domingo, 6 de julho de 2014

A COPA DO MUNDO E SUAS LIÇÕES PARA A VIDA


Eu costumo comparar algumas ocorrências da copa do mundo com fatos de nossa vida cotidiana. Fiz isso na copa passada, no jogo Brasil X Holanda, e também há uns dias atrás no jogo do Brasil X Chile, em artigo postado aqui no dia 28 de junho.

Hoje refletirei em torno do ocorrido com o jogador Neymar. 

Neymar é um jogador novo, podemos até dizer que é um garoto ainda, mas que rapidamente se destacou como um dos melhores do mundo. Seu trabalho como atacante faz a diferença na seleção e seus adversários sabem disso. Por isso, desde o início da copa ele tem sido bastante marcado e perseguido violentamente por alguns jogadores.

O esporte reflete a vida. Na vida, qualquer trabalho que a pessoa realizar, entrando de cabeça e coração, com vontade, e principalmente se este trabalho se destacar de alguma forma, despertará a atenção de outras pessoas nem sempre de boa vontade e que nem sempre agirão com o devido respeito e, pior ainda, algumas irão querer até mesmo paralisar e derrubar a obra feita. Para isso usam violência, fofoca, maledicência, enfim, colocam em uso os mais pobres recursos, típicos de mentes imersas em ignorância. É como a fábula do vagalume e da serpente, em que a serpente diz que comeria o vagalume simplesmente por não suportar vê-lo brilhar. 

Com Neymar aconteceu o que aconteceu justamente porque ele é um destaque no esporte. Seu trabalho chamou a atenção e por isso foi perseguido durante todo o campeonato. Brilhou, se destacou, sofreu perseguição.

Ficam aqui as minhas palavras para o Neymar: é fato que houve a agressão, que existe a dor, o sofrimento. Mas também é fato que não perdeu o brilho só por esta queda. Apenas dará um tempo, uma pausa para recuperar, mas voltará à luta, pois essa luta é sua vida. Voltará a brilhar ainda mais, pois a queda nos impulsiona a subir até mais alto. Pode até ser que a batalha desta copa ele não lute mais, mas isso não o fará desistir de ser um lutador, tendo ainda pela frente muitas outras batalhas. Não se apaga a chama de um guerreiro, não se apaga o brilho pessoal. O talento, a vontade, o amor pelo que se faz, isso ninguém apaga, seguirá eternamente com quem o possui abrindo as portas de outras experiências à frente, afinal de contas, é lei da vida: aquilo que se constrói com Amor e Vontade não se perde JAMAIS!

Luciana G. Rugani

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...