Pular para o conteúdo principal

Postagens

POEMA: RESISTIR

Resistir Resistir é insistir E não desistir. Não desistir de confiar, Não desistir de amar. Resistir é não entregar a alma, É ver-se um ser capaz, Merecedor do melhor E não render-se ao desalento. Resistir é bem discernir Sabendo ser o mal Violenta tormenta, Todavia fugaz, Pois o sol, Em seu alvorecer, Sempre há de raiar Seu brilho esplendorosamente voraz, A cada amanhecer. Luciana G. Rugani
Postagens recentes

REALIZAÇÃO DA 1ª EDIÇÃO DO PROJETO "SARAU 15 MINUTOS"

Hoje aconteceu a 1ª edição do projeto "Sarau 15 minutos", com o tema "Resistência". Trata-se de um projeto que idealizei para divulgar virtualmente a poesia em torno de um tema pré-estabelecido, sempre por meio de uma curta live, em torno de 15 minutos, no Facebook. E quando eu digo "divulgar poesia", não me refiro somente a poemas, mas a tudo que contenha poesia. A poesia pode estar presente em uma pintura, um trecho de música, um filme, texto, enfim, a poesia pode estar presente até em um modo de vida. Então, para participar basta ter a sensibilidade de perceber a poesia que há em algo. A ideia surgiu do fato de, muitas vezes, eu estar impossibilitada de participar de saraus presenciais. Penso que uma das lições deixadas pela pandemia foi que o meio virtual veio para ficar e que o ideal agora é manter um estado híbrido, onde aconteçam os encontros presenciais, mas com a manutenção também dos encontros virtuais. Isso possibilita que pessoas que estão long

1a. EDIÇÃO DO "SARAU 15 MINUTOS"

Vamos espalhar poesia nas redes sociais!  Venham participar conosco do " Sarau 15 Minutos ", que estreia nesta sexta-feira, dia 27/5, às 20 horas , no Facebook, com o tema "Resistência". O sarau terá a participação das escritoras Luciana G. Rugani e Tatiana Machado e será transmitido ao vivo no perfil do Facebook das escritoras. Luciana G. Rugani

PROJETO MOÇA BONITA E ALACAF - CELEBRANDO A VIDA EM MEIO AO CÂNCER - VOL.2

Caros leitores, compartilho com vocês a versão digital do projeto "Moça Bonita e ALACAF - Celebrando a vida em meio ao câncer"- volume 2. Trata-se do 2º volume de uma antologia de poemas, de autoria dos acadêmicos da Academia de Letras e Artes de Cabo Frio - ALACAF, feitos para as participantes do projeto "Moça Bonita". Eu participo com dois poemas: "Voando para a vida", que fiz para a moça bonita Maria Isaura, e "Quatro rosas", para quatro moças bonitas. O primeiro volume foi lançado em 2019 (clique aqui para conhecer o lançamento do projeto).  Abaixo seguem os meus poemas e o livro completo. Ficou lindo, vale a pena ler!     Luciana G. Rugani

LANÇAMENTO DO LIVRO "PEDRO BALEIA", NA LIVRARIA DA TRAVESSA, NO RIO DE JANEIRO

A escritora cabo-friense Rosana Andréia fará o lançamento de seu livro " Pedro Baleia " na Livraria da Travessa, no Shopping Leblon, no Rio de Janeiro.  É muito bom ver Cabo Frio sendo divulgada por meio do trabalho de artistas de nossa literatura, especialmente em grandes livrarias, como é a Livraria da Travessa. O evento será no dia 28/5 , às 17 horas . Parabéns e sucesso, Rosana Andréia!  Luciana G. Rugani

MINHA PARTICIPAÇÃO NA ATIVIDADE "ENCONTRO DE VALOR", DO PROJETO "TRANSFORMA EM AÇÃO"

No dia 7 passado, participei do "Encontro de Valor", atividade promovida pelo Projeto Transforma em Ação. O Projeto Transforma em Ação é um projeto apartidário, de cunho sociocultural, que acontece na cidade mineira de Felixlândia. O projeto visa promover o empoderamento dos cidadãos por meio do conhecimento, para que se tornem protagonistas do exercício da cidadania na sociedade em que vivem. A atividade "Encontro de Valor" acontece nos lares daqueles que se colocam abertos a participar e a receber as reuniões em suas casas. São realizadas leituras e cada participante expõe para os outros o seu entendimento sobre o texto lido. É uma ótima oportunidade para abrirmos nossa percepção sobre o universo do outro, aprimorando nossa compreensão sobre as diferentes maneiras de se pensar um mesmo assunto. Na oportunidade, apresentei meu livro "Mar de Palavras", lançado em 2019, em evento no Charitas, em Cabo Frio, e apresentei também a segunda antologia "ALACA

COMPORTAMENTO HUMANO: REFLEXÕES

Vou só observando e aprendendo com a observação... Quantas pessoas que dizem ser contra o preconceito, que dizem ser a favor da vida, da cultura, do meio ambiente... Mas, não sei se por conveniência, ou por fraqueza de caráter, manifestam apoio a políticos "bolsonaristas de oportunismo"; Quantas pessoas preferem o silêncio conveniente e manter certo distanciamento daqueles que têm personalidade e posicionamento, usando de artifícios como esfarrapadas desculpas; Quantas pessoas simplesmente têm medo de ser elas mesmas, medo de viver o que a vida lhes oferece, apenas por não terem a assertividade suficiente para dizer sim quando quiserem dizer sim, e não quando quiserem dizer não; Quantas pessoas completamente perdidas de si mesmas, vivendo em constante contradição, tratando o outro de maneira totalmente em desacordo com a maneira com que querem ser tratadas; Quantas se deixam levar por diz que diz, permitindo que sejam manipuladas por outros que às vezes elas mesmas sabem que

DIAS 14 E 15 DE MAIO: 2ª EDIÇÃO DO PROJETO "LITERATURA NA PRAÇA", EM SÃO PEDRO DA ALDEIA (RJ)

A 2ª edição do Projeto Literatura na Praça já tem data definida. O evento será nos dias 14 e 15 de maio , na Praça Hermógenes Freire da Costa, na Casa do Artesão, Centro, São Pedro da Aldeia . No sábado, 14 de maio, o projeto conta com o Lançamento do livro “Cronicando por aí” da escritora de São Pedro da Aldeia, Julia Vaz, a partir das 18h. No domingo, 15 de maio , é a vez do Lançamento do livro “Dona de Tudo Menos de Mim” , da escritora Alene Vieira, a partir das 18h. A Feira trará música ao vivo, sessão de autógrafos, além da venda de livros com preços populares. O evento é idealizado pelo escritor Renato Fulgoni e conta com o apoio cultural da Secretaria Municipal de Turismo, Casa do Artesão, Aldeia Editora, Livraria da Aldeia e do Notícias de São Pedro da Aldeia Editora. O evento terá a participação de diversos escritores do município, como Luciana Mendonça, Renato Fulgoni, Nathália Larissa do Amaral, Raquel Rosas, Andréa Rezende, Alene Vieira, Julia Vaz, além da participação d

REFLEXÕES POS-PANDEMIA: O USO DAS MÁSCARAS

O uso das máscaras deveria agora tornar-se uma questão de hábito, assim como é no Japão. Se a pessoa vai em locais cheios, como ônibus, etc., o uso da máscara poderá protegerá de várias viroses. Antes da pandemia, havia constantes surtos de viroses, tanto respiratórias quanto intestinais. Durante a pandemia, diminuiu muito o índice de viroses e também de conjuntivites, devido à redução de aglomeração, uso de máscara e higienização frequente das mãos. Agora as viroses estão voltando novamente, pois as pessoas voltaram ao antigo normal, sem nenhuma proteção. Além disso, o uso da máscara acaba sendo também uma mostra de educação pois, em um ônibus cheio, por exemplo, uma pessoa não fica obrigada a respirar o hálito da outra sem nenhum filtro. Então, usar a máscara nesses locais é também um gesto de educação para com as outras pessoas. Luciana G. Rugani 

REVISTA DIGITAL ALDEIA MAGAZINE: REFLEXÃO E POEMA SOBRE O MEIO AMBIENTE

Saiu hoje a edição 30, mês de abril, da Revista Digital Aldeia Magazine , com minha coluna "Cantinho das Ideias", na página 98 (clique no nome da revista para ler a edição completa). Nesta edição, falo sobre a natureza e sobre como tudo está interligado em nosso planeta e também sobre uma triste e grave questão ambiental: a destruição causada pela mineração no estado de Minas Gerais: A triste sina das serras de Minas Vivemos no Planeta Terra, cada qual em seu país, em seu estado e em sua cidade. Parece algo segmentado, regionalizado, mas, quando adquirimos uma consciência mais profunda de nossa vida e da vida de nosso planeta, passamos a entender que estamos todos interligados. Interligados por tendências, por hábitos, por ideias e por ações que se multiplicam e proliferam. Em relação ao meio ambiente, podemos exemplificar isso de forma mais inteligível. A exploração da natureza feita sem critérios, em certo local, acabará interferindo, de alguma maneira, em outro local dista