sábado, 3 de maio de 2014

PRAÇA DAS ÁGUAS - CABO FRIO

por Luciana G. Rugani - Abaixo segue matéria da prefeitura de Cabo Frio sobre a Praça das Águas. Atualmente, devido à maravilha de seu projeto arquitetônico, paisagistico e de iluminação, é um dos mais importantes pontos turísticos da cidade.
A iluminação é fruto do trabalho de Peter Gasper, verdadeiro artista de ponta nessa área, falecido no último dia 30. Peter foi parceiro de Oscar Niemeyer, deu cor e luz a importantes obras do renomado arquiteto, além de shows de iluminação em diversos monumentos e eventos memoráveis. 
A antiga Praça das Águas, antes escura e sem atrativo, agora é um dos locais mais movimentados da cidade.
Fica aqui esta publicação como uma homenagem nossa a este mestre das luzes e cores, que fez da Praça das Águas de nossa querida Cabo Frio um espaço mais alegre, vivo e colorido.
_______________________________________________________________


Foto: Walmor Freitas/W2Imagens
 Cabo Frio investe em tecnologia de ponta na Praça das Águas
Vivacidade e inovação nas pinturas dos peixes em grafite subaquáticas, com técnicas em 3D usadas pela primeira vez no mundo

 Localizada na Praia do Forte, com uma área de aproximadamente 1.600 m e um lago com 1,5 milhão de litros de água, a nova Praça das Águas teve o  projeto revitalizado pelo “lighting designer” Peter Gasper para dar leveza, romantismo e tranquilidade às pessoas que  frequentam o local.

O prefeito Alair Corrêa investiu em tecnologias inovadoras e o resultado foi surpreendente, pois Cabo Frio tem o privilégio de ser a primeira cidade no país a ter um projeto deste porte.

Foto: perfil do facebook Alair Corrêa
Ao redor da praça, foram instalados 28 postes com lâmpadas de LED vindas da Coréia do Sul. Pela primeira vez, a iluminação de um projeto público deste porte é feito no país. Os modelos standard têm uma potência maior e são totalmente econômicos. As lâmpadas têm tons azul, verde e lavanda, proporcionam uma sensação refrescante, suave, romântica e intimista, deixando as pessoas mais tranquilas para contemplar a beleza das águas. São 160 lâmpadas que proporcionam um clima mágico e liberam um brilho diferenciado na água.

– Você experimenta a cor, a profundidade, mais o tempo, que é a ultima dimensão para Peter explorar com suas mutações. São mais de 400 cenas onde estão as identidades eletrônicas comandadas por um computador – disse a arquiteta e urbanista Viviane Menezes.

A partir do acendimento urbano, a praça também acende e as 400 cenas começam a rodar em looping em função da fotocélula que aciona o conjunto. Lentamente, as mutações começam em um período muito sutil e as pessoas começam a perceber movimento de cores sobre as águas.

Segundo a arquiteta, a água é quase potável, porque a principio era para o projeto ter vegetação, mas prescindiu da vegetação para que as pessoas pudessem colocar a mão na água.

– Ela não é apropriada para banho, não é um tanque urbano, o grande forte do trabalho é a manutenção de tudo. O zelo pela manutenção tem que passar a existir não só da parte da Prefeitura como do público também – explicou Viviane.

A pintura feita pelo grafiteiro e artista plástico Lobão é uma total inovação, pois é o único grafite subaquático já feito. Ela é imaginária, passa da fantasia para a realidade e só podia ser feita por um desenho, por uma ilusão. A pintura feita no fundo do lago tem uma vivacidade na figura em 3D, que são os peixes de tecnologia brasileira, portuguesa e holandesa.

– Fantástico! Parece que os peixes são reais. Adoro ficar aqui contemplando a praça e tirando fotos – disse Agatha dos Santos, frequentadora da praça.

Nos tanques laterais, foram colocados os peixes que serão tratados diariamente por um biólogo e um veterinário, como se faz em qualquer lugar do mundo onde há vida marinha.

O chafariz é ultrailuminado, alcançando até 2m de altura. Devido aos ventos fortes de Cabo Frio, a capacidade do jato foi calculada para evitar desperdício, mostrando força, delicadeza e principalmente para que a luz possa iluminar o chafariz de uma maneira uniforme.

A Praça das Águas é um aquário a céu aberto urbano, que une cenografia, arquitetura e urbanismo, sendo idealizada em tempo recorde, pois levou seis meses para ser concluído. Por seu ineditismo, o projeto de iluminação tem um resultado com potencial internacional.

Texto: Rosália Moreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...