terça-feira, 21 de agosto de 2018

ALAIR CORRÊA - 44145: MEU CANDIDATO A DEPUTADO ESTADUAL

Para deputado estadual não é novidade pra ninguém: seguirei apoiando o amigo Alair Corrêa, que fez um grande trabalho por Cabo Frio. Nos anos de 1997 a 2000 e de 2001 a 2004, respectivamente segundo e terceiro mandato de Alair, Cabo Frio teve um boom de desenvolvimento. A cidade adquiriu toda a infraestrutura necessária para uma melhor qualidade de vida de seus cidadãos e também para que se tornasse referência no turismo. Foram construídas escolas, hospitais, foi feito o manilhamento e pavimentação de 70% de toda a cidade, pontos turísticos foram organizados, a cidade ganhou título de cidade mais limpa do Brasil, entre outras muitas realizações. Quem conheceu Cabo Frio antes e depois de 97 sabe bem o que estou dizendo. O seu governo foi, sem dúvida nenhuma, e até mesmo seus adversários sabem bem disso, o que mais realizou em prol de Cabo Frio.

A partir daí, a cidade viu seu número de habitantes ser aumentado ano a ano de forma vertiginosa. Era grande o número de pessoas que a cada ano escolhiam-na para morar. A cidade passou de pequena para média, segundo classificação oficial.
 
No último governo de Alair (2013-2016), aconteceu o ápice da queda de arrecadação, quando a cidade recebeu as mais baixas parcelas de royalties de toda sua história, chegando a parcelas ínfimas, praticamente zero perto do que eram antes e do que são hoje.  A trimestral caiu de 40 milhões para 40 mil reais, e a parcela mensal caiu de 17 milhões para 4 milhões apenas. Então tínhamos o seguinte cenário: agora uma cidade média, com muitas escolas municipais (inclusive de nível médio, apesar de não ser obrigação do município), com muitos hospitais de excelência, e uma arrecadação repentinamente em queda brusca tanto dos royalties, devido à crise da Petrobrás, como também das outras fontes de arrecadação, devido ao auge da crise nacional. Foi o período mais crítico já vivido até hoje na economia da cidade, com muitos transtornos, porém, ainda assim, Alair prosseguiu até o final do governo mantendo ativas as unidades de serviços.

Reconheço e acompanhei o esforço feito por ele para segurar as rédeas e não deixar que houvesse ainda mais caos e prejuízo para a cidade caso tivesse optado por extinguir de vez escolas e hospitais, conquistas obtidas nos tempos da alta arrecadação. E seu esforço em manter tais conquistas tanto foi válido que, logo no primeiro trimestre de 2017, já no governo de seu sucessor, a arrecadação de royalties teve sua maior alta desde 2014 e a partir daí foi subindo, voltando à normalidade, inclusive hoje com perspectivas de alta ainda maior nos próximos meses, portanto a cidade hoje já tem condições de manter toda a estrutura de serviços que Alair construiu nos seus mandatos passados e que, esforçosamente, manteve ativa até o final, sem deixar que fosse definitivamente perdida.



Luciana G. Rugani
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...