Pular para o conteúdo principal

DISCURSO DE MIRIAM DIENTSMANN STEIN NO SENADO EXPÕE VERDADES SOBRE NOSSO SISTEMA

por Luciana G. Rugani - A reforma trabalhista, aprovada ontem, representa o fim de um patrimônio de conquistas dos brasileiros.

Todo mundo sabe que, na nossa realidade prática, o poder financeiro detém o comando das regras do jogo atropelando a ética, a justiça e a moral, e isso não é diferente nas relações trabalhistas. Tem sido assim ao longo dos tempos. Os direitos trabalhistas surgiram justamente para tentar contrapor um peso ao domínio econômico para que esse não se fizesse pleno, para que tivesse limites: o limite da lei. Uma tentativa de trazer um pouco de equilíbrio à relação empregador/empregado. Mas ainda assim temos trabalho escravo no Brasil, vemos o exercício de manobras que acabam por burlar estes direitos, como acontece, por exemplo, com empregados terceirizados, que com frequência são contratados por firmas de fachada, até mesmo firmas fantasmas, que simulam falência de tempos em tempos fugindo da obrigação de arcar com o pagamento dos direitos.

Agora, com essa reforma aprovada, teremos ainda maior desequilíbrio na relação empregador/empregado, pois os direitos serão flexibilizados. Como pode haver flexibilização de direitos em um país em que até mesmo direitos garantidos por lei não são respeitados?

Bem, o resultado terrível veremos mais à frente. A próxima tacada dos representantes do poder econômico (jamais representantes do povo) será providenciar a reforma da previdência. 

O que o governo vai gastar com a renegociação para aprovação dessa reforma é mais do que o valor que ela economizaria em dez anos! Então que necessidade de reforma é esta? Além do que, já explicamos aqui no blog, em textos anteriores, que não há nenhum deficit previdenciário. O que há é utilização da verba da seguridade social (que não é composta somente de verba somente da previdência) para cobrir outras despesas do governo. Então, se há dinheiro para ser transferido para outras despesas, por que não reduzir os gastos exorbitantes ao invés de, mais uma vez, penalizar o trabalhador?

Compartilho o vídeo abaixo com a fala providencial de Miriam Dientsmann Stein, representante do Portal dos Aposentados, a cerca de uma semana atrás. Peço a todos que assistam com atenção, e que ajude a compartilhar para que, quem sabe, as pessoas possam acordar e impedir que mais esse atentado aos nossos direitos seja cometido. Aprovaram esta reforma trabalhista e o povo, que deveria ter ido para as ruas em todo o país, segue dormindo! O que está acontecendo com o povo brasileiro? ACORDA, POVO! Vamos compartilhar essa fala de Miriam e refletir no que ela está dizendo, principalmente nas mentiras que são colocadas para nós:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A CIDADANIA NOS DIAS ATUAIS

Cidadania é um termo cujo significado encontra-se em constante evolução, sendo modificado e ampliado através da história. Já esteve ligado somente ao exercício de direitos e deveres políticos, mas hoje, devido à evolução das relações sociais, possui um alcance muito maior que envolve também a questão da participação dos membros da sociedade em prol do bem comum. Há alguns anos atrás, os meios de participação social eram restritos, e daí também o conceito de que cidadão era aquele sujeito detentor do direito de voto.
A nossa atual constituição federal trouxe enorme contribuição para a ampliação da noção de cidadania, através da instituição de diversos instrumentos de participação popular. Foi um grande passo, e por isso é chamada de “constituição cidadã”. A partir daí, algumas questões onde o abuso era mais evidente ganharam destaque e contribuíram ainda mais para a evolução da cidadania, como é o caso das questões de proteção aos direitos do consumidor e do agigantamento dos problemas …

DEMOLIÇÃO DOS QUIOSQUES NA PRAIA DAS CONCHAS E ILHA DO JAPONÊS

Na sexta-feira passada (15), aconteceu a demolição de quiosques na Praia das Conchas e na Ilha do Japonês por fiscais do INEA. Incrível a forma autoritária como as coisas acontecem hoje! Parece que o desrespeito e a força têm sido os principais instrumentos para atingir os objetivos! A questão ali estava sub judice, não havia ainda sentença determinando a demolição, como podem ver abaixo na tramitação do processo. E ainda, a forma como foram feitas as demolições revela total despreparo. Não respeitaram os carrinhos de ambulantes ali guardados, destruíram TUDO, quebraram vidros sem o menor cuidado e preocupação, deixando os pedaços espalhados pela areia da praia, agredindo aquele ambiente natural. Muito triste ver como tornou-se comum resolver as coisas "na marra". Falta total de respeito com anos de trabalho, afinal os quiosques pertenciam a trabalhadores e foram demolidos sem decisão judicial para tal. Seria muito bom saber o que a prefeitura tem a dizer sobre esse triste, lame…

POESIA "COM LU", DE HAIRON HERBERT DE FREITAS

Linda, maravilhosa poesia!!

Com Lú
O amor não acaba, o amor só aumenta. Experimente uma frase, Espere mais e comente.
Seja velho, seja jovem, Esqueça o tempo que passou. O momento é agora, Aproveite tudo com amor.
Não chore, não clame, Seja firme, seja honesto. Não viva mau seus sentimentos, Aos restos estranhos, acalento.
Contudo o amor revigora, Mesmo no atrapalho da hora, Volta sempre sem demora.
O amor é sem fim, É eterno em mim, Consciente estou, Quando estou com amor.
Hairon H. de Freitas 15/7/2019