. Rugani - Um assunto grave, problema antigo, descaso total dos governos e pequena parcela apenas de cidadãos protestando. 
Quando falamos no estado caótico da BR-493 (Magé-Manilha) no estado do Rio, parece que estamos falando de um problema comum e que em nada afeta a vida das pessoas. Poucas são as matérias em jornais locais sobre as tragédias constantes que ali acontecem. E, na Região dos Lagos, por exemplo, poucas são as pessoas despertas e com consciência de que este problema é de todos, pois trata-se de uma das vias de acesso à região. Não vejo um só blog local citando o problema antigo. Infelizmente parece que acham que é um problema que nunca irá lhes atingir, mas esquecem que não vivem ilhados, não estão isolados e, mais dia menos dia, podem precisar sair de suas redomas e também serem atingidos. Além disso, estejam certos de que este abandono é uma das causas de, a cada ano, diminuir o número de famílias, turistas de bem, que procuram a região na alta temporada e aumentar o número de gangues e malandros que buscam nossa região. O problema ronda a todos e tenho certeza de que se houvesse uma visão mais inteligente, cidadã e solidária, uma pressão maior da sociedade em cima das autoridades competentes, muitos dos nossos problemas poderiam ter sido resolvidos e não precisaríamos perder tantas vidas por tantas razões. Mas infelizmente nossa sociedade é egoísta, e só reclama ou por interesse de politicagem mesmo ou quando o problema bate diretamente e individualmente na sua porta.
Esta rodovia há anos sofre com abandono das obras de duplicação pelo governo federal e o estado aproveitou e fechou os olhos totalmente para o local abandonando também a questão da segurança pública. Ali tornou-se ponto certo de assaltos constantes e mortes. Inaceitável isso!
Segue abaixo matéria do jornal O Tempo sobre o empresário que foi assassinado na BR-493 quando se dirigia para Niterói para passar seu final de ano:


AO LADO DA MÃE
Empresário mineiro é morto a tiros durante assalto em estrada no Rio
Ele era sócio de uma clínica de fisioterapia e ortopedia na região metropolitana de BH e viajava de carro para passar o réveillon em Niterói



Polícia investiga a morte de Dalmo Antônio Júnior, que tinha 54 anos
PUBLICADO EM 30/12/18 - 17h49

BERNARDO MIRANDA

Foi enterrado neste domingo (30) o corpo do empresário mineiro Dalmo Antônio Júnior, 54, no cemitério do Bonfim, em Belo Horizonte. Na última sexta-feira (28), ele foi morto a tiros em uma tentativa de assalto na BR-493, em Itaboraí, no Rio de Janeiro. Ele viajava com a mãe para passar o réveillon na cidade de Niterói quando foi interceptado pelos criminosos.

As investigações estão sendo realizadas pela Divisão de Homicídios de Niterói da Polícia Civil fluminense. Ninguém ainda foi preso pelo crime. De acordo com os investigadores, tudo indica que se trata de latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Essa será a primeira linha de investigação a ser seguida. 

De acordo com as informações da ocorrência, o veículo Toyota Hilux, dirigido por Dalmo, reduziu a velocidade ao se aproximar de um viaduto que está em construção na rodovia. Nesse momento um outro carro emparelhou com o veículo e efetuou o disparo que atingiu o empresário. Há duas versões para o crime. Uma delas é a de que Dalmo não parou após o anúncio do assalto e os bandidos atiraram. A segunda é que os bandidos atiraram com a intenção de quebrar o vidro que estava fechado e acabaram atingindo a vítima. Dalmo estava acompanhado da mãe e o enfermeiro contratado para cuidar da idosa. Segundo amigos, o enfermeiro contou que os bandidos fugiram logo após o disparo. "Vamos ir embora porque você fez merda", teria dito um dos comparsas do atirador. 

Dalmo havia passado o Natal com familiares em Ilha Grande, no município de Angra dos Reis e seguia com a mãe para Niterói onde passaria do réveillon. Ele era sócio de uma clínica de fisioterapia e ortopedia com atuação em Betim e Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, tenente reformado do Exército, solteiro e morava com a mãe.

A clínica em que era sócio divulgou noto de pesar lamentando sua morte precoce. "Com amparo de Deus e com tudo o que aprendemos em nossa trajetória ao lado de Júnior, logo essa tristeza profunda dará espaço às boas lembranças e a seu legado de bondade e capacidade de entrega ao outro. Nos despedimos de seu corpo físico, mas com a certeza de que sua alma brilhará eternamente em nossos corações", diz o texto. Amigos também fizeram homenagens nas redes sociais lembrando as atividades de lazer que Dalmo mais gostava: acompanhar jogos do Atlético e o mergulho esportivo.

domingo, 30 de dezembro de 2018

LANÇAMENTO DO LIVRO INFANTIL "O DINOSSAURO BEN"

A escritora Rosemary Gomes, membro da ALACAF - Academia de Letras e Artes de Cabo Frio, fará o lançamento do seu 5º livro infantil "O Dinossauro Ben".
O evento acontecerá no dia 04 de janeiro, das 19 h às 22 h,  no Solar dos Massa, na Praça Porto Rocha, centro de Cabo Frio.
Vale a pena prestigiar!


Luciana G. Rugani

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

FELIZ NATAL COM POESIA



NATAL E POESIA

Na avenida principal,
Caminho sob luzes de natal
- ou seriam estrelas? -
Luzes, enfeites,
O que representam?
Embelezamos nossas almas,
Ou apenas nossas cidades?
O sorriso,
a alegria da criança,
Seria fruto do carinho diário,
Ou apenas do presente do dia?
Na confraternização de amigos,
Moraria ali,
em cada coração presente,
A amizade limpa,
Verdadeira,
o sentimento espontâneo?
E a mensagem virtual,
Transporta desejo real,
Ou apenas integra,
mais uma de tantas,
listas de transmissão?
Natal é nascimento,
A poesia resgata sentimentos.
Natal e poesia,
Que nasça o sentimento real,
Que haja chance
para o verdadeiro sentir.
E que cada verso,
Cada palavra aqui lida,
Sejam como as lâmpadas desta avenida,
Iluminando corações sombrios,
Brilhando alegria,
Em almas tristonhas.
E que esta que vos escreve,
Possa também despertar,
Para, então, enfim
A felicidade brindar.

Luciana G. Rugani, 19/12/18

DUAS PERGUNTAS PARA O PREFEITO DE CABO FRIO

 


Na segunda-feira passada, o prefeito Dr. Adriano esteve no programa do apresentador Dill Quaresma, na Jovem TV.

Enviei via whatsapp duas perguntas para o apresentador, porém o mesmo precisou desligar seu celular durante o programa, pois eram muitas as ligações e perguntas. E o programa foi bem tumultuado em função de questionamentos sobre previsão de pagamento de salário aos funcionários e problemas na área da saúde. O apresentador até se perdia entre tantas perguntas que, na quase totalidade, foram sobre estes temas.
Então, como não foi possível fazer minhas perguntas, resolvi postar aqui no blog os meus questionamentos, para que, quem sabe, algum dia alguém possa levá-los até o prefeito ou até o secretariado competente.
Seguem:

1) Cultura:

- Comemoramos com alegria a aprovação do Plano Municipal de Cultura e o aumento no orçamento. Gostaria de saber sobre a possibilidade de ser lançado novamente um projeto de incentivo cultural do tipo do PROEDI, que em 2015, no governo do prefeito Alair Corrêa, foi essencial para alavancar novos escritores e artistas locais, tendo sido, inclusive, muito elogiado pelo segmento.

2) Limpeza das praias:

-  No fim de semana passado, aconteceu uma ação voluntária de limpeza do microlixo na Praia do Forte. Iniciativa muito relevante, mas penso que seria muito interessante que, de tempos em tempos, fosse realizado aquele trabalho de limpeza da areia que aconteceu em 2014, também no governo do prefeito Alair Corrêa, quando, com o devido acompanhamento técnico, foi utilizada a máquina "Tatuí da areia" e feito o peneiramento do microlixo. De lá pra cá nunca mais vi este trabalho acontecer. Há muito perigo de ferimentos e cortes, e já vi turistas comentando sobre a beleza da praia, porém lamentando a sujeira. Idem para a Praia das Dunas.
Gostaria de saber se há previsão de alguma ação nesse sentido.

Luciana G. Rugani

sábado, 8 de dezembro de 2018

POESIA EM HOMENAGEM AO GRUPO "RODA DE POESIAS"

Poesia que fiz em homenagem ao 3º aniversário do grupo "Roda de Poesias":


RODA DE POESIAS

Roda poesia, roda.
Gira com todo teu encanto,
corre o mundo,
em todos os teus cantos.

É sentimento que levas,
carregas pétalas de amor.
Roda poesia, roda.
Aquece com teu calor.

Com graça, ritmo e música
gira no espaço,
me envolve no teu abraço

Roda poesia, roda
pois contigo irei
e o Amor buscarei

Luciana G. Rugani, 08/12/18

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

CABO FRIO: CIDADE PIONEIRA NO CARNAVAL DA INCLUSÃO PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

por Luciana G. Rugani - hoje, no Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, vale a pena relembrarmos mais uma iniciativa pioneira que aconteceu em nossa cidade: Cabo Frio foi a primeira cidade no Brasil a promover um desfile de carnaval inclusivo para pessoas com deficiência. O evento foi realizado em 2003, durante governo do prefeito Alair Corrêa.
Uma ideia que, sem dúvida nenhuma, merece nossos aplausos! Tempos atrás postei aqui no blog uma matéria sobre a "Embaixadores da Alegria", escola de samba inclusiva do Rio de Janeiro, criada em 2006. Destaquei a importância deste trabalho como inclusão social, mas nem imaginava que nossa cidade já era a pioneira neste trabalho! 
Alair Corrêa, o prefeito que realizou mais de 80% das obras da cidade, saiu na frente mais uma vez em relação à inclusão social de pessoas com deficiência no carnaval de Cabo Frio. Parabéns, prefeito, por marcar o nome de nossa cidade como pioneira em iniciativa tão importante no resgate da autoestima  e alegria das pessoas com deficiência, e meus parabéns também à cidade de Cabo Frio pela conquista da época!
Abaixo segue matéria sobre o assunto, do jornal "O Cabofriense", de março de 2003. Vale destacar que, onde está escrito "Beth Peralta", leia-se "Beth Marge". Por um equívoco da redação na época, o nome saiu grafado erroneamente:





CARNAVAL DA INCLUSÃO É SUCESSO EM CABO FRIO


- Jornal "O Cabofriense", de 01/03/2003 -


Deficientes se realizam em desfile na Praia do Forte


Não foi um sonho, foi realidade. Pela primeira vez, no Brasil, um município realiza com sucesso um desfile de Carnaval exclusivamente para portadores de deficiência física. Apesar do tempo do desfile não ter sido idêntico aos tradicionais das escolas de samba, o Bloco da Inclusão, como foi batizado, trouxe a alegria e a realização para muitos deficientes de Cabo Frio e da região. O desfile, realizado na noite da última quinta-feira, dia 27, na Praia do Forte, que arrebanhou centenas de pessoas, foi promovido pela prefeitura de Cabo Frio e incluiu pessoas com vários tipos de deficiência, como os assistidos da APAE e das escolas Arlete Rosa Castanho e Fernando Azevedo. Segundo o prefeito Alair Corrêa, o desfile será aperfeiçoado para fazer parte do calendário da programação de eventos da cidade. Para o diretor de Eventos da prefeitura, Edson Leonardes, o objetivo do desfile foi alcançado plenamente.
- Novamente Cabo Frio sai na frente de outras cidades do Brasil, em enxergar que essas pessoas portadoras de deficiência física, que infelizmente não tinham o prazer e condições de participar da alegria de um Carnaval organizado, agora têm. Mas esse momento foi concedido a eles com muito brilho e garbo. A emoção que sentiram e passaram, para quem estava acompanhado, é que vale. Graças ao prefeito Alair Corrêa, pessoa sensível a qualquer assunto, que enxergou essa necessidade, ao vereador Amaury Valério por estar sempre se empenhando nestas causas, ao Jubiabá que iniciou com este projeto, e a gente que realiza o evento. As coisas acontecem assim. Tem um mentor, tem alguém que acredita, dá a força e investe que é o nosso prefeito, enfim, partem para cima do evento, com determinação, até que ele aconteça.
De acordo com Leonardes, pela visão do prefeito Alair Corrêa o evento entrará com certeza para o calendário de eventos do município.
- É uma coisa tão bonita e gostosa de se ver, que não tem como não ser incluído no calendário de eventos de nossa cidade.

"Enquanto o mundo está em guerra e fazendo novos deficientes, nós estamos aqui entrosando o deficiente na sociedade. Mostramos para o Brasil que podemos fazer um Carnaval de paz" - Beth Peralta.*

A emoção foi muito grande e segundo a nossa entrevistada, a única coisa que realmente não deu para fazer foi levantar da cadeira de rodas.
- Ficamos muito felizes em ver que o povo foi à rua para nos assistir e apoiar. Isso demonstra claramente que, no ano que vem, iremos fazer um Carnaval com um maior apoio principalmente dos deficientes. Uma das coisas mais importantes é que mostramos que podemos fazer um Carnaval de paz e familiar. Enquanto o mundo está em guerra e fazendo novos deficientes, nós estamos aqui entrosando o deficiente na sociedade. Nós mostramos para o Brasil que podemos fazer um Carnaval de paz.
Para o vereador e radialista Amaury Valério, a audácia do prefeito Alair Corrêa em aceitar e promover a ideia de fazer este Carnaval da Inclusão foi de tirar o chapéu.
- A única coisa que ele se preocupou, quando lhes apresentamos a ideia, foi quanto à aceitação dos próprios deficientes. Ao abraçar o ideal, Alair proporcionou este Carnaval maravilhoso que aconteceu aqui na Praia do Forte, com todos os portadores de deficiência física se esbaldando e pedindo para que o evento prossiga.
Para o próximo ano, Amaury Valério propõe que para melhor comodidade das famílias dos deficientes, o evento seja realizado durante o dia, para que mais pessoas possam participar.
- Os alunos das Escolas Arlete Rosa Castanho e Fernando  Azevedo, por exemplo, com certeza se sentiriam bem mais à vontade se o desfile tivesse sido realizado durante o dia. Ano que vem vamos procurar adequar a questão do horário às possibilidades das famílias, porque normalmente o deficiente depende de uma ou mais pessoas.

Amaury Valério: "Ao abraçar o ideal, Alair proporcionou este Carnaval maravilhoso que aconteceu aqui na Praia do Forte com todos os portadores de deficiência física se esbaldando, e pedindo para que o evento prossiga".

De acordo com Amaury, o evento, que foi registrado até pelos turistas na Praia do Forte, deve servir de exemplo para o país.
- O exemplo que foi dado hoje, em Cabo Frio, tem que ser seguido. Não pode haver preconceito, nem pensamentos do tipo: "Será que é ridículo ver quem está em cadeiras de rodas ou de muletas sambando?" Claro que não. O resultado dessa nossa ousadia foi totalmente positiva. Portanto, queremos que até as próprias famílias percam a timidez e venham para a rua. O prefeito de Cabo Frio está dando esta oportunidade para que as pessoas portadoras de qualquer tipo de deficiência mostrem que podem ser e viver absolutamente normal.

Beth Peralta*: "Me senti poderosa. As pessoas precisam rever os seus conceitos"

Para a cadeirante Beth Peralta*, que se acidentou aos 19 anos e há 30 anos é paraplégica, a emoção foi total. Essa foi a primeira vez que desfilou num bloco para deficientes.
- Foi compensador. Eu sinto que a cidade de Cabo Frio abraça os nossos ideais, o que é mais importante. Eu não tenho preconceito e procuro mostrar às pessoas que elas devem lutar por aquilo que querem.
Beth acredita no projeto por ser inusitado e audacioso, que mexe com os conceitos das pessoas e com o próprio consciente.
- O próprio deficiente tem que se aceitar e participar destes tipos de eventos que, na verdade, tanto sonhamos. Se a pessoa tiver a mente boa, com certeza o corpo vai estar bem. As pessoas ao redor, de repente, nem se aperceberam que ali naquele bloco existiam pessoas deficientes como as da APAE, que não falam, ouvem, mas estavam sentindo a música, já que ela vibra dentro da pessoa, o que faz muito bem para nós deficientes, principalmente no Carnaval em que todos querem extravasar os seus sentimentos.

*Onde estiver escrito "Beth Peralta" leia-se "Beth Marge". Por um equívoco da redação na época, o nome saiu grafado erroneamente.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

PLANO MUNICIPAL DE CULTURA É APROVADO POR UNANIMIDADE

por Luciana G. Rugani: parabenizo a todo o meio cultural de Cabo Frio pela  aprovação do Plano Municipal de Cultura, conquista objeto de tantos anos de luta! A cultura só sobrevive em meio ao respeito a todos indistintamente, independente de opções políticas, religiosas, etc. pois o meio cultural é vasto, assim como infinitos são os dons artísticos e culturais. 
Abaixo segue matéria da prefeitura sobre o assunto:

Votação aconteceu na noite desta terça-feira (27) na Câmara de Vereadores
Foi aprovado por unanimidade na noite desta terça-feira (27), na Câmara de Vereadores, o Plano Municipal de Cultura de Cabo Frio. Em uma sessão onde a importância da Cultura foi enaltecida e o segmento foi representado por diversos representantes culturais, um passo importante foi dado para o futuro da classe artística da cidade.

A votação foi a última da pauta, o que resultou numa sessão extraordinária para que o Plano fosse votado na mesma noite. Todos os vereadores foram a favor do documento e não houve abstenção de nenhum edil. "Finalmente conseguimos que esse filho nascesse. O Plano Municipal é uma conquista de todos nós, tanto de quem hoje está representando a cultura através da Secretaria quanto dos artistas da cidade. Estamos esperançosos por dias melhores para nossa Cultura", comentou a Secretária de Cultura, Meri Damaceno.

Em suas falas na plenária, os vereadores Miguel Alencar e Rafael Peçanha, ambos relatores do Plano Municipal de Cultura na Câmara, ressaltaram que aprovar o plano foi o passo mais importante dado agora, mas que no futuro o documento pode ser alterado conforme as novas necessidades que se apresentem. "Por ser um documento, ele pode ser mudado através de emendas. Basta apenas que o diálogo seja mantido entre todos os envolvidos", explicou Miguel Alencar.

Discussão do Orçamento Municipal para Cultura acontece nesta quarta-feira


Nesta quarta-feira (29) às 17h, também na Câmara dos Vereadores, haverá uma reunião para discutir o Orçamento Municipal para a Secretaria de Cultura em 2019. Está previsto o repasse de cerca de 1% a 1,5% do orçamento anual do município para a pasta. Uma comissão organizada pela Secretaria fará parte da mesa de debate para ajudar na discussão do quanto será destinado para a produção de projetos, editais, eventos e gestão dos equipamentos culturais no próximo ano.

"Formamos uma comissão para discutirmos juntos à sociedade civil quais os focos para o orçamento na gestão. Chamamos mais uma vez toda classe artística e sociedade para esse debate junto a Câmara de Vereadores pois quanto mais unidos, mais mostramos nossa força e necessidades como agentes culturais", disse a subsecretária de Cultura, Heliamar Reis. Após o debate, todo o Orçamento Municipal será votado na primeira quinzena de dezembro pelos vereadores em sessão solene.

Texto: Prefeitura de Cabo Frio

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

RADIALISTA ADEMILTON FERREIRA RECONHECE SEU ERRO E PEDE DESCULPAS A ALAIR CORRÊA

por Luciana G. Rugani - Aplaudo o gesto de hombridade do radialista Ademilton. Só lamento que tenha desacreditado de Alair Corrêa este tempo inteiro e somente hoje reconhecido que ele dizia a verdade sobre a maior queda de arrecadação da história da cidade. Lamento também que tenha divulgado a informação falsa de que Alair estava com seu registro impugnado quando candidato a deputado estadual, enquanto isso não era verdade. Como resultado, muitos pensaram que Alair nem concorreria e isso com certeza o prejudicou muito na votação. Infelizmente na vida é assim: muitas vezes explicamos algo ou alertamos sobre algum fato, porém não nos dão ouvidos até sentirem na pele os efeitos por nós previstos. Uma pena que a retificação de um posicionamento tão prejudicial não tenha o poder de voltar atrás e reescrever a história, porém que possa servir para acordar aqueles que deixaram-se levar por argumentos falhos e falácias. Que possam rever suas opiniões e fazer justiça com o nome de Alair Corrêa, este político que tanto fez por Cabo Frio, responsável por tantas realizações que trouxeram desenvolvimento à nossa cidade, e que, mesmo passando pela mais grave crise de sua cidade, segurou firme as rédeas do governo para que seguisse até o fim sem fechar nenhum estabelecimento de saúde ou da educação.
Segue abaixo postagem de Alair sobre o assunto:

- por Alair Corrêa -



ADEMILTON FERREIRA, DA RADIO LITORAL ABRIU SEU PROGRAMA HOJE, ME PEDINDO DESCULPAS POR TER FALADO DURANTE MEU GOVERNO QUE CABO FRIO TINHA DINHEIRO. HOJE RECONHECEU QUE MENTIU FALANDO O SEGUINTE " Peço desculpa a ALAIR CORRÊA, por ter insistido que ele não pagava ao funcionalismo porque não queria, mas hoje ouvindo o Prefeito Adriano alegar que seu Governo não tem dinheiro, mesmo arrecadando mais, reconheço que ALAIR CORRÊA falava a verdade quando dizia que não tinha recursos para pagar o funcionalismo. Por tudo isso abro o meu programa PEDINDO DESCULPAS AO EX- PREFEITO ALAIR CORRÊA "! O radialista foi o maior responsável por tudo que passei no final do meu governo, utilizou seu horário na Rádio Litoral estimulando os Sindicatos a promoverem greves, parando a cidade com protestos. O tempo do seu programa foi usado por todos que desejassem me ofender e prejudicar o governo, o seu mais perverso objetivo era o de desconstruir o meu Governo, para isso aproveitou a crise financeira com a queda do Petróleo. Tudo por pura maldade e irresponsabilidade, ainda assim recebo o pedido de desculpas do Sr Ademilton da Litoral sem ressentimento e como resposta aos que como ele duvidaram de minha honestidade e de minha competência. Aos que nesses dois anos tentavam me tranquilizar dizendo" Alair mais a frente a verdade vira a tona " Muitos tem me procurado para pedir desculpas reconhecendo que se não consegui trabalhar, foi porque havia perdido de petróleo 600 milhões de reais. Outros aparecerão para reconhecer que foram injustos, outros para exaltar em mim alguma qualidade antes não percebida, outros para reafirmar minha competência e coragem! A professora Marcia me pediu desculpas, por ter acreditado que não paguei os salários por maldade. O Blogueiro Chicão postou o seguinte " Está faltando em Adriano a vontade e personalidade forte do ex- prefeito Alair Corrêa", Hoje o meu mais cruel opositor na Mídia local, o radialista Ademilton Ferreira, abre o programa me pedindo desculpas, afirmando " se Adriano com uma arrecadação bem maior afirma que não tem dinheiro, quero então pedir desculpas ao ex- prefeito ALAIR CORRÊA por ter dito anteriormente ele tinha dinheiro "

OBS. : ESTA FOTO DA POSTAGEM, FOI TIRADA HÁ MAIS DE 5 ANOS, AINDA NO INÍCIO DO MEU GOVERNO, QUANDO O ADEMILTON FERREIRA ERA IMPARCIAL. APÓS OS DOIS ANOS DA MINHA ADMINISTRAÇÃO, ELE FECHOU AS PORTAS DE SEU PROGRAMA COVARDEMENTE PARA O QUE REALMENTE ERA VERDADE.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...